Viagem: Custo médio de 7 dias pela Itália

Viagem: Custo médio de 7 dias pela Itália

22.05.2021

Você está planejando ir para a Itália e quer saber quanto precisa poupar para realizar a viagem? 

Claro que existem muitas variáveis, especialmente se o seu estilo de viagem for mais luxuoso, mas neste artigo iremos guiá-lo passo-a-passo através dos principais custos para você planejar uma viagem de 7 dias pela Itália.

É uma linha de base útil para você calcular o custo da própria viagem, personalizando os valores aos seus interesses. Acrescente os gastos extras com os passeios que você sempre quis fazer e as compras que você não quer abrir mão e aproveite a viagem do jeitinho que você sempre sonhou.

Preparado?

Você descobre agora qual o custo médio de uma viagem de 7 dias pela Itália.

Os principais custos de uma viagem na Itália

Como você sabe, existem vários componentes e variáveis a serem considerados ao planejar um orçamento para uma viagem à Itália. 

Então vamos com calma, dando um passo de cada vez, até chegar a um montante final estimado, combinado?

PASSAGEM AÉREA: Voos para a Itália

A passagem aérea representa um percentual importante dos gastos de uma viagem para a Europa.

Para ter uma ideia aproximada de quanto custarão seus voos, você pode usar os sites de rastreamento de preços como o Google Flights. 

Em média, um voo partindo de São Paulo com destino à Roma sai por R$2.500, mas é claro que esse valor sofre variação ​dependendo da classe, companhia aérea, horário do dia e dia da semana em que viajar. 

Para chegar a um orçamento médio, entretanto, partir desse valor é o mais aconselhável.

HOSPEDAGEM: custo de hotel na Itália

É possível encontrar acomodações excelentes em toda a Itália, a preços adequados para todos os bolsos.

Além dos alojamentos tradicionais, em pousadas ou hotéis, você pode optar pelo aluguel de casas ou apartamentos pelo Airbnb.

Esse estilo de acomodação tem um valor muito melhor que os hotéis em termos de espaço e de facilidades, como ter a própria cozinha à disposição para economizar nas refeições fora de casa.

Para quem prefere a comodidade de um hotel – quem resiste a um bom café-da-manhã de hotel? – , a Itália tem inúmeros hotéis boutiques e quartos localizados nos bairros históricos dos principais destinos turísticos.

Para se ter uma ideia, uma diária para casal em um hotel cinco estrelas próximo à Piazza San Marco em Veneza não sai por menos de 600 euros.

Se você optar por ficar 50km distante, na vizinha Abano Terme, a acomodação em um hotel  spa para aproveitar as águas termais em acomodação de padrão semelhante ao de Veneza, cai para 250 euros. 

Para quem não faz questão de luxo, mas não abre mão do conforto, encontra quartos excelentes, em hotéis com boa localização em Veneza, por 60 euros a diária.

TRANSPORTE: a locomoção pela Itália

Os custos de transporte dependerão do número de destinos que você visita e de como você planeja se locomover.

Alugar um carro na Itália é útil se você deseja explorar fora das principais zonas turísticas. Caso contrário, é melhor você pegar os trens intermunicipais que o levam para fora do centro das cidades em apenas algumas horas.

Uma passagem em trem de alta velocidade de Roma a Florença, por exemplo, custa a partir de 10 euros, quando comprado com antecedência.

O aluguel de um carro popular no aeroporto de Milão, não sai por menos de 30 euros a diária.

Além disso, você terá que contabilizar os gastos com combustível, pedágios e estacionamento. Esses custos podem subir consideravelmente dependendo do modelo do carro e da região em que estiver visitando, mas pode valer a pena se estiver viajando em mais pessoas e os valores forem divididos. 

Contar com um serviço de transfer também pode ser muito conveniente para quem não quer depender de transporte público, tampouco quer dirigir no exterior.

Pelo serviço de um motorista particular, espere pagar ao menos € 80 por hora. O preço é salgado, mas a vantagem está no deslocamento rápido e eficiente, o que é sempre conveniente em uma viagem de poucos dias. 

Já para se locomover dentro das cidades, o transporte público é muito vantajoso. Pegar um ônibus, metrô ou bonde custa cerca de € 1,50, válidos por 100 minutos.

COMIDA: os custos com alimentação em uma viagem pela Itália

A comida é uma parte importante de qualquer orçamento de viagem para a Itália. Afinal, é um dos grandes motivos de você querer embarcar para a Itália, certo? 

Você pode comer muito bem na Itália por muito pouco, mas também pode ter jantares homéricos gastando bem. 

Aqui estão alguns custos por pessoa para que você tenha uma ideia e se programar:

  • Gelato: € 3,00 
  • Café expresso: € 1,50
  • Panini: € 5
  • Pizza individual: €12 
  • Jantar em trattoria familiar, com curso de três pratos e vinho incluso: € 30
  • Jantar em restaurante gourmet: € 50

PASSEIOS E ATIVIDADES: o preço das atrações

Você está visitando um país rico em história e abençoado por belas paisagens e curtir essas atrações será um dos pontos altos da sua viagem. 

Sim, você pode passear pelos pontos turísticos e admirá-los de longe, mas para tirar o máximo proveito de sua viagem, você vai querer chegar perto de alguns dos pontos turísticos mais incríveis do mundo.

Abaixo trazemos o preço de alguns dos lugares que você provavelmente deseja visitar na Itália. São valores para um adulto, em uma visita simples, sem direito à audioguia ou visitação guiada com especialista. 

Confira:

  • Coliseu, em Roma: 16 €
  • Capela Sistina e Museus do Vaticano: 17 €
  • Galerias Uffizi e Accademia, em Florença: 20 €
  • Palazzo Ducale, em Veneza: 25 €
  • Duomo, em Milão: 5 €
  • Cidade de Pompéia: 14,50 €
  • Acesso a Cinque Terre: 7,50 €

Com esses valores você já consegue ter uma ideia de quanto terá que desembolsar para vivenciar experiências inesquecíveis na Itália. 

OUTRAS VARIÁVEIS NOS CUSTOS DE VIAGEM À ITÁLIA

Às vezes, são as pequenas coisas que somam e encarecem a sua viagem sem que você perceba. 

Falamos daquelas coisas que você nem sabia que poderia encontrar na terra da bota – e simplesmente não consegue resistir! -, como aquela garrafa de vinho especial na Toscana, um lenço de seda em Milão ou um passeio de charrete pelas ruas de Florença.

Outras vezes, as despesas imprevistas nem chegam a ser assim glamourosas, como aquele ímã de geladeira, aquele jogo de porta-copos ou as moedinhas de euros que você certamente vai precisar para usar os banheiros públicos.

Portanto, pense sempre numa reserva para itens aleatórios. 

Para que as despesas com a viagem não pesem ainda mais no orçamento, é possível reduzir custos estando atento a alguns detalhes:

  • evite fazer compras em pontos turísticos:  saindo das praças principais, os itens de decoração e as lembrancinhas podem sair pela metade do preço;;
  • fuja da alta temporada: de maio a setembro os preços de hospedagem chegam a ficar 30% mais caros;
  • fique atento à localização: os preços são muito mais altos para tudo nas cidades maiores em comparação com as áreas regionais. Saia alguns quilômetros dos grandes centros e aproveite hotéis e restaurantes de qualidade superior com o mesmo preço de algo mediano no centro histórico;
  • compartilhe: uma ótima maneira de economizar dinheiro é dividir os custos de transporte e passeios. Divida o passeio de gôndola em Veneza ou em um barco fretado na Costa Amalfitana para fazer passeios mais acessíveis.

ORÇAMENTO DIÁRIO: Custo médio de 7 dias pela Itália

Agora que você já tem um panorama de gastos de uma viagem pela Itália, vamos falar de números.

O site italiano dove-e-quando.it nos ajuda a calcular as despesas para uma viagem de 7 dias ao país de Da Vinci.

Baseado nos custos de um viajante com um budget médio, isto é, no meio do caminho entre um mochileiro e um viajante que procura um turismo de luxo, os preços médios das despesas essenciais em uma viagem pela Itália ficam na casa dos 100 euros ao dia.

Confira:

  • Alojamento: 46 € por pessoa/ noite, considerando 1 quarto a 92 € à diária em hotel 2 ou 3 estrelas;
  • Refeições: 33 € por pessoa / dia,  tendo em conta refeições em restaurantes de custo baixo e intermediário.
  • Transporte: 14 € por pessoa / dia, sendo esse valor uma estimativa de uso de transporte público e de uma corrida de 10km/ dia de táxi;
  • Atividades e passeios: € 8,5 por pessoa / dia, considerando atividades e passeios limitados, em classe econômica, em alguns dos dias .

Essas despesas, somadas, representam um orçamento total de 1407 € para 2 pessoas em viagem pela Itália durante 7 dias. Lembre-se que esses valores não consideram o preço da passagem aérea, os custos com seguro viagem e de emissão de passaporte.

De acordo com o site dove-e-quando.it, que cruza milhões de dados de preços e ofertas para calcular os orçamentos de viagens, um viajante que mantém os gastos controlados, com um nível de conforto mediano, deverá dispor no mínimo 101 € ao dia para viajar pela Itália.

Entretanto, as pessoas têm expectativas e interpretações diferentes das palavras conforto, aproveitar e orçamento, certo?

É por isso que dissemos que o custo médio de uma viagem à Itália realmente depende de suas preferências e escolhas, mas com base nos valores que citamos, agora você tem uma boa ideia de quanto custa uma viagem de 7 dias pela bela Itália. 

E aí, está pronto para reservar seus voos?

Se quiser dicas de roteiros pela Itália, confira esses artigos especiais que separamos para você:

Napoli: 7 lugares incríveis para visitar

O que fazer em Veneza? As 10 principais atrações de Veneza na Itália

Tudo sobre a Capela Sistina no Vaticano

POSTS RELACIONADOS

Morar

Principais meios de transporte para viver na Itália

19/06/2021
Empreender

Empreender na Itália, conheça os principais requisitos

23/05/2021
Visitar

Viagem: Custo médio de 7 dias pela Itália

22/05/2021