Dicas para visitar o Coliseu em Roma

Dicas para visitar o Coliseu em Roma

21.12.2020

Não dá para pensar em visitar Roma sem conhecer o Coliseu, um dos mais belos símbolos da grandeza do Império Romano e uma das sete maravilhas do mundo moderno.

Se você está pensando em conhecer o Coliseu de pertinho saiba que toda essa imponência é admirada por mais de 7 milhões de visitantes todos os anos. Turistas do mundo todo formam intermináveis filas antes de conseguirem adentrar ao anfiteatro mais sangrento da história.

Quer saber como visitar o Coliseu em Roma driblando toda essa multidão dentro e fora da arena?

Então continue conosco. Abaixo compartilhamos com você algumas dicas para visitar o Coliseu em Roma e aproveitar ao máximo este fantástico monumento.

Planeje a sua visita ao Coliseu: dicas para economizar tempo

O número de visitantes é, sem sombra de dúvida, o maior inimigo de quem quer conhecer o Coliseu intramuros. E a falta de planejamento pode simplesmente acabar com o sonho de conhecer o grande campo de batalha dos gladiadores romanos.

Portanto, a dica de ouro para quem vai a Roma com a intenção de visitar o Coliseu é evitar a todo custo comprar ingressos na bilheteria no dia da visita. Mesmo que a sua viagem esteja marcada para a baixa temporada, mesmo que o dia estiver chuvoso, frio ou nevando.

Em se tratando do Coliseu, as chances são de que você sempre encontrará uma fila enorme para comprar o bilhete de entrada e também para entrar no monumento.

E o objetivo aqui, anote aí, é entrar no Coliseu o mais rápido possível! O Coliseu acomoda “apenas” 3.000 pessoas simultaneamente e a entrada é bloqueada e liberada aos poucos quando esse número é atingido.

Para garantir que você esteja dentro do anfiteatro antes que o lugar atinja a sua ocupação máxima, nosso conselho é que você siga um destes caminhos:

  1. Adquirir um Passe

Com o Roma Pass ou o Omnia Card, por exemplo, é possível usufruir das entradas especiais, reservadas aos titulares do passe. Além de economizar tempo na entrada, os passes oferecem descontos no preço de outras atrações.

  1. Comprar o bilhete online antecipadamente

Os bilhetes para a entrada do Coliseu estão disponíveis na internet através de plataformas de reserva, como a Get Your Guide, e no site oficial, o coopculture.it.

Há um número absurdo de opções de ingressos para visitar o Coliseu: bilhetes sem filas, com visitas guiadas, bilhetes combinados com outras atrações, apenas para algumas áreas, com excursão em grupo, etc.

Sim, elas são meio confusas no início e nem todas as opções poderão estar disponíveis dependendo da época do ano. Portanto, tire um tempo analisando as melhores opções, pesquise com calma e veja qual apresenta o melhor custo X benefício para você.

Dentre as muitas opções, comprar uma visita guiada com um bilhete sem filas é a melhor escolha. Este tipo de entrada tem a grande vantagem de permitir pular qualquer tipo de fila e entrar diretamente para visitar a atração.

Além disso, apesar de mais cara, a visita guiada é conveniente nesse caso. Somente as visitas feitas na companhia de um guia dão acesso ao piso da arena, ao terceiro nível e ao subsolo, a parte mais preservada do Coliseu.

  1. Não fez a lição de casa e mesmo assim quer visitar o Coliseu?

Para quem não comprou os ingressos antecipadamente, ainda há uma esperança e uma saída para economizar tempo.

Anote aí: os ingressos para o Coliseu também incluem o Fórum Romano e o Monte Palatino (e vice-versa). Então a saída para entrar de forma mais rápida é ir onde há menos gente. As filas costumam ser menores na bilheteira do Fórum Romano ou na entrada do Palatino, na Via di San Gregorio.

Acorde bem cedo, torça para ainda haverem ingressos disponíveis para o dia da sua visita e comece o passeio por um desses dois pontos. Ao terminar, é só se apresentar na entrada do Coliseu com o bilhete que já adquiriu.

Uma vez dentro do Coliseu

Dentro do Coliseu

Conseguiu entrar no Coliseu?

Ótimo! Agora é hora de deixar a imaginação fluir diante do lugar onde, na Roma Antiga, mais de 50 mil pessoas assistiam às exibições de animais exóticos, execuções de prisioneiros e as lutas de gladiadores romanos.

Mas não espere encontrar no local muitas explicações sobre essas e outras histórias das quais foi palco o Coliseu. Se você não quiser contratar uma visita com um guia pessoal, uma boa opção é alugar o áudio guia.

Se essa também não for uma alternativa desejável e você realmente deseja aprender mais sobre o monumento, a dica é ter um guia em mãos, de papel ou digital, durante a visitação.

Um bom guia dará uma boa visão geral da história do local e deixará sua visita ao Coliseu muito mais rica.

Visita ao Coliseu: informações e dicas práticas

Como você viu, conhecer o Coliseu exige uma certa programação. Confira abaixo algumas informações práticas para visitar o maior anfiteatro romano do mundo.

Como chegar ao Coliseu?

O Coliseu está bem conectado graças aos transportes públicos de Roma. A estação de metrô (linha B – parada do Coliseu) fica bem em frente ao anfiteatro. Como alternativa, também há linhas de bonde 3 e 8 na estação de bonde “Piazza del Colosseo” e várias linhas de ônibus que param na porta de entrada do monumento.

O que inclui o ingresso de entrada para o Coliseu?

Apenas um acesso é permitido nas áreas do Coliseu e em todas as áreas do Fórum Romano e do Monte Palatino que fazem parte do mesmo parque arqueológico. A Arena e as seções subterrâneas não estão incluídas no ingresso padrão.

Quem quiser explorar a Arena do Gladiador ou mergulhar nas áreas subterrâneas do Coliseu deverá reservar uma visita guiada. São zonas muito frequentadas e permitem a entrada de um número limitado de pessoas.

Quanto tempo dura a visita guiada?

A duração da visita guiada pode variar e depende das áreas que você escolher visitar. Uma visita normal dura cerca de 3 horas: 1 hora para o Coliseu e 2 horas entre o Fórum Romano e o Monte Palatino.

Quais os dias e os horários de funcionamento do Coliseu?

Os únicos dois dias de fechamento do Coliseu são 1º de janeiro e 25 de dezembro. O horário de abertura é às 8:30h e o horário de fechamento é das 16h30 no inverno às 19h15 em abril até agosto. A última admissão é 1 hora antes do fechamento.

Quanto custa o ingresso para visitar o Coliseu em Roma?

Os valores dos ingressos para o Sítio arqueológico do Coliseu em novembro/2020 são:

  • Bilhete comum para adultos: 16€
  • Cidadãos da UE entre 18 e 25 anos: 2€
  • Menores de 18 anos: entrada gratuita.

Nas compras antecipadas costuma-se cobrar o valor de 2 euros como taxa de reserva do bilhete.

Qual o melhor horário para visitar o Coliseu?

Se é praticamente impossível fugir do tumulto, ao menos há a opção de fugir do calor. Para quem viaja a Roma no Verão, a dica é visitar o Coliseu logo na abertura do Coliseu ou no final da tarde.

Usar roupas confortáveis, chapéu e óculos escuros é essencial, já que as temperaturas do verão em Roma são bastante altas. Além disso, as áreas de visitação, especialmente no Monte Palatino e no Fórum Romano, são pouco sombreadas.

Para finalizar, saiba ainda que mochilas e malas grandes não são permitidas dentro do Coliseu. Portanto, ande com pouca bagagem quando for conhecer o monumental Coliseu de Roma.

Esperamos que essas dicas para visitar o Coliseu tenham sido úteis para você. E, claro, não custa lembrar: essas informações estão sujeitas a alterações, por isso não deixe de conferi-las no site oficial antes da sua visita!

Bom passeio!

Quer ler mais conteúdos sobre a Itália?

Roteiro completo para a cidade de Como na Itália

Uma Viagem a Itália Subterrânea

Toscana: 7 lugares para visitar

POSTS RELACIONADOS

Morar

Educação na Itália: como funciona o sistema escolar italiano

14/09/2021
Visitar

Seguro viagem para a Itália, vale a pena?

16/08/2021
Morar

Melhores regiões na Itália para trabalhar

15/08/2021