Portugal é seguro para viver?

Portugal é seguro para viver?

10.08.2021

Descubra se Portugal é seguro para viver e qual posição nos rankings de segurança se encontra.

Sim, Portugal é seguro para viver. E não, não precisa ter dúvidas disso, pois estamos falando de um dos países mais seguros do mundo. Porém, hoje você vai saber mais sobre como é morar em um dos quatro países mais seguros do mundo segundo o Índice Global de Paz (Global Peace Index).

A Segurança em Portugal

Quando falamos que Portugal é seguro para viver, isso não significa que não ocorram crimes no país europeu. É que os crimes geralmente não atentam contra a vida das pessoas no dia a dia e são leves. Contudo, de maneira geral Portugal é um país extremamente seguro para viver.

Sem contar que morar em Portugal é não dedicar um minuto sequer do seu dia para questões relacionadas com a segurança. É um “não problema” para quem vive no país europeu e os portugueses têm alguma dificuldade em entender os receios que nós brasileiros temos com bolsas e celulares, por exemplo.

Como morar em Portugal: conheça os vistos.

Morar em Portugal: o nosso dia a dia

Morando em Portugal há alguns bons anos, muitos fatos interessantes relacionados à segurança chamam a atenção. Um exemplo super simples e que ocorreu há poucos dias foi que esqueci os brinquedos de praia da minha filha em uma praia fluvial (na beira de rio).

Era uma mochila e os brinquedos estavam pela volta (pazinha, balde etc.). Fui embora e só lembrei duas horas depois. Agora pensa: em pleno verão, lotado de gente. Pensei: pronto, já era. Peguei o carro e voltei ao local e advinha: tudo estava como a minha filha havia deixado. Ninguém mexe em nada que não é seu, é impressionante.

Conheça as melhores cidades para morar em Portugal.


Seguros Promo

Outros exemplos reais de segurança em Portugal

Um amigo deixou a chave do carro cair tão logo saiu. Não percebeu e se deu conta alguns bons minutos depois. Voltou correndo e para sua surpresa havia um papel no vidro com um telefone. Ele ligou e referiu a chave. A senhorinha que atendeu e morava nas redondezas de pronto foi devolver a chave.

Outro exemplo do dia a dia. Minha sogra foi ao supermercado e esqueceu o iPhone dela no caixa, logo depois da esteira de compras. Foi embora e o mercado lotado. Quando abriu a bolsa e não viu o aparelho, já em casa, voltou correndo. Resultado: um cliente achou, entregou para um funcionário do mercado que colocou o celular em uma sacolinha de plástico lacrada e aguardou a dona voltar para buscar.

Trabalhar em Portugal: como procurar emprego estando no Brasil.

Sentimento de segurança

Peço perdão pelos exemplos simples, mas demonstram que Portugal é seguro para viver e que isso reflete na maneira como as pessoas se relacionam com a segurança. Não existe sensação de medo, olhar para trás com receio, sacar dinheiro no caixa eletrônico com desconfiança ou algo do tipo.

Você caminha pelas ruas numa boa. Mas claro, é importante ter atenção em locais muito cheios e em pontos turísticos muito movimentados, pois os batedores de carteira estão por aí. Porém, como disse anteriormente, não são crimes que atentam contra a vida, são furtos em que as vítimas nem notam.

Bancos em Portugal

Recordo com graça da primeira vez que fui ao banco em Portugal. Entrei e não tinha porta de segurança. Peguei a senha, sentei e procurei pelo vigia. Não encontrei. Estava de mochila e ninguém perguntou o que tinha dentro. Pessoas entravam e saiam como se estivessem em uma loja de roupas.

Não perguntei nada, mas quando fui com a minha esposa ao banco preguei uma peça nela. Disse que a segurança era rígida e que ela deveria prestar atenção para não deixar o vigia nervoso. Ela acreditou, mas quando fomos ao banco e ela viu como era começamos a rir e achar graça. A segurança não é um problema nem nos bancos em Portugal. Não existe nem porta giratória. 

Segurança rodoviária

Ainda no quesito segurança, acredito que a segurança rodoviária também entre. Como Portugal conta com boas estradas e as cidades geralmente são bem sinalizadas, é muito difícil presenciar acidentes graves. Obviamente que eles acontecem, entretanto e em comparação com o Brasil, são poucas pessoas que perdem a vida em acidentes de trânsito em Portugal.

Saiba como encontrar a melhor passagem aérea e economizar.

Percepções diferentes

Entretanto, uma coisa interessante é que para nós brasileiros o “normal” em termos de segurança em Portugal nos impressiona. Todavia, quando você fala com um cidadão português sobre a segurança, ele geralmente diz algo do tipo: “ééé, Portugal já foi um país muito mais seguro”.

No outro extremo e quando você visita uma cidade do interior, é comum ouvir coisas como: “aqui não passa nada”. É uma referência ao sossego, a tranquilidade e ao fato de não acontecer nada relevante, mesmo em termos de violência ou falta de segurança.

A influência da tranquilidade na vida de quem vive em Portugal

Como Portugal é seguro para viver, as pessoas são mais tranquilas. Não existe aquele estresse generalizado e a preocupação com a possibilidade de sofrer com a violência. As pessoas deixam os carros nas ruas, os estacionamentos em shoppings não são nem cobrados.

Uma coisa que me causou algum estranhamento foi a não necessidade de película fumê nos vidros do carro. Em Portugal são poucos os veículos que utilizam esse aparato e no Brasil desconheço quem não tenha aplicado uma película pensando na segurança.

Sossego e tranquilidade resultam em pessoas menos estressadas e violentas. Com certeza se você pensa em morar em Portugal por conta da segurança fará uma excelente escolha. É um país muito tranquilo e que permite que seus cidadãos vivam de maneira segura e sem se preocuparem com a violência. Nem de perto e nem de longe!

Se você procura um imóvel para morar em Portugal, conheça os serviços do Conexão Europa, para alugar, comprar ou investir em imóveis em Portugal. Você contará com uma assessoria especializada e poderá achar seu imóvel ideal mesmo estando ainda no Brasil. 

POSTS RELACIONADOS

Morar

Portugal é o 4º país mais pacífico do mundo, entenda o ranking

04/09/2021
Morar

Portugal é seguro para viver?

10/08/2021
Morar

Guia de viagens em Portugal, entenda porquê vale a pena

09/08/2021