Santorini, dicas para aproveitar ao máximo

Santorini, dicas para aproveitar ao máximo

07.01.2021

Edifícios cênicos pintados de branco com toques de azul, vistas da caldeira vulcânica e pôr do sol lendário sobre as águas do Egeu. É fácil entender porque Santorini está no topo da lista dos lugares mais bonitos do planeta.

Mas para quem está pensando em conhecer tudo isso de perto, vale um aviso: o destino mais cobiçado da Grécia pode se transformar em uma viagem frustrante se você não estiver atento a alguns detalhes.

Estima-se que mais de doze mil turistas chegam à ilha diariamente na alta temporada. 

É muita gente!

E para não deixar que esses números acabem com os seus planos de férias relaxantes na Grécia, reunimos 7 dicas essenciais sobre Santorini para você aproveitar ao máximo sua viagem.

Continue lendo para descobrir quais são elas agora!

1. Quanto tempo ficar em Santorini e quando ir

Grécia Santorini

Quatro dias é o mínimo recomendado para conhecer Santorini. 

Assim é possível reservar um dia para explorar Oia e outro, Fira, as principais cidades da ilha. Os terceiro e quarto dias podem ser destinados a um dos inúmeros passeios e atrações de Santorini: ir à praia, fazer uma degustação de vinhos gregos ou conhecer de perto o vulcão e nadar em suas fontes termais. 

Contudo, para uma viagem explorando o máximo de Santorini num ritmo mais tranquilo, o ideal é reservar sete dias no seu roteiro.

Dessa forma você conseguirá encaixar também um fantástico cruzeiro ao pôr do sol e ter uma das experiências mais incríveis de Santorini.

Em relação à melhor época para visitar Santorini, evite os meses mais quentes, entre julho e agosto.  Nesse período a ilha ferve de turistas para todos os lados e fica ainda mais cara.

Os meses que antecedem e precedem esse período são os mais indicados. Em junho e setembro faz calor módico e o local já tem um agito gostoso, sem estar com a ocupação máxima.

Já o outono e o inverno são estações chuvosas e muitos negócios estão fechados. Apesar disso, podem ser uma ótima opção para quem quer uma Santorini mais barata e bem mais tranquila.

2. Abra o olho na hora de escolher uma acomodação

Santorini tem alguns dos hotéis mais exclusivos e luxuosos do planeta. Mas o que a maioria das fotos deslumbrantes dos quartos não mostra é que é a privacidade o real artigo de luxo na ilha. 

É que alguns dos caminhos públicos passam exatamente do lado das janelas dos hotéis e as pessoas podem olhar diretamente para o seu terraço ou jacuzzi.

Nada bacana pagar uma pequena fortuna para ser espionado, não é mesmo? Então se liga nessas dicas para aproveitar sua acomodação em Santorini

Se privacidade for uma questão inegociável para você, a dica é pedir esclarecimentos precisos ao hotel sobre essa questão antes de fechar a reserva. Ainda assim, uma boa conferida nos depoimentos dos outros viajantes que já se hospedaram no mesmo local pode trazer informações reveladoras.

Outro ponto fundamental na hora de escolher onde se hospedar em Santorini é encontrar uma acomodação que ofereça o que é importante para você. 

Para vistas únicas da caldeira vulcânica, fique em Oia, Fira, Imerovigli, Firostefani. Para estar mais perto das praias, o que é ideal para quem viaja com crianças, fique em Perissa, Perivolos ou Kamari.

Em qualquer caso, se tumulto definitivamente não está nos seus planos de férias, fuja de Oia.

3. Programe o orçamento

Santorini vista

Os preços dos produtos e serviços praticados em Santorini acompanham o nível da popularidade da ilha mais visitada da Grécia. Não estranhe, portanto, se pedirem 5 euros por uma xícara de café com leite ou 4 euros por uma coca-cola.

Sim, Santorini é um destino caro, mais que as outras ilhas gregas, mas isso não quer dizer que não valha a pena conhecê-la! 

Lembre-se que os preços incluem a vista, a singularidade da paisagem e mesmo não sendo exatamente barato, tem muita gente fazendo questão de pagar pela experiência.

Portanto, uma das dicas para aproveitar Santorini ao máximo é ir com o orçamento preparado e equilibrar as despesas fugindo dos locais mais caros da ilha. 

Então anote: Oia é a parte mais cara da ilha, seguida por Imerovigli. Já Fira oferece acomodações e opções de alimentação mais acessíveis, além de ter o principal terminal de transporte da ilha. E as áreas ao redor das praias negras oferecem os melhores preços, mas a desvantagem é que estão mais longe dos famosos pontos turísticos de Santorini. 

Dica extra: tenha sempre algum dinheiro em espécie. Apesar de cartões de débito e crédito serem aceitos na maioria dos estabelecimentos da ilha, lojas, restaurantes menores e os ônibus só trabalham com a moeda local. 

Para uma emergência, caixas eletrônicos são facilmente encontrados nas áreas mais agitadas da ilha. Fique atento apenas ao limite diário para o valor que você pode sacar e às taxas para saques no exterior.

4. Prepare o fôlego e não subestime o sol de Santorini

Acomodação em Santorini

Quem já se encantou com alguma imagem de Santorini na internet, sabe que muitos degraus farão parte do seu roteiro de férias. Hotéis, lojas e restaurantes estão apinhados nas encostas e fatalmente exigirão um bom preparo das pernas.

Além disso, o sol brilha praticamente todos os dias entre os meses de abril e setembro, deixando o clima árido. Embora o vento que sopra do mar torne o calor suportável, subestimar o poder do sol de Santorini pode acabar em queimaduras… e com as suas férias.

Logo, leve calçados confortáveis, beba muita água e não se separe do protetor solar. 

5. Fuja do aglomero

Santorini recebe milhares de visitantes diários, especialmente dos cruzeiros que atracam na baía ao redor de Fira. 

E passear pelas vielas estreitas da ilha pode não ser tão encantador quando se tem uma multidão à sua frente.

Por isso, uma das dicas é planejar os horários para curtir as cidades, é uma forma inteligente de aproveitar Santorini ao máximo. 

Para evitar aglomerações, os melhores horários são cedo pela manhã e a partir das 19 horas. 

Para quem abre mão de assistir a mais um pôr-do-sol, também pode descobrir as ruas de Oia entre as 18h e as 19:30h. É justamente quando a maioria das pessoas está jantando enquanto espera o sol se pôr.

6. Planeje e Reserve

Se você é do tipo que gosta de deixar o acaso acontecer e a viagem fluir no seu ritmo, em Santorini é melhor repensar esse estilo de viajar, sobretudo para quem está programando as férias na alta temporada europeia. 

Com doze mil visitantes desembarcando na ilha todos os dias, acredite, um bom planejamento e uma pesquisa detalhadas para obter as melhores ofertas podem evitar decepções.

Portanto, reserve com bastante antecedência o hotel, os restaurantes com vista para o pôr do sol e os passeios que quiser fazer. A demanda é alta e tudo se esgota rapidamente.

Falando em passeios, dê uma olhada nesses passeios incríveis que a Get Your Guide disponibiliza. Uma excelente oportunidade para já deixar tudo planejado.

7. Dê uma chance ao nascer do sol

Você está em Santorini e é certo que vai querer apreciar os fantásticos pores do sol. Mas o que ninguém te conta é que o raiar do dia pode ser ainda mais mágico.

Assistir à luz dourada surgir no horizonte de Santorini sem ter que lidar com espaços aglomerados é uma experiência impagável. 

Então, acorde cedo, acompanhe o nascer do sol detrás da famosa caldeira vulcânica e aproveite mais um dia de férias no paraíso com a energia completamente renovada.

Então? O que achou das dicas?

Uma viagem a Santorini pode ser uma das experiências mais incríveis da sua vida, mas é melhor estar preparado. Planeje sua viagem, reserve tudo antes de chegar à ilha e prepare o orçamento. Seguindo essas dicas, temos certeza de que você aproveitará Santorini ao máximo!

Leia também: 

POSTS RELACIONADOS

Visitar

Santorini, dicas para aproveitar ao máximo

07/01/2021
Morar

Europa: países com menor custo de vida

02/01/2021
Empreender

Melhores Países Europeus para abrir uma Startup

16/12/2020