Reabertura do mercado e plano econômico da Inglaterra

Reabertura do mercado e plano econômico da Inglaterra

09.06.2021

Saiba tudo sobre como está a reabertura do mercado na Inglaterra.

A pandemia afetou a economia do mundo todo. Foram restrições e bloqueios que resultaram no fechamento de muitas empresas e o impacto econômico tem sido severo. No caso da Inglaterra e de todo o Reino Unido não é diferente e o PIB (Produto Interno Bruto) caiu 9,8% em 2020, a queda mais acentuada desde o começo dos registros em 1948 e é a maior queda em mais de trezentos anos.

Reabertura do mercado e plano econômico da Inglaterra

As perspectivas econômicas para 2021 na Inglaterra, ainda que o momento seja de instabilidade, são boas. Com a reabertura gradual da economia, os indicadores econômicos sugerem que já esteja em curso uma forte recuperação. Isso, inclusive, levou a atualizações nas previsões de crescimento do PIB em 2021 no país.

A previsão média dos economistas é de um crescimento do PIB de 6,5% em 2021. A última previsão do Banco da Inglaterra no início de maio de 2021 é de um crescimento de PIB superior a 7% nesse ano. 

O Office for Budget Responsibility (OBR) prevê um crescimento do PIB da Inglaterra em 5,5% em 2021, embora tenha sido publicado no início de março.

Conheça York na Inglaterra, a histórica cidade medieval.

Incertezas na recuperação

Ainda existem muitas incertezas, no entanto, sobre quão forte e sustentada será a recuperação por conta da reabertura do mercado e plano econômico da Inglaterra, mesmo assumindo que não haverá um ressurgimento do vírus. 

E a incerteza se sustenta no fato de que o crescimento da economia inglesa depende do quanto os ingleses estão dispostos a gastar e consumir depois de um lockdown (confinamento) severo.

O Banco da Inglaterra espera que o nível de produção econômica medido pelo PIB recupere seu nível pré-pandêmico até o final de 2021. Previsões menos otimistas não esperam que o PIB alcance esse nível até 2022. Mesmo quando a queda na economia por conta da pandemia começar se dissipar, a crise pode resultar em danos permanentes, ou “cicatrizes”, para a economia.

Resposta da política na reabertura do mercado e plano econômico da Inglaterra

Governos e bancos centrais em todo o mundo introduziram políticas destinadas a minimizar alguns dos impactos econômicos negativos da pandemia de coronavírus. No Reino Unido, várias políticas foram anunciadas pelo governo e pelo Banco da Inglaterra para apoiar empresas e trabalhadores.

As medidas que foram anunciadas foram criadas tentar manter os negócios vivos e o maior número possível de pessoas empregadas. Elas incluem apoio financeiro para empresas, trabalhadores e o público em geral durante a pandemia, bem como a tentativa de reduzir as incertezas econômicas.

No orçamento publicado em março de 2021, o chanceler britânico fez questão de anunciar que os programas de apoio do governo, como o esquema de férias e folgas para trabalhadores, continuariam enquanto as restrições estivessem vigorando no país e que algumas medidas de apoio continuariam até o outono.

Leia também: 15 curiosidades sobre a Rainha da Inglaterra.

Finanças públicas

As finanças públicas da Inglaterra e do Reino Unido foram extremamente afetadas pelo crise econômica causada pela pandemia. O déficit orçamentário do governo atingiu um recorde em tempo de paz em 2020/21, quando as receitas fiscais caíram e os gastos do governo aumentaram. As medidas que o governo tomou para apoiar empresas e famílias estão custando cerca de £ 340 bilhões de libras em 2020/21 e 2021/22.

O efeito da pandemia nos déficits futuros depende do comportamento do vírus e da força da recuperação econômica da Inglaterra. À medida que a economia se recupera, as receitas fiscais também se recuperam e os gastos com o sustento das famílias e empresas por parte do governo diminuem.

Plano do governo para reabrir a economia da Inglaterra

Em 22 de fevereiro de 2021, o governo publicou o seu ‘roteiro’ para flexibilização das restrições na Inglaterra. O plano faseou a reabertura da economia em etapas ao longo dos meses, mas estava sujeito a alguns critérios para garantir que as taxas de infecção de COVID não deixem o sistema nacional de saúde britânico (NHS) sobrecarregado.

O ritmo de vacinação traz alguma esperança de que o relaxamento de as restrições serão mais duradouras do que as anteriores. Apesar de ser uma visão mais otimista, muitas empresas continuaram a enfrentar sérios desafios a curto prazo com a reabertura gradual da economia. 

As lojas na Inglaterra reabriram em 12 de abril de 2021, com restaurante e pubs totalmente reabertos somente em 17 de maio. As restantes restrições serão retiradas em 21 de junho, mas a imprensa inglesa já fala em recuo por parte de alguns políticos e governantes do país. 

A velocidade na qual as medidas de bloqueio devem ser retiradas diferem no País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte.

Leia também: Empreender na Inglaterra, vale a pena?


Seguros Promo

Turismo e viagens ainda em risco

O governo britânico criou um sistema de semáforos (verde, amarelo e vermelho) na qual classifica os países conforme o risco de infecção por COVID-19. O que você deve fazer ao chegar do exterior à Inglaterra depende de onde você esteve nos 10 dias anteriores à sua chegada ao país.

Por exemplo, as pessoas que estiveram em países e territórios que estão na lista vermelha nos últimos 10 dias, só podem entrar no Reino Unido se for um cidadão britânico ou irlandês, ou se tiver direito de residência no Reino Unido. As regras valem mesmo para quem já foi vacinado.

Além disso, antes de viajar para a Inglaterra vindo de um dos países da lista vermelha, o passageiro deve fazer um teste COVID-19, reservar um pacote de quarentena de hotel, incluindo 2 testes de COVID-19 e preencher um formulário de localização de passageiros. 

Logo na chegada na Inglaterra, a pessoa deve fazer quarentena em um hotel que conste na lista do governo, incluindo a realização de 2 testes de COVID-19.

As informações e os países em cada lista (verde, amarela ou vermelha) estão publicadas em um portal do governo britânico que é atualizado frequentemente. Acesse o site oficial e confira.

Visitando Surrey na Inglaterra, conheça o condado.

POSTS RELACIONADOS

Visitar

Melhores restaurantes de Portugal com Estrela Michelin

06/07/2021
Morar

Reabertura do mercado e plano econômico da Inglaterra

09/06/2021
Morar

Hamburgo, a porta da Alemanha para o mundo

12/12/2020