Melhores regiões na Itália para trabalhar

Melhores regiões na Itália para trabalhar

15.08.2021

Para quem está estudando a viabilidade de se mudar para a Itália, as preocupações mais comuns estão relacionadas ao custo de vida local e ao mercado para trabalhar.

É o seu caso? 

Em relação ao custo de vida para morar na Itália, você encontra mais informações nesses textos aqui e aqui.

Já no tocante às ofertas de empregos, vamos detalhar algumas informações importantes pra você neste artigo.

De cara, precisamos ser sinceros: se você não estiver sendo transferido para a Itália por uma empresa brasileira, pode levar algum tempo para encontrar um emprego na sua área de formação.

Isso porque, nessa hora, os italianos costumam privilegiar “aquele conhecido do conhecido”, o que pode ser um desafio para estrangeiros. Por isso, conseguir uma recomendação de um local pode ser o jeito mais fácil de abrir uma porta para o mercado de trabalho na Itália.

Outra alternativa, é buscar oportunidades fora do mercado tradicional. Áreas com potencial muito elevado abrangem seguros, TI, comunicação, finanças e saúde.

Você descobre agora quais as melhores regiões na Itália para trabalhar, de acordo com os setores da economia que elas mais movimentam.

Região Norte da Itália: com o que trabalhar?

A região que vai do Piemonte ao Vêneto é a mais desenvolvida da Itália e onde se concentram as melhores oportunidades de trabalho.

Na cidade de Turim, por exemplo, as vagas mais bem pagas rondam os setores da tecnologia da informação, automóvel, agro-indústria e também das artes, com inúmeras galerias, museus e teatros com espetáculos de ópera e dança. 

A cidade também abriga uma série de empresas europeias prósperas, além de ser sede de indústrias nacionais importantes, incluindo Fiat, Lavazza e a Ferrero.

Turim também abriga uma comunidade vibrante de startups e é uma das capitais com o menor custo de vida da Itália.

Você descobre mais sobre polos de tecnologia na Europa nesse artigo aqui!

Já em Milão – sem dúvida, o mais importante centro de empregos para estrangeiros na Itália -, é possível encontrar colocação na indústria, nos negócios da moda ou no mercado financeiro.

Mas não é preciso ficar no epicentro dessa grande cidade para conseguir uma boa colocação.

Bolonha e arredores, por exemplo, abrigam diversos fabricantes de automóveis, bancos, eletrônicos, produtos de couro e roupas e concentram um grande número de vagas de emprego também.

Para quem procura por oportunidades de emprego no terceiro setor, pode apostar igualmente na região norte italiana.

É que muitas cidades da Itália setentrional vivem do turismo, como Veneza, Verona e a própria cidade de Milão. É no norte da Itália também que está Cinque Terre, a paisagem fascinante de casinhas coloridas esculpidas entre montanha e mar que atrai três milhões de turistas todos os anos e é considerado Patrimônio da Humanidade da UNESCO.

>> Procurando passagem aérea em promoção? Na Passagens Promo você encontra!

Que tal trabalhar nas regiões Centro e Sul da Itália?

Para quem procura por um clima mais ameno e um estilo de vida menos corrido que nas regiões metropolitanas na Itália do norte, o destino ideal está mais abaixo da bota.

Por outro lado, é bom saber que as opções de trabalho são menos diversificadas, em razão da menor quantidade de indústrias nessas regiões.

Ali a economia é em grande parte composta por micro e pequenas empresas, onde a maioria dos trabalhadores assalariados trabalham em empresas com menos de 10 funcionários.

Ainda assim, é possível encontrar boas oportunidades na indústria de alimentos, na agricultura especializada e, claro, no turismo, a verdadeira vocação das regiões centro-sul da Itália.

A capital, Roma, lidera o podium como a cidade italiana que mais atrai turistas, mas ela não está isolada nessa classificação.

Florença é outra grande representante do turismo italiano que está localizada na Itália Central e, assim como Roma, oferece oportunidades de carreiras para estrangeiros que queiram trabalhar no comércio, na indústria hoteleira e de restauração.

Ao contrário de Milão e Torino, cidades mais industriais, a economia de Roma e Florença são amplamente baseadas no setor de serviços, responsável por 70% dos empregos na região.

Outra oportunidade nessas cidades está no setor do luxo, graças às prestigiosas boutiques localizadas nas áreas nobres dessas e de cidades na Costa Amalfitana. 

Já no sul da bota, as oportunidades para o turismo estão mais concentradas em Bari, na Puglia; Taormina, na Sicília e Tropea, na Calábria.

Além disso, é preciso registrar que a produção agrícola e de transformação ainda desempenha um papel importante na economia dessas duas macrorregiões italianas.

Que o diga a indústria do vinho!

Nomes como Chianti, Brunello di Montalcino, Montepulciano d’Abruzzo e Primitivo di Manduria são produzidos nessas regiões para depois ganhar o mundo.

> Explore o mapa e todas as regiões da Itália.

Dicas para encontrar emprego na Itália

Na maioria dos casos, as ofertas de emprego na Itália são publicadas na Internet, portanto, você não precisa estar lá para pesquisar. Ao menos não num primeiro momento. 

O LinkedIn é um ponto de partida eficaz para encontrar um emprego na Itália, complementado pelos portais Jobrapido e Glassdoor

Você também pode verificar os classificados em jornais como The Local, La Stampa, Il Sole 24 Ore e La Repubblica.

Outra opção é checar as agências de recrutamento nacionais e sites como Lavorare.net, Clicca Lavoro e Cliclavoro.

Lembre-se que para encontrar um emprego na Itália, é importante ter um bom domínio do italiano, falado e escrito. Falar várias línguas é uma vantagem, então tire proveito da Língua portuguesa!

Em muitos setores, o inglês também é essencial por lá e, como um grande destino turístico mundial, muitas empresas pedem a fluência em idiomas como árabe, chinês ou russo. O francês e o espanhol também são muito populares.

Quer mais dicas sobre o mercado de trabalho na Itália? Nós te convidamos a conhecer a história de duas brasileiras que decidiram empreender por lá. No artigo Brasileiras que empreendem na Itália elas nos contam as dificuldades que enfrentaram ao chegar no país e dão dicas de como se preparar para trabalhar na Itália.

Além disso, você não pode deixar de conferir esses outros artigos relacionados ao tema:

Empreender na Itália, conheça os principais requisitos

Como trabalhar com turismo na Itália

Como trabalhar legalmente na Itália
E se precisar de uma assessoria especializada para providenciar o seu visto de trabalho na Europa, estamos aqui. Precisando, entre em contato conosco pela nossa página de serviços, combinado?


Seguros Promo

POSTS RELACIONADOS

Morar

Educação na Itália: como funciona o sistema escolar italiano

14/09/2021
Visitar

Seguro viagem para a Itália, vale a pena?

16/08/2021
Morar

Melhores regiões na Itália para trabalhar

15/08/2021