7 cidades com canais na Europa que merecem a sua visita tanto quanto Veneza

7 cidades com canais na Europa que merecem a sua visita tanto quanto Veneza

24.10.2021

Quem resiste ao charme e à beleza das cidades cortadas por pequenos canais?

Que o diga Veneza, a cidade separada por canais e ligada por mais de 400 pontes está entre as cidades mais visitadas da Itália e de todo o continente.

Mas apesar de ser a cidade mais famosa pelos canais pitorescos, belos canais podem ser encontrados em toda a Europa.

Muitas vezes nascidos como antigas rotas de comércio, hoje os canais das cidades europeias não servem mais para a distribuição de especiarias exóticas, mas eles ainda são navegáveis… para o nosso deleite. 

Confira agora 7 belas cidades cortadas por canais e comece agora a planejar o seu passeio de barco, gôndola ou catamarã na sua próxima viagem à Europa.

1. Bruges, Bélgica

A cidade medieval belga que mais parece ter saído de um conto de fadas, possui uma impressionante e uma das mais bonitas redes de canais.

Eles serpenteiam ao longo do centro histórico da cidade, harmonizando com as casas típicas construídas às margens desses ductos. Essa combinação da arquitetura medieval com a atmosfera romântica e histórica dos canais de Bruges cria uma experiência incomparável.

Não por acaso essa cidade histórica é Patrimônio Mundial pela UNESCO; não por acaso, o apelido dela é “Veneza do Norte”.

Entre as centenas de esquinas fotogênicas da cidade, a da Ponte de São Bonifácio é imperdível! Os edifícios circundantes quase não mudaram com o tempo, fazendo do local o dono da vista mais medieval de Bruges que você pode encontrar.

Contudo, se quiser uma foto apenas da ponte, a dica é acordar cedo ou dormir tarde. O local costuma atrair uma quantidade enorme de turistas e só nos horários mais alternativos consegue-se evitar a fila que se forma para atravessar a ponte.

Alternativa ainda melhor é apreciar a vista da ponte a bordo do barco que passeia pelas águas calmas dos canais que datam do século 12! 

Curioso é que os canais flamengos de Bruges usam vias navegáveis naturais, mas também organizados pelo homem: ao longo dos anos foram criados cerca de 50 pequenos canais transversais e estabelecidas regras de trânsito para hoje você poder navegar tranquilamente por eles.

2. Gouda, Holanda

Sem tirar o charme dos canais e a importância da capital, a nossa sugestão é que você deixe os limites de Amsterdã para conhecer Gouda.

É uma típica cidade holandesa, com muitos edifícios históricos e canais pitorescos, assim como muitas cidades na Holanda.

Mas por que Gouda?

Primeiro porque essa pequena cidade do interior deu nome a uma das especialidades do país que nós e o mundo inteiro adora: o doce queijo Gouda. Você poderá ver o mercado de queijos acontecendo na praça principal da cidade – exatamente como se fazia no passado – e provar seu queijo mundialmente famoso.

E depois porque o seu centro, que pode ser visitado a pé, de bicicleta ou mesmo de barco nos meses mais quentes, está repleto de tesouros históricos.

Fundada em 1272,  Gouda foi quase construída sobre a água. Os canais da cidade eram escavados para servir como meios de transporte pelos locais. 

O trecho do Gouwe, o rio canalizado que passa por dentro da cidade, é absolutamente lindo, com suas casas senhoriais, eclusas históricas e pontes em arco.

Embora não sejam tão grandiosos quanto Veneza, julgamos que os canais e pontes de Gouta têm um estilo ainda mais distinto. As casas coloridas, o clima meio cinza e as bicicletas com seus cadeados fazem dos canais de Gouda uma paisagem completamente autêntica e instantaneamente cativante.


Seguros Promo

3. Hamburgo, Alemanha

Diferente de Gouda, Hamburgo impressiona por seus enormes canais e também pela quantidade deles!

Apesar de não ser tão famosa quanto Veneza, Hamburgo ostenta mais canais do que a cidade italiana e mesmo mais que Amsterdã.

Surpreso?

A razão para a existência de tantos canais na cidade do norte da Alemanha é bem mais pragmática que romântica. Dona do terceiro maior porto da Europa, Hamburgo utiliza basicamente seus cursos de água para fins econômicos.

Isso não significa que você não pode fazer um passeio sobre as suas águas. Aliás, se estiver visitando Hamburgo, um passeio de barco fará você descobrir uma cidade diferente, moderna e cosmopolita.

Quer mais dicas do que fazer na Veneza germânica? Leia também: Hamburgo, a porta da Alemanha para o mundo

4. Annecy, França

“A Pequena Veneza dos Alpes”.

É assim que é conhecida a cidade de montanha francesa que é puro charme.

Localizada a 447 metros de altitude, bem perto da fronteira com a Suíça, você já pode imaginar a pintura que se desenha nesse lugar incrível: canais charmosos de águas translúcidas em meio a casas em tons pastel com picos nevados ao fundo.

Quer saber? Quem estiver procurando uma concorrente a altura de Veneza, acaba de encontrar.

Ao menos no quesito “romantismo”.

A cidade é dividida em pequenas ilhas, todas conectadas por pequenas pontes, que nos meses mais quentes são lindamente decoradas com flores de todas as cores. 

Para cruzá-las, procure pela cidade velha de Annecy, chamada Vieille Ville, e aproveite para desfrutar da vista sentado um dos muitos cafés que se enfileiram à beira dos canais. 

Afinal, se antigamente esses braços de água serviam de hidrovias para o comércio da cidade, hoje eles são perfeitos para passeios no verão e um drink à beira da água no final da tarde.

> Precisando fazer transferências internacionais de dinheiro? O Conexão Europa recomenda o Remessa Online! Clique e saiba mais.

5- Aveiro, Portugal

Uma das mais encantadoras cidades de Portugal é tomada por canais e barcos que parecem… gôndolas!

Isso mesmo. A semelhança de Aveiro com a cidade italiana lhe rende o título, adivinhe, de “Veneza portuguesa”.

Na verdade, as gôndolas são barcos moliceiros, os tradicionais barcos que eram utilizados para a coleta de algas marinhas dos canais.

Hoje, os moliceiros são coloridos e desempenham uma nova e nobre função: levar os turistas para navegar pelas atrações dessa bela cidade situada na costa oeste portuguesa.

O Canal Central é o canal principal da cidade. Passa pelo centro da cidade, ligando a maioria dos pontos importantes para a cultura e o lazer, como lojas, restaurantes, museus, etc

Além de fazer um cruzeiro pelos canais de Aveiro, não deixe de desfrutar da abençoada culinária portuguesa. Aproveite e delicie-se em um dos muitos restaurantes de frutos-do-mar e depois se acabe provando os ovos moles e outros doces típicos de Aveiro.

6. Estocolmo, Suécia

Situada em um arquipélago de quatorze ilhas, a capital da Suécia é repleta de canais e rios que se cruzam. Mais de 50 pontes ligam um ponto ao outro.

O canal mais famoso da cidade é também um dos mais tranquilos. Localizado no centro de Estocolmo, o Canal Djurgårdsbrunnskanalen estende-se por 5 km, num percurso sinuoso e arborizado que é super popular entre os locais.

Faça um passeio de barco para ver os pontos turísticos históricos e naturais ao longo desses canais, como a prefeitura e o palácio real, ou simplesmente caminhe ao longo dos canais em seu próprio ritmo. 

Seguir os canais que moldaram esta cidade e sua história, como o famoso Canal Göta e o Canal Dalsland, é uma boa maneira de descobrir a beleza da capital da Suécia.

7. Birmingham, Inglaterra

A impressionante rede de canais de Birmingham chega a 160 quilômetros e dizem que ultrapassa Veneza. 

Assim como na cidade do Vêneto, os canais Birmingham ainda são navegáveis, absolutamente lindos e cortam os bairros históricos mais importantes da cidade. 

Mas não se engane: as semelhanças param por aí. 

A cidade inglesa é a segunda maior da Inglaterra, tem mais de um milhão de habitantes e vive uma pegada mais moderna. São inúmeras galerias, museus e teatros inovadores para você curtir.

Quando se caminha ao lado dos canais, entretanto, tudo parece muito mais calmo e a metrópole Birmingham se transforma quase numa cidade do interior. 

Quase não dá para imaginar que por esses mesmos canais navegavam frotas de cargas pesadas e que eles foram fundamentais para a eclosão da Revolução Industrial.

Hoje, completamente renovados para adaptar-se aos novos tempos, eles formam uma das áreas de lazer mais importantes da cidade.

> Quer mais dicas do que fazer em Birmingham? Confira o nosso Guia de viagem: o que fazer em Birmingham na Inglaterra

Viu só?

A Europa é o lar de uma série de outras cidades espetaculares com canais que têm o mesmo fascínio romântico e cultura imperdível de Veneza.

Elas também merecem uma visita sua, você não acha?

Quer mais dicas de viagem pela Europa? Confira esses outros textos com destinos incríveis:

Conheça a Finlândia: O lugar mais feliz do mundo!

Parque de tulipas mais famoso da Holanda: como e quando visitar

POSTS RELACIONADOS

Visitar

Os 2 destinos europeus para visitar em 2022, segundo a Lonely Planet

10/11/2021
Visitar

Resorts e Hotéis especiais para viagem em família na Europa

27/10/2021
Visitar

7 cidades com canais na Europa que merecem a sua visita tanto quanto Veneza

24/10/2021