Destinos turísticos mais procurados na Europa

Destinos turísticos mais procurados na Europa

30.10.2019

Melhores cidades para visitar na Europa

Conhecer a Europa é o sonho de muitos viajantes. Para ajudar a planejar a sua viagem pelo velho continente, fizemos uma lista dos 10 destinos europeus mais procurados pelos brasileiros. Desde cidades históricas a praias paradisíacas, o que não falta são opções para todos os gostos.

Se ainda assim estiver em dúvida sobre quais cidades visitar, não tem problema! A grande vantagem de viajar pela Europa é a facilidade de transporte entre os países, sendo possível encaixar mais de um na mesma viagem. 

Dica: se for a sua primeira vez em alguma cidade, procure pelos walking tours. São passeios a pé em grupo pelos principais pontos turísticos. O tour geralmente é grátis e você escolhe quanto quer dar de gorjeta para o guia. E ainda aproveita para fazer amigos.

Aqui vai a lista. Bon voyage!

Paris, França

Não é à toa que Paris é um dos destinos mais populares da Europa. Você vai se sentir em um filme passeando à beira do Rio Sena e na charmosa Champs-Élysées, ou comendo um croissant na esplanada de um café parisiense.

A Torre Eiffel dispensa apresentações. Um dos dos monumentos mais visitados do mundo, atrai cerca de 7 milhões de pessoas por ano. A parte mais alta acessível a visitantes fica a 276 metros de altura, de onde é possível ter uma vista impressionante da Cidade Luz!

Paris também é lar do museu mais visitado do mundo, o Louvre. Dá pra passar o dia inteiro admirando um dos acervos mais valiosos do mundo, que inclui o quadro da Monalisa (que é menor do que você imagina) e a estátua da Vênus de Milo.

Não pode deixar de visitar Montmartre, o bairro boêmio de Paris. No topo da colina, fica a belíssima Basílica de Sacré-Coeur, outro local com uma excelente vista para a cidade. É neste bairro que está “Le mur des je t'aime”, um muro com “eu te amo” em várias línguas, e o Café des Deux Moulins, cenário do filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain.

Se tiver um dia a mais, vale a pena conhecer o Palácio de Versalhes e seus espetaculares jardins. Já para quem gosta de parques de diversão, a Disneyland Paris fica a apenas 40 minutos de trem da capital francesa.

Londres, Reino Unido

Londres é a capital da Inglaterra e do Reino Unido e uma das maiores cidades da Europa. São necessários vários dias - se não, semanas - para conseguir conhecer tudo. Mas com algum planejamento, é possível aproveitar ao máximo a cidade do fish and chips e dos clássicos ônibus de dois andares.

Um bom ponto de partida é a estação de metrô de Westminster, onde fica o Parlamento inglês e o famoso Big Ben. Ali pertinho, do outro lado da rua, está a Abadia de Westminster, local de coroação dos monarcas britânicos. Por aqui também encontrará o Palácio de Buckingham, residência oficial da rainha Elizabeth, e o Parque Saint James.

Muitos dos cartões postais da cidade estão ao longo do Rio Tâmisa. Atravesse a Ponte de Westminster e observe a cidade de cima da London Eye. Se estiver com disposição, caminhe pela beira do rio até o Borough Market, mercado gastronômico com mais de 1000 anos.

Para os fãs de museu, Londres é um paraíso, já que a maioria deles tem entrada gratuita. Pode, por exemplo, visitar o Museu de História Natural, o Museu da Ciência e a National Gallery sem gastar nenhuma libra (e ainda sobra para repetir o fish and chips antes do fim da viagem).

Lisboa, Portugal

Atualmente um dos destinos mais visitados pelos brasileiros, Lisboa é uma boa escolha para começar a sua viagem pela Europa. Suas ruazinhas guardam muitas surpresas, por isso vá preparado para caminhar bastante pela capital portuguesa.

No centro histórico, não pode deixar de visitar a Praça do Comércio, uma das maiores praças europeias. Caminhe pelo Rio Tejo até o Cais do Sodré e aprecie o pôr-do-sol com vista para a Ponte 25 de Abril e para o Cristo Rei. Aliás, é neste santuário que encontrará uma das mais belas vistas para a cidade. Outra vista impressionante é do alto do Castelo de São Jorge.

Não muito longe do centro histórico fica Belém, uma das regiões mais visitadas pelos turistas. Dedique um dia inteiro para conhecer a Torre de Belém, o Padrão dos Descobrimentos e o Mosteiro dos Jerónimos. Termine o passeio se deliciando com um pastel de Belém quentinho.

Para quem quer curtir a vida noturna lisboeta, comece a noite em um dos inúmeros bares do Bairro Alto e depois desça até a Pink Street, a rua mais agitada da capital. Se quiser assistir ao show de fado, vá para o tradicional bairro de Alfama.

Se tiver uns dias extras na cidade, aproveite para visitar algumas cidades vizinhas de Lisboa. Sintra, Cascais e Óbidos são perfeitas para um bate-volta.

Budapeste, Hungria

O leste europeu tem sido cada vez mais procurado pelos viajantes. As cidades históricas com preços baixos e população receptiva têm atraído milhares de pessoas a essa região. Você sabia que a capital da Hungria é formada pela união de duas cidades, Buda e Peste, que são separadas pelo rio Danúbio?

O local mais famoso é o Parlamento Húngaro, o terceiro maior do mundo, que fica em Peste. É permitido visitar o interior do edifício e ficar encantado com a sua grandiosidade. Depois da visita, aproveite para caminhar pela margem do rio Danúbio e conhecer mais dessa incrível cidade.

Ainda em Peste, caminhe pela Avenida Andrássy até a Praça dos Heróis, uma homenagem aos fundadores da Hungria. Termine o passeio no Parque da Cidade, o mais antigo parque público e principal local de lazer dos moradores. É também nesta região que está os famoso balneário de banhos termais Széchenyi, onde pode relaxar depois de um dia intenso de turismo.

Atravesse o rio pela Ponte das Correntes, a mais antiga do país, e suba até o Castelo de Buda. Lá do alto da colina, vai ter uma vista fantástica da cidade. Aproveite para visitar o Bastião dos Pescadores, um monumento em homenagem às sete tribos que fundaram a Hungria, e a Igreja de Matias, local de cerimônias e coroações de reis e rainhas.

Madrid, Espanha

Uma das coisas mais interessantes da Espanha é ser formada por regiões com culturas, costumes e até idiomas diferentes, merecendo uma viagem só para ela. A sua capital é um dos destinos preferidos dos brasileiros. 

A melhor forma para conhecer Madrid é batendo perna. Conheça o Palácio Real, maior palácio da Europa Ocidental, tome um café na Plaza Mayor e veja o pôr-do-sol no Templo Debod, um templo egípcio do século II a.C. Caminhe pela Gran Vía, passe pela Puerta de Alcalá e descanse no maravilhoso Parque El Retiro.

O museu mais conhecido é o Museu do Prado, que em 2019 completa 200 anos. Seu rico acervo conta com mais de 17 mil obras de arte, entre elas o quadro “As Meninas” de Velázquez e o tríptico “O Jardim das Delícias Terrenas”, de El Bosco. Outro museu que vale a pena a visita é o Reina Sofia, com obras de Salvador Dalí, Joan Miró e Pablo Picasso. O destaque vai para Guernica, quadro de Picasso representando a Guerra Civil Espanhola.

Não podia deixar de falar da maravilhosa gastronomia espanhola. No mercado de San Miguel, bem do lado da Plaza Mayor, várias bancas vendem comidas, doces e bebidas típicas espanholas. Difícil vai ser escolher o que experimentar primeiro!

Praga, República Tcheca

Assim como Budapeste, a popularidade de Praga aumentou exponencialmente nos últimos anos. Como a maioria dos pontos turísticos estão concentrados no centro histórico, dá para conhecer quase tudo a pé. 

E o melhor lugar para começar a explorar a “A Cidade das 100 cúpulas” é na Praça da Cidade Velha. É aqui que está o Relógio Astronômico, famoso pela procissão dos Doze Apóstolos que ocorre de hora em hora. A dica é subir na Torre da Prefeitura Antiga para admirar a bela praça de cima. Visite também a catedral de Nossa Senhora Diante de Týn e a igreja de São Nicolau, cujo órgão já foi tocado por Mozart!

Caminhe em direção ao Rio Vltava e atravesse a Ponte Carlos, a ponte mais antiga de Praga que liga a Cidade Velha à Cidade Baixa (ou Cidade Pequena). Fica especialmente linda à noite por causa da iluminação. Do outro lado do Rio está o Castelo de Praga, um dos maiores complexos de castelo do mundo, que inclui a imponente Catedral de São Vito e a Basílica de São Jorge.

Na região da Cidade Nova, não deixe de ver a Casa Dançante (The Dancing House). O edifício à beira do Rio Vltava contrasta com o resto da cidade pela sua arquitetura bastante peculiar. É que as torres foram projetadas para parecer um casal de dançarinos, inspiradas nos parceiros de dança Ginger Rogers e Fred Astaire.

Barcelona, Espanha

Barcelona tem de tudo: arquitetura única, praias maravilhosas e vida noturna agitada. A gastronomia também é um dos pontos altos da cidade. Os pratos típicos são a paella, o sanduíche com presunto ibérico e os tapas acompanhados de uma sangria.

As obras de Antoni Gaudí, declaradas Patrimônio mundial da UNESCO, dão um encanto especial à cidade. São imperdíveis o Park Güell, a casa Batló e a Sagrada Família, sua obra prima e principal atração turística da capital da Catalunha. A sua construção começou em 1882 e está programada para acabar só em 2026.

Assim como Madrid, Barcelona deve ser explorada a pé. Pode começar caminhando por Las Ramblas, a avenida mais famosa da cidade, sempre repleta de turistas e locais. Aproveite para dar um pulo no mercado La Boqueria. Se perca nas ruazinhas medievais do Bairro Gótico e visite a Catedral de Barcelona. A noite por aqui também é bastante agitada.

Para quem gosta de praia, Barceloneta é a mais popular. Mas se quiser fugir da multidão, visite as praias Costa Brava ou Castelldefels, nas redondezas de Barcelona. Já para quem curte futebol, pode ainda fazer uma visita ao Camp Nou, estádio do Barça.

Amsterdã, Holanda

Amsterdã é uma cidade moderna, caracterizada pelo sistema de canais e pelas inúmeras bicicletas, o meio de transporte mais utilizado pelos moradores locais.

Um dos principais pontos turísticos de Amsterdã é a praça Museumplein, onde está o Museu Van Gogh e o Rijksmuseum, um museu ótimo para conhecer mais da história holandesa. Não muito longe daqui está o Vondelpark, uma excelente opção de passeio num dia de sol. Faça uma pausa em um dos cafés ou dê uma volta de bicicleta no parque. 

Não deixe de visitar a Casa de Anne Frank. Ver de perto onde Anne escreveu o seu diário, relatando os sofrimentos da sua família enquanto se escondiam dos nazistas, é uma experiência intensa. Para fugir da enorme fila, recomendamos comprar o ingresso online com bastante antecedência.

Pra quem gosta de cerveja, não deve perder a visita à antiga fábrica da Heineken. O tour, chamado Heineken Experience, conta a história da marca, o processo de fabricação da cerveja e inclui uma degustação no final.

Berlim, Alemanha

Uma das maiores cidades europeias, Berlim é vibrante, moderna, multicultural e repleta de história. É também conhecida pela street art e vida noturna bastante agitada.

Para quem quer conhecer mais a história da cidade, o Memorial do Holocausto, Topografia do Terror e o Memorial do Muro de Berlim relatam os acontecimentos durante a Segunda Guerra Mundial e a Guerra Fria que marcaram o país e o mundo. Outros pontos imperdíveis na capital alemã são o Portão de Brandemburgo, um dos símbolos da reunificação alemã, e o Palácio do Reichstag, prédio que abriga o parlamento alemão.

A Ilha dos Museus, Museumsinsel em alemão, é uma das áreas mais visitadas na capital alemã. Nesta ilha no meio do rio Spree estão nada menos do que 5 museus! O Museu Pergamon é o mais visitado, exibindo obras impressionantes da antiguidade grega, romana e do oriente médio. Aqui está também a belíssima Catedral de Berlim, chamada Berliner Dom.

Para quem curte street art, a East Side Gallery é a maior galeria do mundo, com obras de diversos artistas internacionais pintadas numa parte do Muro de Berlim que ainda está de pé.

Roma, Itália

A capital italiana é um museu a céu aberto, seus monumentos têm um valor histórico inigualável. Um dos mais emblemáticos é o Coliseu, anfiteatro construído há quase 2000 anos durante o Império Romano e que serviu de palco para lutas de gladiadores. Foi eleito uma das 7 maravilhas do mundo moderno.

Outros pontos turísticos imperdíveis são o Fórum Romano, o Panteão, a Piazza Venezia e a Fontana de Trevi. Diz a lenda que se jogar uma moeda na água, você retornará à cidade.

Roma também é o lar do menor país do mundo, a Cidade do Vaticano. Vale a pena a visita até para quem não é católico, para conhecer a Basílica de São Pedro, a Praça de São Pedro e o complexo de Museus do Vaticano. No final do percurso, está a surpreendente Capela Sistina, com afrescos de Michelangelo.

Óbvio que não pode ficar de fora os renomados restaurantes italianos, para comer pizza ou uma bela massa acompanhada de um vinho. De sobremesa, não deixe de provar o verdadeiro “gelato” italiano e, se ainda sobrar espaço, um canoli.

Agora já pode preparar a sua viagem pela Europa. Só falta a parte mais difícil, preparar as malas, mas isso fica para uma próxima conversa.

Quer saber mais sobre alguma cidade? Conta nos comentários!