Viagem de trem pela Europa: roteiros de tirar o fôlego

Viagem de trem pela Europa: roteiros de tirar o fôlego

03.04.2020

Fazer um roteiro de trem é uma maneira muito confortável e conveniente de se locomover pela Europa. É também uma excelente forma de desfrutar de rotas cênicas, com paisagens dramáticas e de natureza exuberante enquanto elas passam por você a partir do conforto do seu assento. 

Com uma vasta rede ferroviária em todo o continente, os trens de passageiros cruzam vilarejos, reservas naturais e locais remotos impressionantes nos quais as rodovias modernas simplesmente não chegam! 

Ficou interessado em viajar de trem pela Europa? Confira agora a nossa seleção com 5 roteiros de trem pela Europa de tirar o fôlego!

1- Glacier Express: Entre St. Moritz e Zermatt, SUÍÇA

Nada menos que 291 pontes e 91 túneis – alguns em espiral! – fazem parte desse trajeto que passa pelas montanhas entre St. Moritz e Zermatt, na Suíça. Nos 291 quilômetros que separam um ponto do outro, o Glacier Express atravessa o coração dos Alpes, proporcionando vistas espetaculares de lagos, encostas íngremes e vales super estreitos. São mais de 30 pontos de interesse no trajeto que dura quase 8 horas. O viajante se depara, por exemplo, com o desfiladeiro do Rio Reno, conhecido como o “Grand Canyon da Suíça” e pelo Passo de Oberalp, a 2033 metros de altura.

Para proporcionar uma experiência ainda mais incrível no trem conhecido como “o expresso mais lento do mundo”, todos os vagões têm janelas panorâmicas, com vidros até o teto.

Preços: A viagem tem um custo de 268 Francos Suíços (aproximadamente 253€) em primeira classe e 152 CHF (144€) em segunda classe. Crianças dos 6 aos 16 anos têm desconto de 50%. Menores de 6 anos não pagam. Atenção: é obrigatório fazer a reserva dos assentos, com o pagamento de uma tarifa de 32 CHF, por pessoa, na baixa temporada (que vai de meados de dezembro a maio) e de 43 CHF na alta temporada. Para almoçar a bordo do trem é preciso desembolsar cerca de 30€ pelo prato do dia. Para outras informações, acesse https://www.glacierexpress.ch/

2- The Bergen Line: De Oslo para Bergen, NORUEGA

A rota de trem que liga a capital Oslo e a cidade portuária de Bergen é conhecida como uma   das mais belas viagens de trem do mundo.

Numa viagem que tem a duração média de 7 horas, o trem corta as montanhas escandinavas passando por 182 túneis até chegar ao litoral norueguês, famoso pelos seus fiordes. No meio do caminho, o cenário é de filme, com fotografias completamente diversas a cada etapa: florestas escuras, lagos congelados, campos gramados a perder de vista e montanhas cobertas de neve. 

Não por acaso, algumas das cenas de Star Wars Episódio V: O Império Contra-Ataca foram filmadas em Finse, um charmoso vilarejo de montanha construído ao redor da estação ferroviária da linha de Bergen, local que só pode ser acessado de trem ou a pé. 

Outro destaque do percurso é o Parque Nacional Hardangervidda, que fica no maior planalto de alta montanha da Europa. A área serve de abrigo de várias espécies de pássaros e animais, sendo possível avistar da janela do vagão espécies nativas como raposas e corujas.

Preços: Os valores variam (muito!) conforme as datas, os horários e a disponibilidade de assentos. Por isso é bom comprar com antecedência. Passagens com saída para o mês de março/2020 podiam ser encontradas desde 399 Coroas Norueguesas (aproximadamente 37€) até 994 NOK (cerca de 92€). Crianças até 5 anos viajam de graça em quase todas as situações (exceções para modalidades reembolsáveis). Crianças e jovens entre 6 e 17 anos podem receber descontos que variam de 25 a 50%, dependendo do tipo de passagem. Em relação à alimentação, o trem possui uma grande variedade à disposição. Um prato quente custa em torno de 15€, enquanto um cafezinho poder ser comprado por 3€. Maiores informações em https://www.vy.no/

3- Montenegro Express: Belgrado para Bar, ligando SÉRVIA e MONTENEGRO

O roteiro de trem que liga a capital da Sérvia ao litoral de Montenegro, nos Bálcãs, não tem o charme e a elegância das outras rotas europeias, mas tem números que surpreendem: 254 túneis e 435 pontes. 

Até a cidade de Bar, são 476 quilômetros de ferrovias que atravessam paisagens pitorescas. O trem circula em locais com até 700 metros de altura e atravessa o viaduto Mala Rijeka, com 498,8 metros de comprimento, considerada uma das pontes ferroviárias mais alta do mundo.

É também no lado de Montenegro que o trem cruza o Lago Escútare, o maior do sul da Europa. O cenário muda de acordo com a estação do ano e a recomendação é que a viagem seja feita no outono, quando a vegetação explode em uma variedade de vermelhos, laranjas e amarelos durante grande parte do caminho.

O trem diurno parte às 9h da manhã da Sérvia com previsão de chegada às 19:56h na costa do Mar Adriático. 

Preços: Para um bilhete de segunda classe, você paga cerca de 21€. Para a primeira classe, o valor sobe para 31,80€. Para conferir os horários e preços, acesse http://www.zcg-prevoz.me/

4- Trem da Floresta Negra: De Karlsruhe a Konstanz, ALEMANHA

A maior reserva natural da Alemanha, a Floresta Negra (Schwarzwald) é palco de um dos mais belos roteiros de trem da Europa. São 150 km de florestas de pinheiros escuros, vinhedos, paredões rochosos e vilas antigas.

Este passeio de três horas começa em Karlsruhe e passa pelo Bodensee, lago que se forma a partir do rio Reno, já chegando na cidade de Konstanz, na divisa com a Suíça. 

Preço: É possível comprar um bilhete de ida a partir de 24€ por pessoa diretamente na estação de trem na Alemanha ou no site da Deutsche Bahn, a empresa ferroviária nacional alemã: https://reiseauskunft.bahn.de/

5- Rota de Inlandsbanan: Entre Kristinehamn e Gällivare, SUÉCIA

O último roteiro da nossa lista foi feito para quem curte sossego. O trem Inlandsbanan atravessa a paisagem deserta e praticamente intocada do norte da Suécia, num percurso de 1.300 quilômetros. 

A viagem começa em Kristinehamn, no sul, e termina em Gällivare, já no Círculo Polar Ártico. O trajeto passa, por exemplo, por florestas onde vivem os ursos pardos europeus. Apesar de ser difícil vê-los na natureza, você pode dar sorte! Já grupos de renas podem ser avistados de tempos em tempos. 

Detalhe: a ferrovia é aberta para o turismo apenas de meados de junho até o final de agosto. E, se viajar em junho até o início de  julho, o viajante poderá assistir a um fenômeno natural inusitado: o sol da meia-noite. No extremo norte, o sol nunca se põe durante o verão.

Preços: Pela empresa Inlandsbanan a viagem tem duração de 10 dias e a passagem dá direito a um verdadeiro pacote turístico: uma espécie de Hop on Hop off com paradas e passeio planejados e retorno para a cidade de Kristinehamn. Os valores para o verão de 2020 estão na casa de 11.095 Coroa Suecas, cerca de 1.020€. Esse preço já inclui alojamento em hotéis de padrão médio, café da manhã e entradas para dois museus. (Mais detalhes no site da operadora https://res.inlandsbanan.se/

Também é possível fazer a rota de trem por conta própria, adquirindo os bilhetes pela companhia SJ. Nesse caso, a viagem pode levar um dia inteiro, com várias paradas e trocas de trens. Os valores são bem mais módicos: a passagem para viajar de segunda classe pode ser adquirida por 627SEK, aproximadamente 58€. Consulte trajetos e preços em  https://www.sj.se/

E aí, deu aquela vontade de viajar de trem pela Europa, não deu? Conta para gente qual desses roteiros você gostaria de fazer primeiro!

POSTS RELACIONADOS

Visitar

6 cidades europeias incríveis para visitar pós-pandemia

23/09/2021
Visitar

Guias turísticos pela Europa valem a pena?

18/08/2021
Visitar

Como encontrar a melhor passagem aérea

08/08/2021