Conheça a Finlândia: O lugar mais feliz do mundo!

Conheça a Finlândia: O lugar mais feliz do mundo!

17.11.2020

A Finlândia foi considerada pela terceira vez em 2020 como o lugar mais feliz do mundo pelo World Happiest Report. É um marco para um país tão distante e pequeno que nos últimos anos tem ganhado reconhecimento, principalmente, pelo sistema de educação.

Pode parecer controverso que ela ganhe o título, ainda mais quando não necessariamente se vê essa felicidade toda na rua. Principalmente, quando a comparamos com outras culturas que são mais calorosas e descontraídas. Porém, o mais interessante é perceber que quando se trata em satisfação, em contentamento e em qualidade de vida, os parâmetros mudam para todos.

A lista é grande quando vemos o porquê da Finlândia ser considerada o país mais feliz do mundo. Veja algumas das razões:

EDUCAÇÃO

Desde a época do pós-guerra, quando o país ficou devastado economicamente, com uma dívida enorme para pagar e sem ajuda externa, a sociedade e o governo entenderam que a forma de reestruturar o país seria educando as gerações futuras. Foi, então, que investiram em um ensino diferenciado e de qualidade onde todos tem direito gratuitamente, desde a primeira série até a univesidade. Certamente, isso faz toda a diferença e todos, desde os mais ricos aos menos favorecidos, recebem a mesma qualidade de ensino. 

CONFIANÇA NO GOVERNO

A Finlândia é uma república parlamentar e a atual Primeira Ministra, Sanna Marin, vem desempenhando um papel exemplar. Ela tem tido a aprovação da maioria da sociedade, inclusive lidando da melhor forma com a crise atual do Covid-19. O país também foi considerado pelo segundo ano consecutivo como o terceiro com o menor índice de corrupção do mundo em 2019. Isso gera maior apoio e confiabilidade da sociedade ao governo, trazendo uma certa tranquilidade política, pois acredita-se que farão o melhor para todos.

SEGURO SOCIAL

Para perceber o porquê de não existir uma pobreza extrema no país, é preciso entender que por trás disso há um sistema de seguro social que mantém o nível baixo. Isso não quer dizer que não existam pessoas pobres que não possuem condições de se sustentarem sozinhas. No entanto, o Kela – seguro social finlandês – proporciona diversos benefícios para quem realmente precisa. Desde ajuda financeira para moradia, seguro desemprego, bolsas para estudantes, entre muitos outros. Cada criança ao nascer, também recebe uma ‘mesada’ do Kela até cumprir 17 anos completos, algo que contribui muito com a renda familiar. Sem contar a caixa maternidade que cada família recebe com o kit básico de itens que a criança precisa no seu primeiro ano de vida.

O Kela é quem também cuida da saúde pública. Ela não é inteiramente gratuita, até porque grande parte é paga através dos impostos – que são bem altos. Porém, o valor extra cobrado por consulta ou exame vai depender de um cálculo feito através da renda familiar de cada um, tornando-o proporcional a quanto cada um pode pagar. No entanto, isso não ocorre durante a gravidez. Todo o pré-natal é feito gratuitamente. Somente o parto é pago e segue a condição citada acima. Também existe um desconto em medicamentos quando comprados com receita. Portanto, apesar do sistema de saúde não ser perfeito, funciona bem.

QUALIDADE DE VIDA

A qualidade de vida é o que eu diria que mais faz diferença na minha vida. Aqui existe uma simplicidade ao viver que eu nunca havia vivenciado antes. Não existe pressão para que você tenha isso ou aquilo ou para que você seja assim ou assado para se enquadrar na sociedade. Pelo contrário. As pessoas são livres para serem e viverem como quiserem. E, isso, é libertador, é maravilhoso. Sem contar que o sentimento de segurança aqui é diário. Não há porque desconfiar de alguém sem motivo, como não há porque não ser honesto consigo e com os outros. Portanto, os índices de criminalidade são considerados baixos em relação à escala europeia.

Além disso, há um equilíbrio entre vida profissional e pessoal. Férias são férias. Ninguém precisa trabalhar além da carga horária para provar que é um bom funcionário. Assim como não precisam usar terno e gravata para mostrar seriedade no que fazem. A pessoa se mostra competente pelo seu desempenho, por seu desenvolvimento e comprometimento para com a função que exerce.

NATUREZA

A Finlândia é muito rica em natureza e as pessoas valorizam estar no meio dela. Faz parte da cultura e até existe uma lei chamada ‘All men’s right’, onde qualquer indivíduo pode usufruir da natureza contanto que não a destrua. E, isso faz com que todos a respeitem e a integrem em suas vidas, tomando decisões mais conscientes sobre o meio ambiente ou vivendo cada vez mais ao redor dela.

Os motivos que fazem a Finlândia um país feliz vão além de apenas ter alegria de viver, mas constroem uma sociedade satisfeita com o que é proposto, oferecido e cumprido. Algo, que ao meu ver, faz toda a diferença quando incorporamos tudo o que a palavra felicidade deveria ser!

10 curiosidades sobre a Finlândia

Guia da Aurora Boreal

A magia da Lapônia

Espero que tenha gostado e até a próxima!

Lili

POSTS RELACIONADOS

Visitar

Conheça a Finlândia: O lugar mais feliz do mundo!

17/11/2020
Visitar

10 curiosidades sobre a Finlândia

14/10/2020
Visitar

Guia da Aurora Boreal

07/09/2020