A cidade de Maranello na Itália, berço mundial da Ferrari

A cidade de Maranello na Itália, berço mundial da Ferrari

21.04.2021

Feche os olhos, imagine a cena e responda rápido: que tal dar uma volta de Ferrari pelas ruas de Maranello na Itália? 

A cidade que fica na região norte do país é o berço mundial da escuderia do Cavallino Rampante e um destino imperdível para quem é aficionado pela marca de automóveis de luxo.

É o seu caso?

Então confira as principais atrações de Maranello e descubra quanto custa dirigir uma Ferrari pelas ruas da pequena cidade italiana.

O que fazer em Maranello na Itália

Na cidade que foi concebida a marca mais prestigiada de carros de luxo e velocidade do mundo, as atrações não poderiam estar alheias à temática.

Confira os principais pontos de interesse da cidade de Maranello:

Monumento a Enzo Ferrari

Para esquentar os motores e entrar no clima da cidade, faça uma primeira parada no Monumento a Enzo Ferrari.

De longe, é apenas uma coluna de bronze de cinco metros de altura, mas ao chegar pertinho do monumento que fica na Piazza Libertà, você verá, em pequenos desenhos, as fases mais significativas da vida de Enzo Ferrari.

O monumento foi encomendado em homenagem ao 100º aniversário do piloto fundador da equipe de automobilismo Scuderia Ferrari e, posteriormente, da marca automobilística que é o desejo de consumo de todo fanático por carros.

A história da vida do criador da Ferrari foi retratada em uma espiral ascendente, onde é possível encontrar Enzo com seus mecânicos, as corridas, as vitórias, sua família e a lendária fábrica de automóveis que ele fundou. 

Ao chegar ao cume dessa jornada, você vê a asa da vitória com Enzo Ferrari, o Cavallino e a inscrição “Uma Vida Dedicada ao Carro”.

Monumento ao Cavallino Rompante

Trata-se de uma estrutura icônica, em aço inoxidável, na forma do lendário cavalo empinado da Ferrari.

Ela foi colocada no centro da rotatória perto da fábrica da Ferrari, após a vitória da escuderia no campeonato mundial de F1 de 2003.

Segundo o jornal italiano newsauto.it, a origem do “Cavalo Empinado” como símbolo distintivo da indústria Ferrari, de seus carros e de tudo que gira em torno à marca, remonta ao ano de 1923. 

Naquele ano, Enzo Ferrari venceu uma corrida em Ravenna onde conheceu a Condessa Paolina, mãe do Conde Francesco Baracca, um herói nacional da Primeira Guerra Mundial, que costumava pintar um cavalo do lado de seus aviões. 

A condessa pediu a Enzo que usasse esse cavalo em seus carros, sugerindo que isso lhe traria boa sorte. Enzo aceitou o presente, mas fez pequenas modificações no desenho e adicionou um fundo amarelo canário, a cor da cidade de Modena, seu local de nascimento. 

Desde então, o desenho passou a estar presente em todos os carros construídos em Maranello e nos objetos que levam a assinatura da marca.

Museu da Ferrari em Maranello na Itália

Agora que você já sabe um pouco da história do homem que criou a marca mais cobiçada da indústria automobilística e bateu foto ao lado do monumento que homenageia o seu símbolo, você está pronto para aprofundar seu conhecimento sobre a scuderia rossa: é hora de conhecer o Museu da Ferrari.

Com aproximadamente 2.500 metros quadrados de área dedicada à história e ao design da Ferrari, esse lugar é imperdível para fãs de carros e de corridas.

O acervo é formado por muitos carros em exposição: diversas versões de Fórmula 1, modelos esportivos e protótipos de corrida.

Além disso, o espaço abriga ainda mais de 100 troféus, capacetes originais dos pilotos e outros acessórios.

No museu você pode comprar ingressos para fazer ainda um passeio de ônibus pela pista de testes de Fiorano e pelo complexo da fábrica. Um guia do museu explana as várias características da pista de corrida, onde a Ferrari realiza todos os seus testes de competição e dos carros de passeio desde 1972. 

Da mesma forma, conhece-se o Campus Ferrari, o coração do complexo onde todos os carros da Ferrari são construídos. Os visitantes devem permanecer no ônibus durante todo o passeio, e fotografar ou filmar o local é estritamente proibido.

Quer mais emoção?

O museu ainda tem dois simuladores semi-profissionais para quem quer ter a experiência de dirigir um carro de corrida em um dos circuitos mais famosos do mundos: Monza, Barcelona, ​​Silverstone, Imola, Nürbürgring, Zandvoort, SPA Francorchamps e Mugello.

Depois de escolhido o circuito preferido, mas antes de entrar no cockpit, você receberá instruções de um técnico para explicar como usar todas as funções do volante e um carro de Fórmula 1. 

Aí então você estará pronto para sentir a superfície da pista e a emoção da alta velocidade. 

Ah, reserve uma graninha para levar alguns souvenirs para casa. O museu inclui uma loja da Ferrari que vende roupas, brinquedos e outros objetos de marca oficial.

Experiência de dirigir uma Ferrari em Maranello na Itália

Conhecer a fábrica onde as máquinas da Ferrari são concebidas é fantástico, mas nada atrai mais visitantes a Maranello do que a possibilidade de desfilar com o carro “rosso corsa’, a cor vermelha inconfundível da marca.

O passeio é oferecido por empresas especializadas, a maioria localizadas bem próximas ao Museu Ferrari, e é acompanhado por instrutores que foram pilotos de competição.

Você pode escolher entre vários tipos de Ferrari, com potências e designs diferenciados. Também é possível escolher ter a incrível experiência de pilotar uma Ferrari pelas ruas da cidade de Maranello na Itália ou pelas pistas de alta velocidade no autódromo de Modena. 

Quem decide pela última opção, paga mais caro, mas também pode pisar mais fundo. O preço para pilotar uma Ferrari 458 Challenge por 30 minutos, o que corresponde a 3 voltas no circuito, custa cerca de € 700. Por mais €400, é possível dirigir um dos modelos esportivos até o autódromo, que fica a 20km de Maranello.

Já um passeio de 10 minutos de Ferrari conversível pelas ruas da cidade, onde o limite de velocidade das ruas deve ser respeitado, custa a partir de 90 euros.

Para quem quiser ter a experiência acompanhado, deve pagar um valor adicional para a carona a partir de 20 euros.

De toda forma, seja na pista ou na estrada, sozinho ou acompanhado, sentir a potência dos cavalos e ouvir o ronco do motor Ferrari será sempre um test drive para ficar na memória. 

E para terminar a sua visita em Maranello, aqui vai a nossa última dica: depois de acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 4 segundos nada melhor que estabilizar a adrenalina provando a gastronomia local. 

A Emilia-Romagna é famosa por seu design automotivo mas também pela sua culinária incomparável. Parmigiano Reggiano, presunto cru e vinagre balsâmico vêm desta região, então combine uma visita à cidade com uma bela refeição para experimentar o melhor da cozinha italiana, combinado?

Descubra mais sobre os destinos imperdíveis da Itália em:

POSTS RELACIONADOS

Morar

Educação na Itália: como funciona o sistema escolar italiano

14/09/2021
Visitar

Seguro viagem para a Itália, vale a pena?

16/08/2021
Morar

Melhores regiões na Itália para trabalhar

15/08/2021