Como trabalhar com turismo na Itália

Como trabalhar com turismo na Itália

01.05.2021

Com mais de 60 milhões de viajantes internacionais pisando o solo italiano todos os anos, trabalhar com turismo na Itália pode ser a oportunidade que você estava procurando para se mudar definitivamente para a Europa.

Segundo dados do Statista,  o país é o terceiro colocado em número de turistas estrangeiros na Europa e o número 1 quando o assunto é geração de empregos no setor. 

Falamos, é claro, de números e das tendências anteriores às repercussões do COVID-19, que, cremos, serão restabelecidas em breve.

Se você quer saber como pode desempenhar alguma atividade ligada ao turismo na Itália, continue com a gente. Nós trazemos algumas dicas importantes para quem deseja trabalhar explorando a rica história, cultura e gastronomia da Itália. 

Turismo na Itália: possibilidades de trabalho 

Existem várias oportunidades no setor do turismo que podem ser aproveitadas. Aos que falam vários idiomas, dominam as novas tecnologias e tem talento para se relacionar com as pessoas as oportunidades são potencializadas.

Confira agora como você pode trabalhar com turismo na Itália:

Guia de Turismo

Se você é apaixonado por história, cultura e quer descobrir os cantos mais secretos de cada cidade, você pode se dar bem na profissão de guia de turismo. 

O turista quer conhecer os detalhes de cada monumento, as principais obras de cada museu e se deliciar com as melhores comidas típicas da região. É o guia que tem o poder de tornar todas essas atividades em experiências únicas e inesquecíveis para o cliente.

Demais, não é mesmo?

Mas calma. Ser guia de turismo na Itália não depende apenas da sua vontade de compartilhar com os outros as belezas de um lugar. 

Para poder exercer esta profissão é necessário obter uma licença de qualificação, passando num exame aplicado pelo poder público.

Esse exame acontece de tempos em tempos e são convocados através de edital, exatamente como um concurso público.

O exame de habilitação consiste em três testes: uma prova escrita, uma prova oral e uma prova prática, na qual os candidatos têm que simular uma visita guiada.

Somente após passar no exame, você está qualificado para a prática e, portanto, pode ser incluído na lista nacional de guias turísticos do Ministério do Patrimônio e Atividades Culturais e do Turismo.

Empreendedor do terceiro setor

Outra forma de trabalhar com turismo na Itália, é empreendendo.

Donos de negócios na área de alimentação, como sorveterias, pizzarias, restaurantes, proprietários de lojas de artigos locais em pontos turísticos e proprietários de casas, pousadas ou até quartos para aluguel de temporada estão entre os que mais faturam com o turismo na Itália.

Se você quer ser empresário para trabalhar com turismo na Itália, saiba apenas que abrir o seu negócio exige preparo e o atendimento a uma série de requisitos legais, a começar pela abertura da empresa.

No artigo Empreender na Itália, conheça os principais requisitos, você encontra várias dicas importantes sobre o assunto.

Colaborador no segmento turístico

De acordo com um relatório recente do Eurostat, a Itália é o país europeu onde a atividade turística gera mais empregos.

Com 4,2 milhões de trabalhadores na indústria do turismo, a indústria da Itália é maior do que a de seus vizinhos europeus. 

Aqui entram, por exemplo, garçons, instrutores de esqui, vendedores de loja, funcionários de rede hoteleira, motorista particular e de excursões

Para ser contratado em um emprego no ramo do turismo, as chances aumentam nos principais destinos dos viajantes na Itália, quais sejam:

  • Roma,
  • Milão 
  • Veneza
  • Florença 

Esses destinos têm a grande vantagem de serem atemporais, isto é, não sofrem interferência das estações do ano. 

Já outras regiões turísticas estão mais ligadas ao conceito de alta e baixa temporada. 

Nos meses de inverno, o ideal é que você procure uma vaga no norte do país, em um destino ligado à neve e ao esqui: Friuli – Venezia Giulia, Lombardia, Valle d’Aosta, Veneto e Toscana têm mais oportunidades.

Entre julho e  setembro, escolha os destinos de sol e praia, como a Costa Amalfitana, Ligúria, Puglia, Sicília, Sardenha e Salento.

Esses lugares são particularmente interessantes para quem inicia a sua vida profissional no turismo na Itália, já que a maioria dos contratos de trabalho são por tempo determinado e não exigem experiência.

E para quem não se vê trabalhando nem como recepcionista de hotel, nem na cozinha de um restaurante, ainda assim pode encontrar uma colocação. 

Muitas oportunidades não se resumem aos profissionais da área do turismo e hotelaria. 

Na área de entretenimento, por exemplo, os resorts oferecem vagas de trabalho inclusive para mestres de cerimônias, DJs, músicos, técnicos de som e iluminação, cenógrafos ou instrutores de esportes.

Para quem trabalha com o digital, também pode oferecer serviços de marketing, cada vez mais requisitados nesse mundo online.

O Idioma

Se você está se perguntando se é preciso falar italiano para conseguir uma dessas vagas, a resposta é: sim, e preferencialmente mais algum outro idioma.

Segundo o ISTAT, o número de turistas estrangeiros é ligeiramente superior aos viajantes italianos (50,4%). 

A Alemanha é o principal país de origem, com 27% de participação no número total de turistas internacionais. Seguem-se os turistas dos Estados Unidos, França e Reino Unido (todos em torno de 6,5%) e os da Holanda, Suíça e Áustria (cerca de 5%). Os turistas chineses alcançaram cerca de 5,3 milhões de visitantes em 2018, quatro vezes mais que em 2008.

Portanto, quem tem inglês, mandarim ou alemão fluente, além do italiano, consegue melhores colocações na indústria do turismo na Itália.

E para concluir, é sempre bom lembrar que brasileiros sem a cidadania italiana ou de outro país da União Europeia devem estar com a sua situação regularizada para poder trabalhar na Itália.  

Por isso, é fundamental realizar um planejamento antes de embarcar para a Europa, mesmo que a intenção seja trabalhar com turismo na Itália num período temporário. 

Em nosso artigo Como trabalhar legalmente na Itália você encontra mais informações para realizar a sua meta de viver e trabalhar na Itália.

Precisa de mais informações ou uma assessoria para a emissão de vistos de trabalho ou reconhecimento da sua cidadania italiana? Consulte a nossa página de serviços e entre em contato com a equipe do Conexão Europa agora mesmo! 

POSTS RELACIONADOS

Morar

Principais meios de transporte para viver na Itália

19/06/2021
Empreender

Empreender na Itália, conheça os principais requisitos

23/05/2021
Visitar

Viagem: Custo médio de 7 dias pela Itália

22/05/2021