Veneza: a cidade dos festivais

Veneza: a cidade dos festivais

13.03.2022

A cidade italiana de Veneza é mundialmente conhecida por seus charmosos canais, seus românticos passeios de gôndolas e seu icônico Carnaval. Porém, você sabia que além das festividades carnavalescas Veneza respira cultura ao longo de todo ano?

Isto porque a cidade é palco de uma série de eventos distintos que vão desde a reprodução de acontecimentos históricos a espetáculos mais contemporâneos. Uma coisa é certa: todos eles são de encher os olhos! Já pensou que incrível seria poder incluir um deles em sua próxima viagem a terras italianas?

Pensando nisso, hoje nós reunimos para você seis festivais marcantes de Veneza que irão te envolver com sua beleza, criatividade e grandiosidade. Venha conferir:

Carnaval

Apesar de ser a festa mais famosa da cidade, ela não poderia estar de fora da nossa lista. Afinal, a história por trás do Carnaval de Veneza é muito interessante e te ajuda a ambientar mais no espírito da festa.

Curiosamente, as celebrações nos dias atuais se distanciam muito do seu propósito original. É que seus primeiros registros datam de 1162, ano em que a República de Veneza (conhecida como Repubblica della Serenissima), se saiu vitoriosa contra as forças do Patriarca da Aquileia, localizada no atual norte da Itália.

Assim, os venezianos costumavam sair às ruas para comemorar o êxito militar. Em São Marco, a principal praça da cidade, os habitantes se reuniam para celebrar com dança, jogos e fogos de artifício. Com o passar do tempo, este motivo começou a diminuir de importância e as festividades continuaram por conta própria.

A proibição da festa

No entanto, se engana quem pensa que tudo são flores para o Carnaval de Veneza. Sabia que ele chegou a ser banido? O incidente aconteceu a partir de 1797 quando Veneza ficou sob domínio de Francisco II, último imperador do Sacro Império Romano-Germânico. Apesar de alguns encontros às escondidas, o carnaval só voltou oficialmente ao calendário de Veneza em 1979 graças a uma decisão do governo italiano.

Hoje em dia, o Carnaval de Veneza é sem sombra de dúvidas o festival mais cobiçado por turistas. Algumas estimativas indicam que a cidade chega a receber até 3 milhões de visitantes!

As atrações durante este período são diversas, contando desde desfiles por suas ruas e canais, feiras e apresentações ao vivo. Contudo, a cereja do bolo é certamente o baile de máscaras. Inicialmente, os acessórios foram inseridos como forma de preservar a identidade dos participantes, mas atualmente é o ponto alto da festa. Para fazer parte desta folia, os hotéis da cidade auxiliam com aquisição de ingresso e aluguel das roupas.

O Carnaval de Veneza acontece em períodos alternados entre fevereiro e março, pouco antes do início da quaresma cristã.

Veneza a cidade dos festivais 2

Veja também: Roteiro completo pelo norte da Itália

Festa della Sensa

Talvez um dos festivais mais simbólicos da cidade. A Festa della Sensa acontece no mês de maio e marca o “casamento” entre o mar e o povo de Veneza. A história da cidade sempre esteve muito ligada às águas, então nada mais justo que homenagear esta relação em toda sua pompa e glória.

Assim como ocorre com o carnaval, a Festa della Sensa remonta o período da Repubblica della Serenissima e era realizado para celebrar duas vitórias militares que marcaram o domínio de Veneza sobre o mar da região. O dia escolhido para o evento coincide com a data em que se lembra a Ascensão de Cristo (Sensa no dialeto local).

Dentre a programação do evento, destaca-se a cerimônia em que um desfile de gôndolas, alguns caracterizados com roupas de época, serpenteiam os canais até a bacia de São Marco. Lá, o governante de Veneza (anteriormente o doge e atualmente o prefeito) lança ao mar um anel para retratar a união.

Regata Storica

Mais uma prova de que a ligação entre os venezianos e o mar é incontestável. O mês de setembro é marcado por uma competição que envolve velocidade, mas também muita beleza e legado com a tão aguardada Regata Storica.

O evento começa com uma procissão de belos barcos cuidadosamente adornados nos moldes do século XVI juntamente com remadores devidamente caracterizados. Eles são responsáveis por fazer as honras iniciais, abrindo a regata com um suntuoso desfile que remonta a majestade da antiga Veneza. Neste momento, destaca-se a presença de uma embarcação que traz os intérpretes do Doge, a Dogaressa (sua esposa) e outros altos oficiais da Veneza histórica.

Em seguida, dá-se prosseguimento para a competição propriamente dita. Ao longo do canal, duplas e equipes de homens e mulheres disputam entre si a liderança sobre as águas sob os aplausos e vibração de um público assíduo. Aliás, esta parte do evento não é meramente simbólica, pois os espectadores de fato escolhem seus favoritos e torcem para eles com emoção como se estivessem assistindo a uma corrida em terra firme.

Sugestão: 5 boas razões para você visitar a Itália no inverno


Seguros Promo

Vogalonga

Já pensou que um protesto poderia se transformar em um evento turístico? Parece algo inusitado, mas foi exatamente o que aconteceu com o Vogalonga, que acontece todos os anos em Veneza em um domingo do mês de maio ou junho.

A história por trás do Vogalonga remonta a 1974 quando um grupo de amigos organizou uma manifestação em formato de regata. O motivo para o ato era sua preocupação com os impactos adversos causados pelos barcos a motor, cada vez mais utilizados, e a diminuição dos tradicionais barcos a remos que eram o símbolo de Veneza.

O sucesso foi imediato. Na primeira edição oficial do evento, em 1975, o Vogalonga reuniu 500 barcos e 1500 remadores que partiram da Praça São Marco e percorreram um trajeto de 30km. O circuito se repete desde então, cada vez com mais participantes.

Uma curiosidade é que o Vogalonga, que pode ser traduzido como “longa corrida de remo”, não é uma competição. O propósito da festa é celebrar e proteger a história de Veneza bem como conscientizar sobre os impactos dos barcos a motor. Segundo um artigo publicado no jornal local, o Vogalonga é a “vingança dos barcos a remo sobre os motores”.

Festa del Redentore

Mais um festival histórico para o calendário de Veneza. A Festa do Redentor acontece todos os anos no mês de julho e tem suas raízes em celebrações do século XVI.

Tudo começou em 1576 quando uma praga se alastrou pela cidade, vitimando mais de 50.000 pessoas. As autoridades venezianas da época, desesperadas por uma solução, recorreram à ajuda divina. Para tal, solicitaram que o famoso escultor e arquiteto da Renascença italiana, Jacopo Palladio, construísse na ilha de Giudecca uma igreja que ficou conhecida como a Igreja do Redentor.

Coincidentemente ou não, em julho de 1977, e apenas dois meses depois que a primeira pedra foi colocada na igreja de madeira, o doge de Veneza declarou o fim da praga. Como forma de agradecimento à Cristo Redentor, foram organizadas celebrações e procissões na cidade desde então.

Desta forma, neste período é construída uma ponte temporária que liga a ilha com o resto de Veneza e é por onde os participantes saem em romaria. Este festival, muito querido pelos venezianos, também é acompanhado de reuniões nos barcos com muita festa e piqueniques, além de um show de fogos de artifício.

Festival Internacional de Cinema de Veneza

Possivelmente um dos festivais mais glamurosos da cidade. Apesar de atualmente existir diversas cerimônias dedicadas a homenagear produções cinematográficas, Veneza se destaca como o Festival de Cinema mais antigo do mundo.

As celebrações tiveram início em 1932 sob o patrocínio dos organizadores da Bienal de Veneza, renomada exposição de artes que ocorre a cada dois anos na cidade. Com a aprovação instantânea do público, o Festival de Cinema “emancipou” sua imagem do restante da mostra e a partir de 1935 se tornou um evento anual, ocorrendo entre agosto e setembro.

Com isso, todos os anos os mais prestigiados representantes da sétima arte se juntam em Veneza para uma série de apresentações, não somente dos filmes mais badalados, mas também documentários e outros trabalhos do ramo audiovisual. Um dos momentos mais aguardados é, sem sobra de dúvidas, a entrega do prestigiado Leão de Ouro pelo júri do festival ao melhor filme do ano.

Se você também é um admirador deste tipo de entretenimento, saiba que é possível comprar pela internet os tickets individuais bem como assinaturas para participar do festival. Contudo, vale ressaltar que a entrada está sujeita à disponibilidade de lugares.

Você pode também se interessar por Napoli: 7 lugares incríveis para visitar

Gostou da nossa seleção? Além do Carnaval de Veneza, você conhecia algum dos outros eventos nesta lista? Todos estes festivais têm uma rica história por trás e é impossível não se encantar por suas singularidades. O que acha de incluir um deles em sua próxima viagem?

POSTS RELACIONADOS

Morar

Imposto de Renda Pessoa Física na Itália

20/02/2022
Visitar

Viagem pela Itália: o que ver em Lecce

18/02/2022
Visitar

Delícias gastronômicas da Itália para trazer na mala

08/02/2022