Guia de 3 dias em Luxemburgo

Guia de 3 dias em Luxemburgo

20.05.2021

Que tal passar 3 dias em Luxemburgo, conhecendo um dos países mais ricos do mundo e que tem o português como a segunda língua mais falada?

Com cerca de 20% da população formada por lusodescendentes e tendo a metade da extensão do Distrito Federal, é fácil para os brasileiros se comunicar e conhecer o Grão Ducado de Luxemburgo em poucos dias.

Por lá, você irá se surpreender com os impressionantes castelos, desfrutar de um turismo menos frenético e se encantar pelas belas paisagens que se mesclam à história do país. 

Pronto para embarcar?

Então você confere agora as dicas do nosso guia de três dias em Luxemburgo. 

Aproveite!

Onde fica Luxemburgo?

O  país fica na Europa Ocidental e tem uma vizinhança de peso. 

França, Alemanha e Bélgica ficam a poucas horas do centro do país, que pode ser cortado de carro de ponta a ponta em pouco mais de uma hora.

Como chegar em Luxemburgo?

Não existem voos diretos que partem do Brasil para Luxemburgo; mesmo assim, chegar ao Grão-ducado é simples.

Para quem não quer pegar um voo local, dentro da Europa, pode chegar em Luxemburgo de trem ou mesmo com carro alugado, saindo de uma das cidades próximas que recebem voos diretos da Terra Brasilis.

Assim, as melhores opções para quem parte do Brasil com destino a Luxemburgo é descer em:

  • Paris: você levará cerca de 3 horas de trem ou 4 horas e meia de carro até a Cidade de Luxemburgo;
  • Amsterdã: leva-se aproximadamente 7 horas de trem ou 4 horas e 15 minutos partindo da capital dos Países Baixos;
  • Frankfurt: distante cerca de 4 horas de trem ou 3 horas de carro.

Leia também: Viajar de carro pela Europa: vantagens e desafios

Onde ficar hospedado em Luxemburgo?

A capital é conhecida como sendo uma das mais caras da Europa, portanto, não espere preços razoáveis se quiser ficar em uma localização privilegiada.

Para quem procura uma acomodação mais econômica, a ideia é buscar por um lugar nos arredores da cidade.

Quem viaja de carro, não encontrará dificuldade em se locomover pelo país; para quem usar o transporte público também não: o transporte público em Luxemburgo é uma maneira rápida, fácil e gratuita de se locomover.

Sim, você leu corretamente, é “grátis”! 

Desde 2020, todas as formas de transporte público, incluindo ônibus, trens e bondes são gratuitos em todo o país.

Instale o aplicativo mobiliteit.lu em seu celular e circule livremente pelo país, sem ter que pedir direções o tempo todo. 

Com ele você consegue chegar aos quatro cantos do país e desfrutar ao máximo da sua estada no Luxemburgo.

O que fazer em Luxemburgo em 3 dias?

Para ter uma experiência mais completa no país, juntamos atrações bem distintas, mesclando passeios urbanos, atrações históricas e atividades na natureza.

Assim, você pode ajustar esse roteiro conforme o seu gosto pessoal, acrescentando dias e atividades no local em que tiver mais afinidade, combinado?

Dia 1 – Turismo Urbano na Cidade de Luxemburgo

Para quem vive em uma das grandes metrópoles brasileiras, a capital do Grã-ducado pode ser facilmente confundida com uma cidade do interior. 

São 52 km² de extensão territorial, povoada por um pouco mais de 120 mil habitantes. Em resumo, um local perfeito para ser conhecido em um dia, a pé. 

Além do mais, os caminhos são largos, suaves e nenhuma outra forma trará a mesma experiência que vagar pelas ruas do centro da cidade de Luxemburgo.

Portanto, calce seus sapatos de caminhada e parta para descobrir os seguintes pontos de interesse na cidade:

Parc de La Pètrusse

A localização esplêndida da cidade, no alto de uma falésia, propicia uma vista panorâmica incrível para os vales profundos e estreitos dos rios que cortam a cidade. 

Parta da Ponte Adolphe em direção ao centro da cidade e admire a beleza do local em um dos mirantes do Parc de La Pètrusse, acessíveis pela Place de la Constituition.

Catedral de Notre-Dame de Luxemburgo

Seguindo o contorno do rio, você chega à Catedral de Notre-Dame. A Igreja não chega a ser tão impressionante quanto a de Paris, mas a curva dos vitrais atrás do altar, lindamente coloridos, é uma visão que você não deve perder.

Chemin de la Corniche

Aponte seu GPS para o Chemin de la Corniche e em cinco minutos de caminhada você chegará ao que os luxemburgueses chamam de varanda da Europa.

Ali, o caminho formado ao longo das paredes de pedras contorna o Vale do Rio Alzette, trazendo uma das paisagens mais charmosas da cidade. 

Com dez minutos de caminhada – mas reserve ao menos meia hora em razão das inúmeras fotos que você irá querer clicar! – o Chemin te leva para a atração mais popular de Luxemburgo, a Bock Casemates

Bock Casemates

Casamatas são esconderijos subterrâneos encontrados em construções fortificadas e Luxemburgo está cheio deles! 

São 17 km de túneis encravados nos desfiladeiros que protegiam a cidade e serviam de abrigo às tropas.

Criados no século XVIII pelos espanhóis, hoje resta apenas uma pequena parte da estrutura original já que grandes trechos foram destruídos no século XIX. 

Mesmo assim, você certamente passará horas espiando os labirintos, descendo as escadas sombrias e vendo a cidade cosmopolita acontecendo do lado de fora. 

Anote: é algo imperdível para se fazer em Luxemburgo.

Palácio Real

Saindo da Bock Casemate, siga em direção à rue Sigefroi, adentre o centro histórico da cidade até chegar ao Grande Palácio Grão-Ducal. 

Aprecie o exterior flamengo-renascentista da residência oficial do Grão-duque de Luxemburgo e não perca de conhecer o seu interior se estiver visitando a cidade entre julho e final de agosto: o Palácio só é aberto ao público durante os meses de verão.

Se estiver no inverno, aproveite a visita e saboreie um delicioso chocolate quente na Chocolateria House Nathalie Bonn, bem em frente ao Palácio. Prove a famosa colher de chocolate imersa no leite quente, relaxe e recarregue as energias.

Centro Histórico

Caminhe pelo centro histórico, aprecie o charme das construções antigas, das ruas de paralelepípedo e as vitrines de lojas como Gucci, Cartier e Christian Louboutin. 

Se fazer compras em uma das cidades mais caras da Europa não está nos seus planos, siga para a estação Hamilius e pegue o bonde para a Kirchberg, Philharmonie. É lá que fica o MUDAM, o Museu de Arte Moderna de Luxemburgo.

MUDAM – O Museu de Arte Moderna

Ele fica um pouco fora do centro, mas com transporte público eficiente e de graça, é fácil chegar ao MUDAM. 

O prédio de arquitetura super moderna abriga amostras com 700 obras de artistas de Luxemburgo e de todo o mundo. 

Para quem quer levar um souvenir da viagem ou presente original para um amigo, a loja do museu conta com centenas de objetos criativos e irresistíveis para todos os públicos.

E se estiver visitando Luxemburgo num sábado ou domingo, faça esse itinerário de trás para frente e comece seu dia pelo MUDAM. A promessa de quem já provou é de que o Museu serve um brunch inesquecível.

Dia 2 – Turismo de Natureza na Cidade de Echternach 

Para este segundo dia, vá para Echternach, o ponto de partida ideal para visitar a região de Mullerthal, apelidada de Pequena Suíça de Luxemburgo. 

O local que fica na fronteira com a Alemanha é um verdadeiro tesouro de paisagens montanhosas e grandes formações rochosas ideais para quem gosta de contato com a natureza. 

Mesmo que esse não seja o seu caso, repense: é uma oportunidade bem interessante para conhecer uma Europa praticamente intocada, tranquila, longe do barulho da grandes cidades. 

O passeio mais conhecido de Echternach é a Trilha Mullerthal, que é, na verdade, uma série de três trilhas que somadas chegam a 112 km pela região. 

Duas delas partem de Echternach e você pode optar por fazê-la de forma completa ou parcial… já que cada uma tem cerca de 38 quilômetros de extensão.

De toda forma, esta pequena cidade, a mais antiga de Luxemburgo, vale uma visita mesmo para quem não pretende sujar o tênis nas trilhas luxemburguesas. 

Flane pelas ruelas de Echternach, conheça a Abadia que data de quase mil anos e parta para uma das atrações favoritas dos visitantes: a cachoeira Schiessentümpel e sua antiga ponte de pedra.

Do estacionamento da belíssima estrada CR121, a cachoeira está a apenas 500 metros. 

Já se você é da galera que gosta de caminhadas em meio a natureza, pode encontrar todas as informações sobre as trilhas de Mullerthal no site oficial: https://www.mullerthal-trail.lu/

Dia 3 –  Turismo romântico pela região de Mullerthal

E para finalizar a passagem por Luxemburgo, a pedida é explorar os castelos espetaculares da região de Mullerthal. 

O país possui mais de 50 castelos, a maioria deles restaurados e abertos à visitação para quem quer conhecer o rico passado histórico do país.

Abaixo você encontra três dos mais emblemáticos castelos medievais e fortificações de Luxemburgo. Eles estão em média vinte quilômetros um do outro e podem ser visitados num único dia.

Confira:

Beaufort Castle

Entre 30 e 45 minutos da cidade de Luxemburgo, na bela paisagem da cidade de Beaufort, você pode visitar não um, mas dois castelos. 

Não muito longe do pequeno lago do castelo principal, um impressionante castelo medieval, construído entre 1050 e 1650, ergue-se sobre a paisagem. 

Ao virar da esquina, você encontrará o castelo renascentista, que data do século XVII. 

Esse último, só pode ser conhecido numa visita guiada, que termina com a oportunidade de provar o famoso licor Cassero. O licor de cassis, que pode virar um delicioso Kir Royal, é produzido nas dependências do castelo. 

Castelo Vianden

A cerca de uma hora de carro da capital, chega-se ao castelo de Vianden, ao norte de Luxemburgo. 

Construído no topo de uma fortificação romana por volta do século 11, é uma das maiores e mais belas residências feudais de toda a Europa. Por muito tempo o local pertenceu à família do grão-ducal, antes de passar à propriedade do Estado em 1977. 

Hoje, o Castelo Vianden possui um centro de visitantes moderno e interativo e é uma das atrações mais visitadas de Luxemburgo.

Castelo Bourscheid

Cerca de uma hora da cidade de Luxemburgo, você encontrará o Castelo Bourscheid, que fica no topo de uma colina com vista para o vale abaixo dele. 

O Castelo Bourscheid é o maior castelo de Luxemburgo, com uma estrutura impressionante. Espere ver as grandes torres góticas arredondadas e uma grande muralha contornando a fortaleza, como pede o nosso imaginário de conto de fadas.

Se você se apaixonar pelo local, saiba que as suas instalações estão disponíveis para a realização de eventos privados.

Já pensou? Casar ou renovar as bodas no maior Castelo de Luxemburgo? Puro luxo!

Visitar Luxemburgo em três dias é uma pequena viagem para instigar a imaginação, fazer uma pausa dos destinos acelerados e descobrir uma Europa mais intimista. 

Você descobrirá regiões belíssimas sem estar rodeado por uma multidão de turistas e só por isso, já valeria a pena desviar seu roteiro na Europa para conhecer Luxemburgo.

Leia também: Roteiro pela Bélgica

Roteiro de 7 dias na Holanda

POSTS RELACIONADOS

Visitar

6 cidades europeias incríveis para visitar pós-pandemia

23/09/2021
Visitar

Guias turísticos pela Europa valem a pena?

18/08/2021
Visitar

Como encontrar a melhor passagem aérea

08/08/2021