Ranking de segurança na Europa

Ranking de segurança na Europa

26.02.2022

Veja como está o ranking de segurança na Europa e quais os países mais seguros para morar no continente europeu.

Sem dúvida que os países da Europa estão entre os mais seguros do mundo. Aliás, para nós brasileiros a segurança é uma das principais prioridades quando escolhemos um país para morar fora, poder caminhar na rua sem medo é um dos fatores decisivos para a mudança. Por isso, hoje vamos falar mais sobre o ranking de segurança na Europa e como essa informação pode ajudar você a escolher um país para viver.

Ranking de segurança na Europa

De acordo com o Global Peace Index (2021), dos 10 países mais seguros do mundo, oito estão na Europa. A Islândia ocupa o topo da lista, seguida por Nova Zelândia, Dinamarca, Portugal, Eslovênia, Áustria, Suíça, Irlanda, República Tcheca e Canadá. Pela lista, que é publicada todos os anos, percebemos o nível de tranquilidade e segurança dos países europeus.

Entretanto, é importante perceber que o país mais seguro depende de quem você pergunta. E o quão seguro você se sente em um determinado país também pode depender de quem você é. Alguns destinos são muito mais seguros para homens do que para mulheres, por exemplo.

Se você deseja morar na Europa, confira as profissões mais bem pagas na Itália.

O que torna esses países seguros

Cada ranking utiliza uma metodologia diferente, mas geralmente os índices referem fatores como segurança (criminalidade), qualidade de vida, educação, saúde e outros. A segurança é uma preocupação fundamental, porém classificar um país em relação à violência não é uma tarefa simples.

Para isso, além das taxas de criminalidade, os rankings analisam os níveis de agitação civil, a estabilidade política, a segurança pessoal, a saúde pública, a segurança do transporte e até a segurança digital. Outro quesito analisado, por exemplo, é se o país está propenso a desastres naturais e se existe (e funciona) uma infraestrutura para lidar com isso.

Autobahn: como funcionam as autoestradas da Alemanha.

Ranking está piorando


Infelizmente, de acordo com o Global Peace Index 2021, o mundo é um lugar menos seguro do que era em 2020. Isso que o documento considerou as consequências da pandemia e o aumento das tensões entre países poderosos, mas a guerra entre a Rússia e a Ucrânia ainda não havia acontecido. Portanto, é de se esperar que 2022 trata uma piora no ranking de segurança da Europa.

Pouco mais sobre os países europeus mais seguros

Islândia

De acordo com o Global Peace Index, a Islândia é o país mais seguro do mundo pelo 13º ano consecutivo. A Islândia é um país nórdico com apenas 340 mil habitantes e tem um nível de criminalidade muito baixo e um alto padrão de vida.

Além da população pequena, conta com fortes atitudes sociais contra o crime, um alto nível de confiança em sua força policial bem treinada e altamente educada e uma baixa tensão social e econômica.

Dinamarca

A Dinamarca é considerada um dos países mais seguros e felizes do mundo. Aliás, é um dos poucos países onde as pessoas dizem se sentir seguras a qualquer hora do dia ou da noite, até mesmo as crianças. A Dinamarca tem um alto nível de igualdade e um forte senso de responsabilidade comum pelo bem-estar social.

Sem contar que os casos de corrupção nos negócios ou na política são raros, pois a honestidade e a confiança são as principais prioridades no país. Sobre o bem-estar social, todos na Dinamarca têm acesso a cuidados de saúde sem taxas adicionais, educação gratuita e os idosos contam com cuidadores pagos pelo Estado.

Descubra as principais faculdades de tecnologia na Europa.


Seguros Promo

Portugal

Portugal também aparece no ranking dos países mais pacíficos do mundo. Em 2014, Portugal foi classificado em 18º em nível global e desde então tem feito grandes progressos e melhorou no ranking. 

Diferente da Islândia, a polícia portuguesa usa armas e parece que o aumento da presença policial resultou em uma diminuição da taxa de criminalidade no país. Nos últimos anos, Portugal experimentou uma melhora econômica, viu a taxa de desemprego diminuir e atraiu muitos investimentos.

Veja quais as melhores formas de começar uma vida em Portugal.

Áustria

A Áustria é outro país europeu entre os mais seguro do mundo. Eventos políticos fizeram o país perder alguns pontos, por conta da probabilidade de manifestações violentas, especialmente após a eleição de Sebastian Kurz do Partido Popular em 2017. Devido à instabilidade política do país, a agitação social aumentou.

A Áustria, por outro lado, é um país muito seguro para visitar. Crimes graves são incomuns, embora as pessoas devam estar cientes da existência de batedores de carteira e ladrões de bolsas. Além disso, a Áustria foi poupada de grandes atos de terrorismo.

Suíça

Assim como outros países altamente seguros, a Suíça está entre os dez maiores exportadores de armas per capita todos os anos nos últimos cinco anos. Felizmente, a Suíça ocupa o quarto lugar globalmente em segurança alimentar e está entre os dez países mais pacíficos para conflitos domésticos e internacionais em andamento.

República Tcheca

Entre os dez países mais seguros do mundo está a República Tcheca. O país ganhou posições e viu suas taxas de criminalidade diminuirem constantemente ao longo dos anos, especialmente crimes violentos. 

O terrorismo também não é uma preocupação na República Tcheca, porém a dificuldade em subir no ranking de segurança na Europa se deve ao seu envolvimento relativamente alto em conflitos estrangeiros, à alta proporção do número de prisioneiros per capita e à avaliação das forças de segurança e da polícia.

Pontos em comum entre os países mais seguros do mundo

Existem alguns pontos em comum entre os países mais seguros do mundo, como seus níveis de riqueza, bem-estar social e educação. Além disso, esses países têm sistemas de justiça criminal eficazes e governos que mantêm relações muito saudáveis com seus cidadãos. E você, qual país tem mais interesse em conhecer e morar na Europa?

Veja também quais as vantagens de morar na Irlanda.

POSTS RELACIONADOS

Morar

Ranking de segurança na Europa

26/02/2022
Morar

Europa para nômades digitais

16/02/2022
Visitar

Reabertura da Dinamarca: já podemos mesmo arrumar as malas?

01/02/2022