Por que Lisboa está se tornando um grande polo de inovação

Por que Lisboa está se tornando um grande polo de inovação

20.11.2020

Após a crise iniciada em 2008 nos Estados Unidos e que atingiu a Europa em meados de 2010, a capital portuguesa se tornou um retrato da crise no continente. Porém, por que Lisboa está se tornando um grande polo de inovação?

Por que Lisboa está se tornando um grande polo de inovação?

A resposta ideal pode ser porque a cidade investiu em políticas de incentivo à inovação. Além disso, outras ações podem ser apontadas como responsáveis por colocar Lisboa no radar das empresas de tecnologia.

Os centros de empreendedorismo se multiplicaram em Lisboa nos últimos anos e, com isso, criou-se também várias redes de investidores. Contudo, os altos índices de qualidade de vida associados aos baixos custos operacionais também podem ser entendidos como motivadores.

Qualidade de vida e segurança

Qualidade de vida e segurança

Além das políticas de incentivo à inovação, é importante ressaltar que Lisboa é uma excelente cidade para se viver. As diversas praias próximas e o sistema de transporte eficiente atraem pessoas para a cidade.

Porém, a segurança e o custo de vida mais baixo em relação a outras capitais europeias são também motivos para colocarem Lisboa como um grande polo de inovação. Pois tais motivos atraem profissionais com facilidade.

Conheça as melhores cidades para se trabalhar em Portugal.

Investimentos em infraestrutura

Altice Arena

Atualmente Lisboa conta com a quarta melhor rede de fibra ótica do mundo. Além disso, o sistema de funcionamento e incentivo às incubadoras é sólido e facilmente se encontram espaços de trabalho compartilhado, os coworking

Contudo, a qualidade de vida, a segurança e os custos competitivos são os pilares que atraem pessoas talentosas para a capital portuguesa. Tais fatores ajudam a responder porque Lisboa está se tornando um grande polo de inovação.

Vários idiomas, uma só linguagem

Os investimentos em infraestrutura resultaram em novas empresas. Dessa maneira, Lisboa nada de braçadas na cena da tecnologia na Europa e no mundo.

O ambiente favorável possibilitou que profissionais de várias nacionalidades  se estabelecessem na cidade. Hoje, Lisboa fala muitos idiomas, mas encontra uma linguagem única que conecta todos os envolvidos, a busca pela inovação.

Brasileiros em alta

O português brasileiro é um dos vários idiomas falados nos espaços de trabalho compartilhado em Lisboa. São milhares de profissionais de tecnologia brasileiros que vivem na cidade portuguesa.

Desse modo, criou-se um fluxo de negócios entre Portugal e Brasil e eventos nos dois países são cada vez mais comuns. Aliás, órgãos do governo brasileiros organizam feiras e eventos em Portugal.

Saiba como funciona o visto D2 para empreendedores em Portugal.

Vários programas de incentivo

A busca por novas empresas não cessa. Por isso,  prefeitura de Lisboa investe pesado em programas e iniciativas que visam apoiar os negócios digitais na cidade. 

Os diferentes programas de incentivo contam com bolsas de pesquisa e plataformas de investimento. Porém, também existem ciclos de aceleração e o Startup Lisboa é um bom exemplo disso.

Em parceria com bancos privados, a Câmara Municipal e a Agência para a Competitividade e Inovação Portuguesa já incubaram mais de 300 startups. Desse modo, o volume de investimentos ultrapassou € 80 milhões e gerou 1,5 mil oportunidades de trabalho.

Investidores

Em países como o Reino Unido e a Alemanha, os polos de inovação são mais antigos e, por isso, são muito fortes. Porém, Lisboa está se tornando um grande polo de inovação porque conseguiu desenvolver uma rede local de investidores.

Alguns fundos de investimento foram criados para apoiar as startups em começo de carreira e a Portugal Ventures já investiu mais de € 40 milhões em novos negócios em Portugal.

Centros de inovação – os hubs

Os espaços urbanos da cidade, antes assolados pela crise financeira, foram revitalizados por toda Lisboa. Eles conseguem reunir startups e a cada dia são ocupados por mais empresas e profissionais de tecnologia.

O Hub Criativo do Beato, conta com 35 mil metros quadrados e é um centro de inovação que revitalizou a antiga zona industrial lisboeta. Outros parques tecnológicos foram criados e conseguem promover o contato e o trabalho de profissionais em diferentes ramos de atuação.

Geografia privilegiada

Portugal é considerado como a porta de entrada para a Europa e, consequentemente, para a União Europeia. Além disso, Portugal ocupa lugar de destaque como conexão com a África.

Não só por conta do contexto histórico e de suas ex-colônias (Moçambique, Cabo Verde e Angola, por exemplo), mas também por estar geograficamente próximo (Marrocos).

Custos mais baixos em relação a outras capitais europeias

Com um custo de vida mais baixo em relação a outras capitais da Europa, Lisboa oportuniza que a mão de obra seja mais em conta. Além disso, a cidade já tem uma excelente infraestrutura e tudo isso ajuda.

Em relação a Londres, Berlim ou até mesmo Paris, Lisboa sai na frente na questão custo versus qualidade de vida. Também é importante ressaltar que a língua é uma excelente ferramenta na hora de contar com os profissionais do país-irmão Brasil na missão de se tornar um grande centro de inovação.

O intercâmbio entre profissionais portugueses e brasileiros é ajudado pelo idioma. Mas não só, pois a mobilidade urbana surge como outra vantagem e o bem localizado Aeroporto Internacional de Lisboa têm voos diários para o Brasil são atrativos para quem pretende viver ou investir em Portugal.

Cenário internacional

Bandeiras

Trazer o Web Summit para Lisboa fez a cidade emergir para o cenário internacional. E não só, pois os eventos internacionais de tecnologia e inovação são pautados pelo Web Summit, ou seja, pelo maior evento do mundo na área e que ocorre em Lisboa.

Para você ter uma ideia, o impacto econômico do Web Summit é estimado em € 300 milhões e 70 mil pessoas visitam Lisboa a cada edição do evento que é anual.

Portanto, listamos diversos motivos que estão fazendo com que Lisboa esteja se tornando um grande polo de inovação. Ficam os ensinamentos e aprendizados de que quando existe vontade política, as coisas podem ser muito diferentes. Lisboa é um bom exemplo disso.

Veja também como investir em franquias em Portugal.

POSTS RELACIONADOS

Empreender

Portugal: Trabalhar no Porto ou Lisboa

11/01/2021
Morar

Porque morar em Coimbra pode ser uma ótima opção

05/01/2021
Morar

Nova lei da nacionalidade portuguesa aprovada pelo presidente

28/12/2020