Empreender em Portugal: quais são as melhores áreas?

Empreender em Portugal: quais são as melhores áreas?

22.04.2020

Vale a pena levar a minha empresa para Portugal? Será que tem espaço para ela no mercado português? Essas são as perguntas que muitos brasileiros pensando em abrir seu próprio negócio em terras lusitanas se fazem diariamente.

Para ajudar você a acabar com as suas dúvidas sobre empreender em Portugal, nesse artigo você encontra um panorama sobre os principais mercados para empreender e quais são as maneiras de abrir o seu negócio em solo português. Acompanhe!

Empreender em Portugal na Tecnologia

Milhares de startups e mais de 130 incubadoras já fixaram residência em solo português, fazendo do país um novo hub de desenvolvimento de tecnologia na Europa.

O movimento, é claro, atraiu atenção: em 2018, o WebSummit, maior conferência desse setor no continente europeu, confirmou que Lisboa será a sua casa até 2028. Com isso, investidores e talentos começaram a migrar para o país, já que pelo menos uma década de fomento à tecnologia está garantida por aqui. 

Além disso, o país oferece também um baixo custo de vida e salários altos para carreiras relacionadas a TI, em comparação à média da sociedade. Todos esses fatores reunidos fez com que a atração de talentos ficasse ainda mais fácil e esse se tornasse um dos principais mercados para empreender em Portugal.

Como forma de incentivo para quem quer empreender em Portugal na área tech, por aqui você encontra um visto específico para startups, além do vale incubação, um auxílio governamental para micro e pequenas empresas. 

Empreender em Portugal no Turismo

O turismo é uma parcela cada vez mais representativa do PIB de Portugal. Em 2018, por exemplo, ele representou mais de 14% da renda interna do país, o que acelerou os negócios para quem decidiu empreender em Portugal abrindo agências de turismo, fazendo passeios guiados, roteiros personalizados ou gerindo acomodações.

E, se isso em algum momento já foi verdade, hoje engana-se quem acha que em solo português o turismo ainda acontece apenas no período de férias. Lisboa, Porto e o Algarve, por exemplo, são regiões que funcionam no mesmo esquema de outros polos turísticos do mundo, como Veneza, Londres ou Paris, com turistas pela cidade ao longo de todo o ano.

Há, porém, períodos de demanda realmente impressionantes. Isso é verdade para os meses de primavera e verão, além do feriado de Páscoa, de Natal e Ano Novo. Na Páscoa e no fim do ano, o turismo se intensifica dentro do próprio país e com excursões vindas da Espanha, pela proximidade e facilidade de deslocamento.

Por que o turismo se tornou um dos principais mercados para empreender em Portugal? 

Todo esse crescimento se justifica por diversos fatores. O primeiro e principal deles é que Portugal foi eleito o melhor país para se viajar pelo terceiro ano seguido, conquistando esse título de 2017 a 2019. As praias do Algarve, os destinos insulares e a capital Lisboa também foram premiadas em diferentes categorias, chamando atenção do mundo todo e ganhando destaque nos sites de turismo internacionais.

O segundo motivo é o custo das viagens para Portugal. O país oferece toda a infraestrutura necessária para o conforto do turista, sem cobrar os preços exorbitantes praticados nas grandes capitais europeias, por exemplo.

Portugal pratica preços baixos para deslocamento dentro do país, para transporte nas cidades, para alimentação e para entrar nas atrações turísticas, por exemplo. Com isso, o turismo em solo português se torna atrativo tanto para os próprios europeus, que veem o seu dinheiro render mais, quanto para quem chega ao país com moedas mais fracas, como o dólar e o real.

O terceiro fator para tamanha procura é que Portugal oferece atrações para todo tipo de turista. Há uma gastronomia forte e bem desenvolvida, vida noturna, tranquilidade, parques naturais para os amantes da natureza e praias paradisíacas. O país é pequeno, mas farto, então empreender em Portugal se tornou uma mina de ouro para quem soube explorar o turismo. 

Empreender em Portugal no setor de Serviços

Acredite se quiser, mas o setor dos serviços representa 75% do PIB do país e emprega 68% da força de trabalho em Portugal. Com esses números, ele garante presença confirmada na lista de principais mercados para empreender em solo português.

Muito disso também foi acelerado por conta do turismo crescente no país, já que entre o setor de entretenimento são contados os bares, restaurantes, atividades de entretenimento (shows, festas, etc.) e comércio varejista. 

E por falar em alimentação, empreender em Portugal no chamado setor da “restauração” pode ser uma boa ideia. Essa atividade está crescendo e se multiplicando, com diversos negócios novos principalmente nas áreas mais turísticas e empresariais das cidades. Assim, tanto os estrangeiros se deliciam com as opções de culinária do país, quanto os locais cumprem a tradição portuguesa de se alimentar com gosto.

Quero abrir empresa em Portugal. E agora?

Existem diversas maneiras de abrir empresa em Portugal. Como já falamos aqui, uma das possibilidades é o visto de startups, que fomenta principalmente as contratações na área Tech.

Outra das possibilidades é o visto D2, ideal para quem pretende empreender em Portugal em pequena escala. A empresa pode ser composta apenas dos sócios ou de poucos funcionários, o que torna o início do seu negócio menos custoso e permite o funcionamento com menos capital de giro. Por fim, existe também o Golden Visa, um visto especial concedido para quem está disposto a criar postos de trabalho no país. 

Se você está inseguro sobre a sua pesquisa de mercado em Portugal, não sabe para qual visto aplicar ou quer entender melhor o cenário do país do ponto de vista do empreendedor, nós estamos aqui para te ajudar. Aqui você sabe mais sobre o nosso serviço de internacionalização de negócios, pensado para quem quer levar a sua empresa para Portugal.Agora, se você não é empresário no Brasil e vai começar a empreender em Portugal, não tem problema: nós temos um serviço de diagnóstico de mercado que te ajuda a saber o que esperar da sua empreitada em terras lusitanas. Por fim, conte também com a nossa consultoria para aquisição de visto de residência para saber qual é o processo que faz mais sentido para as suas necessidades.

Se você deseja adquirir sozinho seu visto para residir em Portugal, temos um curso online para auxiliá-lo neste processo. Nele mostramos todo o passo a passo para quem deseja tirar seu visto sem auxilio de ninguém.

POSTS RELACIONADOS

Empreender

Portugal: Trabalhar no Porto ou Lisboa

11/01/2021
Morar

Porque morar em Coimbra pode ser uma ótima opção

05/01/2021
Morar

Nova lei da nacionalidade portuguesa aprovada pelo presidente

28/12/2020