Pádua na Itália, o que visitar em um dia

Pádua na Itália, o que visitar em um dia

16.02.2021

A menos de 30 minutos de trem da belíssima Veneza, a cidade de Pádua na Itália tira vantagem da sua posição geográfica para atrair visitantes hospedados na cidade vizinha, em viagens de um só dia

Você está cogitando dar um “pulinho” em Pádua também?

Pois, nesse artigo você encontrará bons motivos para desembarcar em Pádua e explorar a cidade num dia cheio de descobertas e bons momentos.  

E no final do texto você ainda recebe um presente: um roteiro enxuto com as atrações que você não pode deixar de visitar em um dia em Pádua!

As melhores atrações de Pádua na Itália

Pádua é considerada a cidade mais antiga da região norte e uma das mais antigas de toda a Itália. Foi fundada em 1183 a.C.! 

Só por aí é possível imaginar a quantidade de tradições culturais, edifícios históricos e monumentos de valor artístico que a cidade reúne!

Mas Pádua não é só história. Essa comune do Vêneto é também uma cidade culturalmente animada. 

Lar da segunda universidade mais antiga da Itália, ela manteve a atmosfera vivaz de uma cidade universitária. Durante o dia, os jovens se espalham pelas ruas, cafés e praças. À noite, eles celebram a vida com a bebida borbulhante de cor laranja ofuscante típica da região, o popular e amado Spritz.

Já gostou de Pádua, não é mesmo?

Então se prepare para conhecer a cidade que respira jovialidade com seus pulmões de mais de três mil anos de história! Abaixo você confere a lista do que visitar em um dia na cidade de Pádua, na Itália.

1. Capela Scrovegni

A Capela Scrovegni está localizada na Piazza Eremitani, a poucos passos da estação ferroviária e, em geral, é o primeiro ponto de parada de quem desbrava a cidade.

O primeiro e o mais importante também!

A pequena capela, de formas góticas muito simples, foi construída por volta de 1303 pelos Scrovegni, uma rica família de banqueiros paduanos. 

Para decorar o edifício foram chamados dois grandes artistas da época: Giovanni Pisano, para algumas esculturas de mármore, e Giotto, o verdadeiro responsável por transformar a capela em obra de arte.

Considerado hoje o pai do Renascimento, Giotto deixou gravado nas paredes da capela 39 afrescos sequenciais que ilustram a vida da Virgem Maria e de Jesus, culminando no magnífico Julgamento Final na parede oposta ao altar. 

A naturalidade das figuras retratadas nos afrescos e a narrativa emocional das cenas são de um realismo tão impressionante que você não terá pressa de deixar o interior da Capela.

2. Basílica de Santo Antônio

Basílica de Santo Antônio

A Basílica de Santo Antônio é o local religioso de Pádua, onde se encontram os restos mortais do padroeiro dos pobres, das mulheres grávidas, dos casais, das pessoas que desejam encontrar objetos perdidos, dos oprimidos, da cidade de Lisboa e também de Pádua. 

Ufa! Com tantos protegidos de Santo Antônio, a Basílica só poderia ser mesmo um grande local de peregrinação e adoração. 

A construção da igreja foi iniciada em 1232, um ano após a morte de Santo Antônio, e foi concluída em 1310.

O interior, além de guardar o corpo de Santo Antônio, celebra a obra do Mestre da Renascença, Donatello, autor das seis estátuas de santos feitas em bronze que ficam no altar.

Visitar esta basílica é uma experiência profunda e inesquecível, mesmo para quem não é cristão.

3. Jardim Botânico

O Jardim Botânico de Pádua é o jardim botânico universitário mais antigo do mundo. Foi fundado em 1545 e é um patrimônio mundial da UNESCO desde 1997. 

O jardim hospeda cerca de 7.000 espécies de plantas e flores preciosas e tem a importante missão de preservar a biodiversidade das espécies vegetais do planeta Terra. 

É um belo canto escondido da cidade onde você pode dar um passeio refrescante sob a sombra das árvores, especialmente nos dias quentes de verão. 

4. Prato della Valle

Prato della Valle

Prato della Valle é um dos marcos históricos de Pádua, uma praça elíptica de 90 mil metros quadrados, uma das maiores da Itália. 

Composta por uma área verde central, denominada Isola Memmia, a praça tem uma configuração única, tanto pelo canal que a circunda como pelas 78 estátuas simetricamente espalhadas ao seu redor. Ali estão representadas pessoas ilustres que nasceram ou viveram em Pádua, muitas das quais ainda hoje famosas, como o cientista Galileu Galilei.

Quem também marcou presença por lá, porém em carne e osso, foi o Santo da cidade. O Prato della Valle foi um dos locais preferidos de Santo António para realizar os seus sermões.

Hoje, a praça é o ponto de encontro favorito dos habitantes locais e, durante os meses quentes, as pessoas se aglomeram ali para tomar sol, fazer piquenique ou simplesmente conversar à sombra.

5. Palazzo Bo

O Palazzo Bo é a sede da Universidade de Pádua, fundada em 1222, uma das mais antigas do mundo. 

Figuras ilustres passaram por ali, incluindo Galileu, Copérnico, Erasmus de Rotterdam e Eleonora Piscopia, a primeira mulher no mundo a receber um diploma acadêmico.

Mas não é apenas por isso que o lugar merece uma visita sua. O edifício é realmente espetacular.

Do pátio, repleto de brasões e decorado com belos afrescos, pode-se entrar para uma visita guiada ao Palácio, onde se pode admirar, entre outras coisas, a Aula Magna, a sala nobre da Universidade que mais parece um museu, ou um teatro de ópera, onde o espetáculo é ditado pelo conhecimento. 

Além disso, vale muito a pena conhecer a estrutura talhada em madeira do Teatro Anatômico, o mais antigo da Europa, construído em 1594 para realizar estudos de anatomia.

A Universidade sempre foi e certamente sempre será um elemento importante de Pádua e, por isso, nenhuma visita à cidade estará completa sem conhecê-la. 

6. Caffè Pedrocchi

O Caffè Pedrocchi é um dos símbolos da cidade e por isso ele merece estar nessa lista.

Inaugurado em 1831, permaneceu aberto dia e noite até 1916. Na época, foi um ponto de encontro para muitos artistas e intelectuais, além de ser o palco das manifestações em 1848 contra o então dominante governo austríaco.

O Pedrocchi está localizado bem em frente ao palácio da Universidade, em um edifício deslumbrante que não se parece em nada com um “café” ou “bar” padrão. Na verdade, o local é um magnífico restaurante, com direito a enormes lustres e um piano de cauda.

Se a visita rápida de um dia não lhe permitir desfrutar de uma refeição demorada nesse local histórico, prove ao menos o famoso café padovano preparado no Pedrocchi, um café coberto com uma emulsão de creme de leite fresco, cacau e menta em calda. 

Nossa lista de lugares para visitar em Pádua termina aqui, mas é claro que qualquer visita a esse lugar milenar merece também uma bela passeada pelo centro histórico da cidade. Perca-se pelas ruas e você será levado pela beleza da Piazza dei Signori com a Torre do Relógio ao movimento do comércio das Praças delle Erbe e della Frutta.

Caso o tempo permita e não for comprometer a qualidade do seu passeio, você pode visitar ainda o imponente Palazzo della Ragione, o Museu Judaico de Pádua ou a Basílica de Santa Giustina, que  abriga o túmulo do Evangelista Lucas.

Como você pode ver, há muito o que ver em Pádua na Itália! 

Com apenas um dia para conhecê-la, chegue cedo à cidade e aproveite o roteiro que sugerimos para você logo abaixo. Ainda que você não consiga ver todas as atrações que elencamos aqui, garantimos: será uma ótima viagem paralela durante a sua estadia em Veneza ou passagem pelo Vêneto.

Pádua: roteiro de um dia

Ruas de Pádua

Ficou na dúvida de qual atração visitar primeiro? 

Então confira a nossa sugestão de roteiro para conhecer as principais atrações da cidade de Pádua na Itália em só dia:

1- Partindo da estação de trem de Pádua, caminhe em direção ao centro, ao longo do largo Corso del Popolo. A primeira parada é na Capela Scrovegni, onde você apreciará os afrescos de Giotto.

2- Continue o passeio em direção ao centro da cidade passando por baixo da Porta Altinate. Assim você chega na zona pedonal e pode desfrutar de um passeio admirando os edifícios e lojas do centro histórico. 

3- Faça uma visita ao incrível Palazzo Bo, sede da antiga Universidade e na saída, atravesse a rua para desfrutar de um almoço ou um café reforçado no famoso Caffè Pedrocchi.

4- Encontre a Via del Santo e siga até encontrar a  Basílica de Santo Antônio, um dos símbolos da cidade.

5- Em seguida, continue pela Via L. Belludi e prepare-se para a visão espetacular de Prato della Valle, uma das maiores praças da Europa.

6- Ali bem perto da praça, termine o dia fazendo uma caminhada agradável em meio ao Jardim Botânico, local reconhecido pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. 

7- Sobrou fôlego e algumas horas no final do dia? Não hesite em tomar um Spritz no Bar Nazionale para sentir e aproveitar a atmosfera animada da cidade. Frequentado por estudantes universitários, moradores e turistas, o bar fica na praça delle Erbe, um dos ângulos mais característicos de Pádua.

Um belo jeito de terminar o seu passeio pela cidade, não é mesmo?

Esperamos que as nossas dicas ajudem você a ter um dia inesquecível nessa cidade incrível que é Pádua.

E para você que está a caminho do Vêneto, não deixe de conferir também: O que fazer em Veneza? As 10 principais atrações de Veneza na Itália

POSTS RELACIONADOS

Morar

Educação na Itália: como funciona o sistema escolar italiano

14/09/2021
Visitar

Seguro viagem para a Itália, vale a pena?

16/08/2021
Morar

Melhores regiões na Itália para trabalhar

15/08/2021