Primeira vez em Málaga: O que visitar?

Primeira vez em Málaga: O que visitar?

19.10.2020

Se você está planejando visitar Málaga pela primeira vez, tenha certeza que vai se apaixonar e que esse destino vale a pena.

Conhecida como a capital da Costa do Sol, essa cidade andaluza possui um dos litorais mais bonitos e encantadores da Espanha.

Mas não é só isso! Além de ter uma vida noturna bastante agitada, esta é a cidade natal de Pablo Picasso e, portanto, guarda muita cultura em suas ruas e museus, prontos para serem explorados.

Ainda tem dúvidas se você vai ou não se apaixonar ao visitar Málaga? Fique conosco até o final e descubra o que esta linda cidade tem a oferecer.

Praias Urbanas de Málaga

Quando se fala em Málaga, é impossível não mencionar suas praias paradisíacas que atraem turistas espanhóis e estrangeiros.

E, de forma diferente do que ocorre em algumas regiões litorâneas do país, você poderá desfrutar de um excelente roteiro de praias sem sair da capital da província.

As praias urbanas de Málaga também são excelente opções para visitar.

Confira agora, então, algumas das praias mais importantes do centro de Málaga:

Playa del Campo de Golf – San Julián

Começamos pela Playa del Campo de Golf, na extremidade oeste do litoral malaguenho. Esta praia tem este nome por estar localizada atrás da área de um campo golf.

Seguindo sua faixa de areia no sentido oeste começam as praias da cidade de Torremolinos.

Na orla, você encontrará diversos bares e restaurantes ao longo de toda sua extensão, de aproximadamente três quilômetros e meio. Alguns também possuem instalações de banheiros e duchas para os banhistas.

A praia é recomendada para banho, apesar dos fortes ventos. Esse fator, unido ao fato de ter uma grande extensão, a torna um referencial para a prática de Kitesurf na região.

Playa de Guadalmar

Seguindo no sentido Málaga, direção nordeste, chegamos à Playa de Guadalmar, que está localizada entre a Playa del Campo de Golf e a foz do rio Guadalhorce

É uma praia pequena, possuindo uma extensão de areia de aproximadamente 450 metros.Se você optar por visitar esta região, não deixe de conhecer as belezas naturais do ponto exato onde ocorre o encontro do rio Guadalhorce com o Mar Mediterrâneo.

Playa de la Misericordia

Seguindo a leste você chegará à Playa de la Misericordia, que é uma das praias mais populares e frequentadas da capital.

Possui aproximadamente um quilômetro e meio de extensão e com uma peculiaridade, que é a sua areia em um tom mais escuro.

Uma outra curiosidade desta praia é que os banhistas devem estar sempre atentos à subida repentina da maré, em um fenômeno conhecido como La Ola del Mellilero.

Esse fenômeno nada mais é do que o efeito da freada repetida do barco de alta velocidade que sai da cidade de Melilla e chega ao porto de Málaga.

Essa embarcação é conhecida como el Mellilero e sua chegada à Málaga pode acabar molhando os pertences de quem se instala muito próximo ao mar. Esse é um aviso importante para não pegar ninguém de surpresa.

Vale dizer que este efeito não oferece nenhum perigo aos banhistas, mas é bom estar atento aos seus objetos pessoais.

Playa de San Andrés

Seguindo nosso caminho, chegamos à Playa de San Andrés, que pode ser considerada como a praia com o acesso mais fácil de toda a capital.

A proximidade com o metrô, com a estação de trens e com o Porto da cidade, somando com a grande oferta gastronômica no entorno, fazem com que esta praia seja uma das mais frequentadas no verão.De areia escura, como a Playa de la Misericordia, possui apenas 650 metros de extensão, mas possui uma área reservada para crianças e muitas zonas ajardinadas.

Playa de la Malagueta

Indo para o outro lado do Porto de Málaga, podemos visitar a Playa de Malagueta, que é também muito visitada por turistas por sua proximidade com o centro da cidade.

Nesta região existem muitas opções de hospedagem, já que a região de Malagueta é uma das mais buscadas por turistas que desejam conhecer a cidade e curtir a praia.

Possui uma bonita orla repleta de palmeiras, o que confere um dos visuais mais encantadores da cidade.

Playa de la Caleta

Na mesma faixa de areia da Playa de la Malagueta, você encontrará a Playa de la Caleta.

Estas duas praias possuem as mesmas características e estruturas. Normalmente, quem conhece uma, acaba visitando a outra pela proximidade.

Por sua estrutura, é um excelente local para prática de atividades como vôlei de praia, caminhada pela orla ou um passeio de bicicleta.

Além disto, oferece serviços de restaurantes, banheiros, duchas, incluindo acessibilidade para cadeirantes.

Visitando a Cidade de Málaga

Visitar Málaga e as paradisíacas praias da região.

Claro que os passeios por Málaga vão muito além de somente visitar as praias, como dito anteriormente.

Existe todo tipo de opção de passeio e para todos os gostos. 

Uma das grandes vantagens de visitar Málaga é que a maioria dos pontos turísticos estão concentrados nas pequenas ruelas do centro histórico da cidade. 

Este fato te permite conhecer praticamente toda a cidade sem grandes deslocamentos, já que todas as distâncias são possíveis de ser realizadas caminhando.

Sendo assim, você poderá ter um passeio agradável e confortável, passando por diversos restaurantes e bares típicos da região entre uma visita e outra.

Calle Larios

Começando a nossa lista de pontos turísticos em Málaga, destacamos a Calle Larios, que é o eixo principal do centro da cidade.Por esta rua você poderá ir da principal praça da cidade, a Plaza de la Constitución à Plaza de la Marina, que está localizada próxima à zona portuária.

Pasaje de Chinitas

Se você está começando a caminhada da Plaza de la Constitución, você poderá acessar a Calle Larios passando por uma pequena rua chamada de Pasaje de Chinitas.

Esta rua ficou conhecida por fazer parte de um dos poemas de García Lorca, que mencionava o extinto Café de Chinitas.

As ruas estreitas são uma característica da região da Andaluzia, já que não permitem a passagem do sol e deixa as ruas muito frescas mesmo com o forte calor que incide no verão.

Centro Histórico de Málaga

Animou-se para visitar Málaga?

Depois de haver caminhado pela Calle Larios, você chegará ao centro histórico, onde está localizada a maior parte dos pontos turísticos da cidade.

Chegando, você notará que existe um complexo arquitetônico formado pelo Teatro Romano, a Alcazaba de Málaga e, no alto da colina, o Castelo de Gibralfaro.

Mas vamos por partes, já que esta região também abriga pontos importantes como a Catedral de Málaga e o Museu Picasso.

Catedral de Málaga

Catedral de Málaga, cujo nome oficial é Catedral de la Encarnación, ou, como é popularmente conhecida, La Manquita.

Começamos, então, pela Catedral de Málaga, cujo nome oficial é Catedral de la Encarnación, ou, como é popularmente conhecida, La Manquita.

Você poderá escolher entre três tipos de visita. Visitar a área interna da Catedral e a cobertura do edifício, só a parte interna da Catedral ou somente a cobertura.

A tarifa normal para o passeio completo custa 10 euros, mas se você deseja visitar somente um ou outro espaço a tarifa custará 6 euros.

Museo Picasso de Málaga

Não faltarão opções se você quiser incluir em sua viagem um passeio aos museus. Aqui nesse roteiro deixamos a sugestão desse, que pode ser considerado como o principal da região.

Dessa forma, por ser a cidade natal de Pablo Picasso, não deixe de visitar o Museu Picasso de Málaga.

Em uma visita a este museu você poderá desfrutar de doze salas repletas de obras do artista malaguenho. A visita custa 9 euros com opção de áudio guia em português.

Alcazaba de Málaga

Continuaremos com o nosso roteiro indo para o Alcazaba de Málaga, que foi uma fortaleza da época de domínio Árabe na região.

Este local pode ser acessado por um elevador que está localizado em frente à prefeitura da cidade.

Este elevador te deixará no ponto mais alto da visita e a partir daí você poderá ir descendo por suas estâncias até chegar à saída, que será no Teatro Romano.

A entrada integral custa 3,50 euros e a entrada reduzida, oferecida a estudantes, aposentados e moradores da cidade, custa apenas 0,60 centavos de euro.

Além de toda cultura e beleza deste edifício histórico, você poderá aproveitar para tirar fotos em uma das vistas mais privilegiadas da cidade de Málaga. Sem dúvida vale a pena o passeio!

Teatro Romano de Málaga

Saindo do Alcazaba de Málaga vamos diretamente para o Teatro Romano, que foi edificado no século I d.C. e foi utilizado pelo império Romano até o século III, aproximadamente.

Ao visitar Málaga, você também encontra o Teatro Romano, que foi edificado no século I d.C. e foi utilizado pelo império Romano até o século III, aproximadamente.

Todavia, esse teatro foi descoberto somente em 1951, durante a realização de algumas obras na região. A entrada é totalmente gratuita.

Castillo de Gibralfaro

Ainda neste complexo você pode subir até o Castelo de Gibralfaro para ter umas excelentes vistas panorâmicas da cidade de Málaga.

Isto te permitirá entender todo o trajeto realizado até agora e ver cada ponto turístico de outra perspectiva.

Este Castelo foi projetado para trabalhar em conjunto com a Alcazaba, estando unidos pelas muralhas a fim de proteger a cidade.

Neste local existe um pequeno museu onde poderá ver um protótipo de como era a cidade de Málaga na Idade Média.

Conclusão

Curtiu nosso passeio? Anotou todas as dicas para visitar Málaga? Dê uma olhada também nas opções que nosso parceiro Get Your Guide tem para você!

É, igualmente, possível aproveitar a viagem para dar uma volta pelo interior da província e conhecer outros municípios lindos e impressionantes, como a cidade de Ronda ou fazer um passeio diferente pelo Caminito del Rey.

Sempre é bom planejar com antecedência e garantir seus ingressos e reservas. Confira aqui um tour incrível por esse último, incluindo uma degustação de tapas.

E para você, viajante, aqui deixo sugestão de outros textos para conhecer o melhor que a Espanha tem a oferecer:

POSTS RELACIONADOS

Morar

Retomada da economia na Espanha pós pandemia

04/11/2021
Visitar

Ilhas Espanholas

03/11/2021
Morar

Vistos para morar em Barcelona

02/11/2021