Libra Esterlina: entenda a moeda da Inglaterra

Libra Esterlina: entenda a moeda da Inglaterra

28.02.2022

Se você vai viajar para Inglaterra ou morar no país, descubra tudo sobre a libra esterlina!

Se você tem, assim como eu, interesse pela cultura britânica vai se identificar com o texto. É que para entender a moeda da Inglaterra e dos países que formam a Grã-Bretanha, é necessário mergulhar no passado e viajar alguns séculos. Conheça mais sobre a libra esterlina e entenda a moeda da Inglaterra.

Entenda a moeda da Inglaterra

A libra esterlina é a moeda mais antiga existente, com origens que remontam à Europa continental. O nome vem da palavra latina “libra”, que se refere a peso e equilíbrio. Por mais de 300 anos o banco da Inglaterra é a autoridade responsável pela emissão de notas de libra, e ao longo deste tempo essas notas sofreram muitas mudanças.

História da Libra Esterlina

A primeira moeda de libra esterlina não apareceu até 1489, sob o reinado de Henry VII. As notas de libra começaram a circular na Inglaterra logo após a fundação do Banco da Inglaterra em 1694, e eram originalmente notas manuscritas. A libra funcionou com seu complicado sistema de xelins e centavos até a chegada do sistema decimal em 1971.

Em 1660, a cunhagem de moedas foi mecanizada e recursos em seu design, como as letras laterais, foram introduzidos para ajudar a erradicar o recorte de dinheiro. A libra esterlina sobreviveu como moeda independente, enquanto a maior parte do resto da Europa adotou o euro como moeda única, que no início do século XXI parecia o destino provável da libra esterlina também.

Conheça as cidades mais importantes da Inglaterra.

Libra escocesa

Em relação à “libra escocesa”, ela existiu até que a Lei da União de 1707 criou um novo sistema monetário baseado no valor da libra ao sul da fronteira escocesa. O Bank of Scotland foi criado em 1695, apenas um ano depois do Bank of England, e sobrevive até hoje como parte do HBOS, uma subsidiária do Lloyds Banking Group, com sede em Edimburgo.

Países que usam a libra esterlina

A libra esterlina é a moeda oficial do Reino Unido (composto pela Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte) e atualmente existem cinco denominações diferentes para notas em circulação, de 5, 10, 20 e 50 libras. Há também notas de £1, mas são uma raridade, pois são impressas na Escócia.

Todas as notas de libra incluem certas medidas de segurança. Em relação às moedas, as que circulam atualmente são de 1, 2, 5, 10, 20 e 50 centavos e 1 e 2 libras. Ocasionalmente, edições especiais de moedas de £5 são emitidas, mas sua circulação é rara e condicionada.

Saiba como poupar e transferir dinheiro morando na Inglaterra.

O dinheiro fala: fale como um inglês

Uma curiosidade é que você geralmente vai ouvir os britânicos dizerem ‘pee’ em vez de pence, como em 50p (50 pee). Mais coloquialmente, £ 1 é conhecido como ‘quid’, uma nota de £ 5 é um ‘fiver’ e uma nota de £ 10 é um ‘tenner’.

E a expressão inglesa ‘Spend a penny’ significa ir ao banheiro e originou-se da necessidade de pagar um centavo pelo uso de um banheiro público. Esta prática começou durante a Grande Exposição de 1851. Por isso falar ‘pee’ (equivalente a xixi) é comumente utilizado pelos ingleses.

Reino Unido e União Europeia

Se você vive no mesmo Planeta do resto das pessoas, sabe que o Reino Unido saiu da União Europeia. O BREXIT foi e continua sendo muito falado, principalmente pelas questões relacionadas à economia. Porém, você sabia que o Reino Unido nunca aderiu ao euro?

Pois é, a moeda oficial do Reino Unido sempre foi a libra esterlina e o país, mesmo quando fazia parte do bloco econômico União Europeia, nunca aderiu à zona euro mantendo a libra contra tudo e contra todos. Aliás, libras esterlinas não são o mesmo que euros e o euro não é aceito como moeda para empresas no Reino Unido.

Conheça as margens do Rio Tâmisa e o que fazer.


Seguros Promo

Outras curiosidades sobre a libra esterlina da Inglaterra

Você sabia que também existem notas de £ 1 milhão de libras e notas de £ 100 milhões de libras? Pois é, elas são conhecidas como Giants and Titans, respectivamente, e ficam nos bancos escoceses e da Irlanda do Norte. Isso ocorre porque eles têm que manter a mesma quantia em libra esterlina que as notas que eles emitem em sua própria moeda.

Outra curiosidade muito interessante é que durante a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha nazista produziu grandes quantidades de notas falsas de libras esterlinas britânicas para desvalorizar a moeda e desestabilizar a economia do Reino Unido. No final da guerra em 1945, 12% do valor das notas existentes eram falsificações.

Foi então que o Reino Unido resolveu o problema retirando de circulação as notas de denominações mais altas. Além disso, como medida de segurança, passou a utilizar e colocar fios de metal nas notas que produziam. Esses fios de metal ainda são encontrados até hoje.

Além da Rainha Elizabeth, do lado oposto das notas de libras estão imagens de famosos britânicos. Atualmente, Sir Winston Churchill está no verso de notas de 5 libras, Jane Austen está no verso de notas de 10 libras, Adam Smith está no verso de notas de 20 libras e James Watt e seu parceiro de negócios Matthew Boulton aparecem em notas de 50 libras.

Sempre que a Casa da Moeda britânica produz moedas, ela coloca uma marca com a data de produção. No entanto, em 2009, por conta de um erro, moedas de 20p circularam sem estarem datadas. Cerca de 200 mil moedas entraram em circulação e muitas delas foram parar em sites de leilões online que as venderam como raridade.

Conheça também lugares incríveis para se hospedar na Inglaterra.

POSTS RELACIONADOS

Morar

Libra Esterlina: entenda a moeda da Inglaterra

28/02/2022
Visitar

Reabertura da Inglaterra para 2022

26/01/2022
Visitar

Conheça o Castelo de Windsor

25/01/2022