Irlanda do Norte: conheça o país e suas tradições

Irlanda do Norte: conheça o país e suas tradições

08.04.2021
Bandeira da Irlanda do Norte

A Irlanda do Norte é a menor das nações que compõem o Reino Unido com cerca de 1,8 milhões de habitantes e uma área de 14.100 km2 (Inglaterra, Escócia e o País de Gales são as outras 3 nações sob controle da realeza inglesa). A Irlanda do Norte também é conhecida e/ou chamada de Ulster, nome do antigo reino da região que inclui seis dos nove condados que o formavam no passado. Sua capital é Belfast.

Porque a Irlanda é dividida?

Bom, precisamos voltar um pouquinho na história para entender por que existem “duas Irlandas” em uma mesma ilha. Em 1921 os dois territórios foram oficialmente separados após anos em conflitos religiosos, políticos e econômicos entre irlandeses e britânicos. Mas muito tempo atrás, o território da Irlanda possuía leis e culturas próprias sob forte influência cultural romana e celta. No século V, começou o processo de cristianização com tendência ao catolicismo e quem nunca ouviu falar de São Patrício que utilizava o trevo de três folhas, símbolo da Irlanda, para evangelizar os irlandeses fazendo uma metáfora com a Santíssima Trindade (Deus, Filho e Espírito Santo). No século VII a Irlanda passa a ser invadida constantemente pelos Vikings até que a Inglaterra consegue tomar todo o país e Henrique VIII passa a ser então o Rei da Irlanda.

A partir de então os irlandeses tentam durante os anos seguintes resistir à dominação britânica, porém sem muito sucesso e os católicos acabam sendo proibidos de fazer qualquer atividade política e administrativa, passando a ser considerado um povo sem poder e sem decisão.  As situação só piora com o passar dos séculos e com a grande fome que atingiu a Irlanda em 1845, tais conflitos só aumentaram e os irlandeses ficaram ainda mais incomodados com o domínio britânico.

Em 1921, o Estado foi considerado independente, mas ainda ligado à Inglaterra e em 1937 a independência total da República aconteceu, separando de vez Irlanda e Irlanda do Norte, que permaneceu como província britânica, isto é, permanece vinculada ao Reino Unido.

A violência se tornou parte da vida dos 2 grupos irlandeses (os do norte com predominância de protestantes favoráveis ao colonismo britânico, e o grupo do sul com maioria católica e com desejo de independência para os Irlandeses) entre 1960 e 1990, algo que só foi superado em 1998, quando o Acordo da Sexta-Feira Santa foi assinado, esse Tratado de Paz, atualmente, mantêm uma relação estável: nada de guerras, porém sem grandes amizades.

Vale ressaltar que, além das questões religiosas e de colonização, as grandes diferenças entre as duas Irlandas são o sotaque e a moeda, uma vez que como parte do Reino Unido, a região norte utiliza libras esterlinas e não euro, como o restante da ilha.

Quer saber também sobre a Irlanda? Veja este post sobre Os principais pontos turísticos de lá

Hábitos e Tradições

Famoso chá da Irlanda

As telenovelas estão enraizadas na cultura da Irlanda e diferentemente do Brasil, as novelas aqui na ilha podem a durar anos.

Assim como o café é para nós, os irlandeses são contínuos tomadores de chá, tanto quanto os ingleses, sem mencionar o fato que para eles colocar leite no chá é tão natural quanto colocar leite no café.

Outra peculiaridade irlandesa é que a direção de condução dos carros é feita pelo lado esquerdo da rua.

As intensas artes populares da Irlanda do Norte abrangem duas raízes distintas: Escocesas e Irlandesas. Elas incluem uma narrativa tradicional de cantar e dançar ao som de antigos instrumentos como o violino, a flauta, o pífano, tambores de mão e gaitas de foles.

A região norte compartilha da grande tradição da literatura da República da Irlanda, que se estende de volta à seus antigos mitos Celtas, particularmente os 100 contos do Ciclo do Ulster que descrevem os heróis das regiões do norte da Irlanda a partir do século 2º para o 4º século.

O princípio da destilação de uma mistura fermentada de cevada e água foi introduzido na Irlanda por monges vindos da Ásia no século XI e a destilaria localizada em Bushmills (Condado de Antrim) é a mais antiga ainda em operação no mundo (1608).

Desfiles políticos continuam a ser uma ruidosa tradição do verão na Irlanda do Norte, onde bandas protestantes desfilam em meados de Julho para comemorar o Dia Orange, com um menor número de católicos desfilando em Agosto.

Principais Cidades e Atrações Turísticas

Belfast

Quase metade da população da Irlanda do Norte vive em pequenas cidades e áreas rurais. O restante vive dentro ou ao redor das 2 grandes cidades que dominam a província: Belfast e Londonderry.

Belfast é a capital e a maior cidade da Irlanda do Norte com cerca de 340 mil habitantes. No início do século XIX, Belfast era famosa pelo seu porto e pelo maior estaleiro do mundo. Foi o berço de muitos grandes transatlânticos, incluindo o Titanic. Belfast também é o centro da indústria do linho da Irlanda do Norte.

Como mencionamos no começo deste texto, a Irlanda do Norte sofreu muito com conflitos entre 2 grupos distintos de pessoas, sendo que enormes muros foram erguidos em Belfast a partir dos anos 70 com o intuito de minimizar tais confrontos. Em determinados pontos existem portões que dão acesso ao outro lado e, todos os dias em um certo horário da noite os portões se fecham para evitar a circulação das pessoas. Pela manhã, os portões são reabertos.

Para mudar o clima e retratarr a história da guerra do ponto de vista de cada lado, ainda no século XX a população começou a grafitar o muro com mensagens, homenagens, e ilustrações de todos os gêneros, sejam elas políticas, religiosas ou de paz.

O governo de Belfast declarou que a intenção é derrubar os muros até 2023, mesmo sabendo do potencial turístico da região. 

Conhecer o museu do Titanic é extrapolar os limites da história de um dos navios mais famosos do mundo e se permitir reviver uma viagem nostálgica que conta a evolução da cidade de Belfast, diretamente associada à construção naval, e ao nascimento de importantes navios com o Titanic, Olympic, Majestic, entre outros.

Inclua no seu roteiro o charmoso mercado St. George’s Market para um uma oportunidade única de saborear a rica culinária local, com fortes características artesanais e é claro o Belfast Castle, construído no século XII, esta incrível construção fica a 400 metros acima do nível do mar e é um dos mais visitados pontos turísticos da cidade proporcionando uma vista magnífica.

Londonderry, ou “Derry”, com uma população aproximada de 84.000 pessoas, fica a 150 km de Belfast na direção noroeste, na região que abrange o Rio Foyle e o Lago Foyle. É a única cidade da ilha cujas muralhas estão completamente intactas, e portanto, é considerada como um dos melhores exemplos de cidades entre muralhas da Europa.

Sua história está interligada com a fundação do mosteiro Derry, no século VI, sendo que os colonos Inglêses acrescentaram o prefixo “London” no início do século XVII e assim como Belfast, Londonderry cresceu em um grande centro da construção naval e têxtil no século XVIII.

Agora se você for fã de Game of Thrones®, saiba que as filmagens das temporadas 1 a 8 aconteceram  em cerca de 25 locais ao redor da Irlanda do Norte, como Cushendun Caves, Murlough Bay, Ballintoy Harbour, Larrybane, planalto de Antrim, Castle Ward, Inch Abbey e Downhill Strand.

POSTS RELACIONADOS

Visitar

6 cidades europeias incríveis para visitar pós-pandemia

23/09/2021
Visitar

Guias turísticos pela Europa valem a pena?

18/08/2021
Visitar

Como encontrar a melhor passagem aérea

08/08/2021