Como levar a sua empresa para Lisboa

Como levar a sua empresa para Lisboa

20.11.2021

Se você planeja mudar sua empresa para Portugal, veja como levar a sua empresa para Lisboa.

Portugal continua na moda isso é fato. E não pense que está na moda somente para os brasileiros, pois o país da Europa ganhou o coração dos europeus, asiáticos e norte-americanos e a cada dia recebe mais investimentos estrangeiros. Quer saber os motivos? Nós vamos contar para você e mostrar como levar a sua empresa para Lisboa, a capital do país.

Porque Portugal está em alta?

O governo de Portugal investiu pesado nos últimos anos com o intuito de colocar o país no radar dos investidores de todo o mundo. E os números mostram que o investimento governamental surtiu efeito. 

Atualmente Portugal é considerado um dos melhores países do mundo para empreendedores e existem muitos incentivos e descontos em taxas e tributos.

Além disso, eventos internacionais ajudaram a impulsionar a cultura do empreendedorismo e a projeção internacional foi muito ajudada pelo turismo. De ressaltar que um empresário que resolva levar sua empresa para Lisboa terá a oportunidade de crescer e vender para mais de 500 milhões de pessoas na Europa.

Empreender em Portugal: quais são as melhores áreas?

Lisboa e as ligações com a Europa

A capital Lisboa é, sem dúvida, a principal cidade portuguesa. Não só por ser a sede do governo, mas por ser um hub de investimentos e contar com empresas do mundo todo. O Aeroporto Internacional de Lisboa conecta a cidade a outras capitais e importantes cidades europeias.

Sem contar que a cidade conta com excelentes meios de transporte públicos, incluindo uma rede de metrô que conecta seus principais pontos e bons acessos, tanto para entrar como para sair do município. Em resumo: é fácil se deslocar na cidade e mais fácil ainda viajar para as principais capitais da Europa e do mundo. 

Como levar a sua empresa para Lisboa

Agora que você já sabe um pouco sobre a capital de Portugal, vamos contar mais sobre como levar a sua empresa para Lisboa. Saiba, de antemão, que a concorrência é grande e que vale muito a pena se dedicar seriamente e desenvolver um bom plano de negócios antes de investir em Portugal.

E o plano de negócios deve ser o mais completo possível, incluindo um estudo de mercado aprofundado. Se puder, faça uma viagem de reconhecimento ou contrate profissionais especializados para auxiliar o processo de estudo. Investir em uma boa pesquisa pode parecer bobagem, mas fará toda a diferença no seu percurso e da sua empresa. 

Descubra as melhores cidades para se trabalhar em Portugal.


Seguros Promo

Passo a passo

Se você é brasileiro e quer abrir uma empresa em Portugal temos boas notícias. É que atualmente e com a modernização da parte administrativa, o processo foi simplificado e esta mais simples para quem é estrangeiro e quer investir em Portugal. Uma das facilidades é que o primeiro passo pode ser dado pela internet e os interessados já podem iniciar a parte legal do negócio pelo computador.

A criação da empresa, registrar a marca e até emitir alguns certificados já pode ser feito online. Contudo, você precisa ter primeiro um certificado digital que permita que você possa começar a dar os primeiros passos. Sendo estrangeiro, você vai apresentar o seu passaporte e o NIF (Número de Identificação Fiscal – equivalente ao CPF no Brasil).

IMPORTANTE: conte sempre com uma ajuda profissional para evitar transtornos, pois alguns passos podem ser dados de maneira autônoma, porém o começo tende a ser mais fácil quando você conta com profissionais que sabem indicar o melhor caminho a seguir.

Como investir em franquias em Portugal.

Empreender e morar em Portugal

Porém, se além de investir e levar a sua empresa para Lisboa você tem como objetivo de vida morar em Portugal, aí você precisa ter atenção para a legislação em torno do visto para morar em Portugal. Por exemplo, você pode solicitar o Visto D2 que é o documento indicado para um estrangeiro que quer morar e empreender em Portugal.

Isso porque abrir uma empresa em Portugal não lhe dá o direito, automaticamente, de residir no país. Basicamente, para solicitar o Visto D2 (empreendedor) você vai precisar comprovar que o seu negócio / empresa é viável e que fará alguma diferença para Portugal. 

Além disso, serão exigidos provas de que você já atua na área profissionalmente, montar um plano de negócios conforme exigido e um planejamento financeiro. Claro, além dos documentos básicos necessários para solicitar o documento.

Saiba mais sobre o Visto D2 para empreendedores em Portugal.

Outros tipos de visto para viver e trabalhar em Portugal

O mais popular dos vistos para quem pretende empreender em Portugal é o Visto D2. Entretanto, você pode optar pelo Startup Visa (para quem quer criar e investir em uma startup), o Visto Gold (Golden Visa – o Visto Dourado) que é indicado para quem quer (e consegue) investir valores iguais ou maiores do que € 500 mil euros ou através do reagrupamento familiar.

Este último tipo de visto não está ligado diretamente a quem quer investir em Portugal, porém é indicado para quem é da família de quem vai empreender. Isso significa que ao investir em Portugal e levar a sua empresa para Lisboa você, claro, poderá levar a sua família e o Reagrupamento Familiar é o melhor caminho.

Conte com a equipe do Conexão Europa e solicite um orçamento de diagnóstico de mercado em Portugal e como fazer a internacionalização da sua empresa. Conheça os serviços prestados pelo Conexão Europa.

Veja também quais os melhores negócios para empreender em Portugal.

POSTS RELACIONADOS

Morar

Bancos de Portugal: qual o melhor para abrir conta?

16/03/2022
Visitar

Como está Portugal com relação a guerra?

10/03/2022
Morar

Cuidados ao alugar um apartamento em Portugal

09/03/2022