Conhecendo a região da Lombardia: as principais atrações

Conhecendo a região da Lombardia: as principais atrações

26.02.2021

Está programando uma viagem para a Itália? Então você precisa conhecer a região da Lombardia!

A zona mais populosa e economicamente pulsante da Itália revela ano após ano sua grande vocação turística. 

Segundo dados da Regione Lombardia, em 2019 foram mais de 14 milhões de turistas hospedados no complexo hoteleiro da região, 5,8% a mais que no ano anterior. 

Só a capital, Milão, atrai mais de 6 milhões de pessoas por ano, mas é preciso dar uma chance para os outros tesouros da região: você verá que não é apenas Milão que surpreenderá.

Entre maciços, planícies, cidades, museus, locais de culto, compras ou gastronomia, há uma oferta rica e variada de atrações na Lombardia!  

Confira agora mesmo as principais atrações dessa linda região da Itália! 

Conhecendo a região da Lombardia na Itália: saiba antes de partir

Lombardia é uma região no noroeste da Itália e é a quarta maior do país em extensão e a primeira em número de habitantes.

Doze províncias compõe a região e é provável que você já tenha ouvido falar de várias delas:

  •  Bergamo
  •  Brescia
  •  Como
  •  Cremona
  •  Lecco
  •  Lodi
  •  Mântua 
  •  Milão 
  •  Monza e Brianza
  •  Pavia 
  •  Sondrio 
  •  Varese

Em cada uma dessas doze províncias você encontrará diferentes paisagens como a planície do Pó, vários lagos, como o famoso Lago de Garda e o Lago Maggiore, além dos Alpes. 

Além disso,  situada entre a Suíça, Piemonte, Vêneto, Trentino-Alto Ádige e Emília-Romanha, a Lombardia une traços culturais distintos, formando a sua identidade única e oferecendo aos seus visitantes atrações e lugares excepcionais.

Confira agora o que nós separamos para você:

Conhecendo a Lombardia: Parques Arqueológicos

Bergamo

Que tal conhecer a história da Lombardia – e da humanidade – gravada oito mil anos atrás?  

Pois é! Talvez não seja exatamente a imagem de uma caverna com desenhos rupestres que você tenha da Lombardia, mas é precisamente lá que se encontra um dos maiores acervos de arte pré-histórica do mundo.

Conhecido como Valcamonica, essa extensa área que inicia nos Alpes Centrais da Lombardia até as províncias de Brescia e Bergamo abriga oito parques temáticos dedicados aos petróglifos, com a possibilidade de visitação.

Anote aí os parques onde se pode ver de perto as representações simbólicas gravadas nas rochas pelos nossos antepassados, do Mesolítico à Idade Média:

  1. Parco Nazionale delle Incisioni Rupestri di Naquane
  2. Parco Archeologico Nazionale dei Massi di Cemmo
  3. Parco Archeologico Comunale di Seradina-bedolina
  4. Parco Archeologico di Asinino-anvòia
  5. Parco Comunale delle Incisioni Rupestri di Luine
  6. Parco Comunale Archeologico di Minerario di Sellero
  7. Parco Archeologico Comunale di Sonico
  8. Riserva Naturale Incisioni Rupestri di Ceto, Cimbergo e Paspardo

Os parques situam-se ao longo de 90 km de estrada, ao norte do Lago d´Iseo. Se você tiver tempo de visitar apenas um desses sítios arqueológicos da Lombardia, o Parque Comunale delle Incisioni Rupestri di Luine, na localidade de Darfo Boario Terme, reúne os mais significativos, ricos e antigos testemunhos.

Ainda que não seja esse o motivo principal de sua visita à Itália, conhecer esses lugares, entre lagos, montanhas e natureza preservada, significa voltar no tempo e descobrir uma Lombardia completamente diferente. 

Museus na Lombardia

A Lombardia preserva um patrimônio histórico e cultural importante muito rico também em seus museus. 

Em Milão, o Cenacolo Vinciano é simplesmente imperdível. É lá que se pode admirar a impressionante Última Ceia de Leonardo da Vinci no antigo convento dominicano da Igreja de Santa Maria delle Grazie. 

Ainda em Milão, outro museu que abriga coleções importantes de artistas italianos é a Pinacoteca de Brera. Tire um tempo para admirar magníficas pinturas de Giovanni Bellini, Rafael e o famoso “Bacio” de Francesco Hayez. 

Para os amantes da arte moderna, o Museu do Novecento é o ideal. São cerca de 400 obras expostas, a maioria italianas, do século XX, representando do movimento futurista à Arte Povera.  Um lugar que agrada visitantes de todas as idades! O Museu fica ao lado da Catedral, na Praça Duomo: você certamente andará por lá!

Passeios e Paisagens: curta a Lombardia na Itália

Parque Nacional Adamello

Dos picos nevados mais altos na fronteira com a Suíça às suaves colinas de que encontram a planície padana, a Lombardia é uma região com um conjunto de paisagens naturais mutáveis ​​em poucos quilômetros.

No inverno, é possível esquiar em uma das 70 estações de esqui da Lombardia, tanto em Valtellina, na província de Sondrio, como em Bergamo e Brescia. 

Também vale a pena conhecer o Parque Nacional Adamello, onde fica o maior glaciar da Itália. 

Já no verão, a ausência do mar na Lombardia é compensada pela suave tranquilidade e beleza dos seus lagos

A região dos grandes lagos da Lombardia compreende o Lago Iseo, o Lago Como, o Lago Maggiore e a parte oeste do Lago Garda. Existem ilhas menores e maiores em quase todos os lagos, o que os torna ainda mais especiais. 

Lago Maggiore

Lago Maggiore

O Lago Maggiore é um lago que serve de fronteira natural entre a Lombardia e o Piemonte. O lago também cruza a fronteira alpina para se alojar parcialmente na Suíça. A pedida é navegar por suas águas calmas e visitar a beleza fascinante que se esconde em suas grandes ilhas.

Lago de Garda

Lago de Garda

Parte dele fica na região do Vêneto, no entanto, há uma frente do Lago de Garda na Lombardia! E não menos importante, porque é na Lombardia que se localiza Sirmione, uma cidade medieval incrível que se projeta sobre o lago, oferecendo uma vista panorâmica e deslumbrante de Garda.

Lago Iseo

Lago Iseo

Esse lago está localizado entre as províncias de Bergamo e Brescia é nele que fica a maior ilha lacustre do sul da Europa. As características aldeias de pescadores que se avistam ao longo do lago, tornam a ilha verdadeiramente única.

O menor dos Grandes Lagos é também o menos conhecido, mas também merece uma visita, especialmente para quem está a caminho dos parques arqueológicos que mencionamos acima ou quer desfrutar das pistas de esqui de Valcamonica.

Lago de Como

Lago de Como

O Lago de Como é o lago mais ao norte da Lombardia. Ele se divide em dois braços, um saindo para Como e outro para Lecco, um mais bonito que o outro. 

Hoje, o lago é um dos balneários mais procurados pelos italianos, principalmente pelos milaneses. 

Se for visitar o lago, aproveite para ir a Como. Nesse roteiro completo para a cidade de Como na Itália você descobre as atrações que esperam por você.

Os monumentos da região da Lombardia

A história da Lombardia – e de todo o Reino da Itália – é recontada nos inúmeros monumentos que se espalham por todo o território, especialmente nas maiores capitais das províncias lombardas. 

Em Milão, a primeira coisa a ver é sua magnífica Catedral Gótica, uma das dez maiores igrejas do mundo. Sua arquitetura é realmente impressionante: as enormes colunas de mármore e os pequeníssimos detalhes entalhados vão deixar você sem palavras. 

Percorrendo o território em sentido sul, a quarenta minutos do centro de Milão, chega-se à pequena Certosa di Pavia

Certosa di Pavia

Ali, fica outro monumento extraordinário, um dos símbolos do Renascimento italiano. É um monastério da Ordem dos cartuxos, construído no final de 1300, decorado pelos artistas lombardos mais importantes da época, um lugar cheio de arte e espiritualidade.

Já em Brescia, você deve dispor de um tempo extra, já que há realmente muitas atrações para visitar. A área monumental do fórum romano, o complexo monástico de San Salvatore e Santa Giulia foram declarados pela UNESCO como Patrimônios da Humanidade. 

Na área arqueológica próxima do Capitolium, os edifícios mais antigos e significativos da cidade romana ainda são visíveis: uma sequência de santuários da era republicana (século II-I aC), o Capitólio (73 dC) e o teatro (I- Século III dC),.

Além disso,  há as estruturas fortificadas da cidade que merecem uma visita. A mais simbólica é a que abriga o Castelo de Brescia.  Essa atração oferece um belo panorama e uma ponte levadiça que ainda é a entrada principal de um dos castelos mais bem preservados da Lombardia.

E se passar por Mantova, não perca a beleza do lindíssimo Teatro Bibiena e a imponência do Palazzo Ducale.

A Gastronomia Lombarda

Não há quem vá à Itália sem esperar pelo melhor da sua gastronomia. E é por isso que trazemos a cozinha lombarda como uma das atrações centrais dessa região italiana.

Espere por uma gastronomia muito variada, já que cada província oferece dezenas de receitas típicas e versões exclusivas dos pratos habituais. 

Estando em Milão você absolutamente deverá provar o famoso risoto milanês, cujo ingrediente principal além do arroz é o açafrão. 

Em Mantova, é o tortelli recheado com abóbora que fará você ter uma verdadeira experiência gastronômica. Ah, não esqueça de provar as frutas em calda, conhecida como mostarda mantovana, acompanhadas de um belo pedaço de queijo grana. 

Para os melhores peixes, você naturalmente vai para a área do lago, onde você deve provar o Pesce Persico, peixe de água doce que pode vir frito ou mesmo acompanhado do típico prato lombardo, o risoto.

E se você estiver passando por Crema e for fã de mistura entre doce e salgado, a dica é provar os tortelli cremaschi, uma massa com recheio doce e tempero salgado. 

Isso mesmo, a massa é recheada com uma mistura de biscoito de amêndoas e cacau, uvas-passas, bala de menta e fruta cítrica cristalizada.  Após cozida, é salteada em manteiga, sálvia e parmesão. 

Curioso, para dizer o mínimo, não?

Franciacorta

A Lombardia também tem vinhos de muita qualidade, incluindo um dos melhores espumantes do mundo, o Franciacorta, que não perde nada para o champagne francês.

espumantes Franciacorta

Então, para encerrar sua viagem na Itália, que tal conhecer a Lombardia passando um dia nas vinhas? 

O nome do espumante é também a denominação de uma área montanhosa localizada entre a cidade de Brescia e o Lago d´Iseo e é nessa paisagem relaxante que você poderá apreciar as inúmeras vinícolas da região e provar o famoso espumante Franciacorta DOCG.

Gostou do nosso passeio?

Esperamos que sim e que essas dicas tenham inspirado você a conhecer de perto os tesouros dessa fascinante região italiana. 

Aliás, vale um último aviso: com tantas atrações, não se surpreenda se depois dessa viagem você queira morar na Lombardia na Itália!

Quer outras dicas de viagem pela Itália? Leia também:

POSTS RELACIONADOS

Morar

Educação na Itália: como funciona o sistema escolar italiano

14/09/2021
Visitar

Seguro viagem para a Itália, vale a pena?

16/08/2021
Morar

Melhores regiões na Itália para trabalhar

15/08/2021