Como é morar na Espanha

Como é morar na Espanha

26.04.2020

A Espanha é um país vibrante e surpreendente. De norte a sul, há uma imensa riqueza cultural, paisagens incríveis e gastronomia para todos os gostos. Com certeza morar na Espanha é uma experiência de descobertas constantes. A partir da influência de tantos povos, sejam celtas, judeus, cristãos ou árabes, o resultado é um acervo cultural riquíssimo, incluindo a multiplicidade linguística que se encontra em território espanhol. 

Se você procura por um país europeu ainda barato, mas com qualidade de vida, a Espanha é sem dúvida um excelente destino.

Como é organizado o país

A Espanha é um país transcontinental, tendo a maior parte de seu território localizado no sudoeste Europeu, na Península Ibérica. Em menor proporção o país ocupa também o continente africano nas ilhas Canárias e das cidades de Ceuta e Melilla.

O país, que também conserva uma monarquia, é composto por cinquenta províncias, sendo dividido política e administrativamente em dezessete Comunidades Autônomas e duas Cidades Autônomas.

Quais são as principais cidades para morar na Espanha

Por ser um país rico em cultura e história, cada região possui suas características e suas particularidades, sendo uma tarefa difícil escolher a melhor cidade para se visitar ou morar. Talvez um dos únicos pontos em comum das cidades espanholas seja a qualidade de vida.

Madrid, a capital espanhola, está localizada no centro da Península Ibérica e é a maior e mais populosa cidade do país, sendo um dos principais centros financeiros da Europa. No entanto, nela se podem observar duas características que, ainda que sejam antagônicas, se combinam perfeitamente, sendo a correria do dia a dia de uma grande cidade e a paz transmitida pelos bosques e parques presentes por todo o território madrilenho, garantindo qualidade de vida aos seus habitantes.

Barcelona, a capital da Catalunha, localizada no nordeste da Espanha, é um dos principais centros turísticos e é o maior centro industrial do país. Conhecida pela vida noturna agitada, pelo futebol e pelas obras do arquiteto Antoni Gaudí, a cidade catalã é sem dúvida um dos pontos mais visitados por turistas na Europa.

barcelona
Barcelona respira futebol!

Valência, ao leste da península, na costa do mar Mediterrâneo é conhecida pelas obras futuristas do arquiteto Santiago Calatrava e se destaca também por sua culinária, onde se diz que nasceu o prato mais marcante do país, a paella.

Sevilha, como quarta maior economia e terceiro maior destino turístico, também se destaca pela culinária e por sua arquitetura, que sofreu forte influência de diversos povos que habitaram a região, como os romanos, os mouros, os judeus, os visigodos e os cristãos, com destaque para a torre de Giralda na catedral da cidade, com influências construtivas de três povos diferentes em sua estrutura.

Custo de vida na Espanha

Além de todas as peculiaridades turísticas e características culturais únicas de cada região, pode-se dizer que o custo de vida também varia bastante.

Cidades como Madrid e Barcelona recebem muitos imigrantes, turistas e estudantes de todas as partes do mundo, fazendo com que os preços sejam mais elevados que em outras partes do país. 

Em cidades menores o custo de vida costuma ser bem mais em conta tanto em relação à compra e aluguel de imóveis, quanto aos preços de restaurantes e eventos, por exemplo.

A qualidade de vida continua sendo o ponto forte do país, já que mesmo nas regiões mais isoladas se podem encontrar atividades culturais, restaurantes, escolas e hospitais de qualidade. Em contrapartida, nestas cidades as ofertas de emprego e oportunidades podem ser mais escassas.

Cultura e gastronomia espanholas

Como vimos, a Espanha é um Reino e, assim, a família real existe até hoje. Além disso, historicamente o Estado espanhol foi constituído pela união de diferentes reinos e as línguas e certa autonomia desses povos se mantêm, através da organização política e territorial das chamadas Comunidades Autônomas. 

Então, desde o povo celta que vivia na região da Galícia, até a grande influência árabe ao sul, já que ou mouros dominaram esse território por anos, ou dos romanos por todo o território, você vai sentir o pulsar dessa riqueza cultural ao percorrer as diferentes regiões espanholas.

Se você quiser esquiar, poderá se divertir nas pistas da Sierra Nevada, em Granada, ou mesmo na Sierra de Madrid. Se preferir praia, pode se maravilhar ao sul, na famosa Costa do Sol, nas ilhas paradisíacas, como Maillorca, Menorca ou Canárias, ou mesmo ao norte, na região mais fria da costa da Galícia e em Santander. 

Sobre a cultura espanhola, não podemos deixar de citar o curioso hábito da siesta, que é aquele período de descanso pós-almoço. Na região sul do país, por exemplo, esse descanso é levado a sério e o comércio chega a fechar, para reabrir mais tarde.

Mas, antes ou depois da siesta, você poderá se deliciar com as famosas tapas, que são as pequenas porções de diferentes pratos típicos, a sangria ou um bom vinho doce de Jerez, o delicioso azeite de Jaén e um bom gazpacho andaluz, ou uma paella valenciana (feita com frango). Se quiser, peça um chupito no final, uma dose de licor.

Sangria, uma delícia 🙂

Você poderá se encantar vendo uma apresentação de flamenco e ouvindo o tocar das castanholas e guitarras espanholas. As famosas touradas permanecem enraizadas na cultura popular, mas são cada vez mais criticadas, principalmente pelas novas gerações. 

Não se esqueça de conhecer a riqueza da Semana Santa, sobretudo ao sul do país, e os encantos da Feria de Abril dessa região, ou das Fallas de Valencia. E, na Galícia, se encontra a famosa cidade de Santiago de Compostela, onde a lenda diz que foi sepultado o apóstolo Tiago. Milhares de peregrinos, de diferentes partes do mundo, percorrem o Caminho de Santiago todos os anos.

Confira aqui um artigo muito interessante sobre uma jornada em Santiago de Compostela.

Oportunidades de trabalho na Espanha

Como estávamos comentando, as ofertas de trabalho podem depender da região, já que há umas mais desenvolvidas economicamente que outras. 

Você deverá avaliar o local com mais oferta para sua área, sendo que Madrid e Barcelona com certeza estarão nessa lista. Mas, há outras questões a serem avaliadas, como o custo de vida mais elevado nessas cidades. 

É bom citar que cada Comunidade Autônoma tem programas próprios de financiamento e apoio a empresários e empreendedores. Então, se você tem interesse em investir na Espanha e abrir um negócio, por exemplo, pode começar buscando pelas vantagens que encontrará em cada região específica.

Uma dica é procurar informações da União de Profissionais e Trabalhadores Autônomos (UPTA) da Comunidade Autônoma onde pretende morar. Normalmente, esta associação divulga programas e medidas públicas de apoio a quem deseja empreender, dentre outros temas interessantes para trabalhadores em geral.

Lembre-se que falar outros idiomas é sempre uma vantagem e que, nas regiões onde se falam outras línguas também, esse pode ser um requisito exigido.

Além disso, se você decidir trabalhar na Espanha, lembre-se que precisará de um visto, seja como empreendedor, seja como contratado por uma empresa, se não possuir uma nacionalidade europeia.

Quer saber como abrir uma empresa na Espanha? Confira aqui!

Como obter um visto, residência ou a nacionalidade espanhola?

Há inúmeras opções de obter um visto para Espanha. Você pode decidir estudar, ser contratado por uma empresa espanhola ou mesmo empreender no país.

Além disso, se você for aposentado ou possuir rendimentos, poderá vir com um visto de residência não lucrativa. Vale lembrar que algumas autorizações de residência podem ser pedidas diretamente na Espanha, dependendo do caso.

Aqui contamos para você com mais detalhes sobre as possibilidades de visto e autorização de residência para a Espanha.

Mas, é possível que você também tenha direito à nacionalidade espanhola! Confira aqui se esse é o seu caso.

É bom lembrar que os brasileiros podem adquirir a nacionalidade espanhola depois de dois anos de residência legal e contínua na Espanha.

Onde morar na Espanha?

Como já citamos, em termos econômicos, as cidades mais desenvolvidas são Madrid e Barcelona, onde há mais oferta de trabalho. Mas, isso eleva o custo de vida nessas áreas urbanas, fazendo com que seja mais difícil achar um bom apartamento e com um valor razoável. 

As estações são bem marcadas e ao norte do país faz mais frio que ao sul, onde o verão é conhecido pelas altas temperaturas. Mas, se você não se incomoda com o frio e com a neve, pode se adaptar sem problemas à região mais central e norte, onde necessitará de uma casa ou apartamento com calefação.

Na região sul e norte, pode ser mais difícil encontrar um emprego, mas em compensação o custo de vida é bem menor, sendo mais barato alugar ou comprar um imóvel e até o custo com alimentação.

Assim, você precisará avaliar o custo-benefício de cada região, dependendo das suas preferências e do seu interesse. Além do que já foi citado, lembre-se que na região onde se localiza Barcelona se fala o catalão também, enquanto na Galícia se fala o galego, esse último muito parecido com o português. 

Não podemos esquecer do País Vasco, que é muito próspero economicamente, mas onde você pode estranhar ouvir uma língua completamente diferente, chamada no local de euskera.

Mas, tenho certeza que você vai se maravilhar com a riqueza cultural, arquitetônica e natural em qualquer região e cidade em que for morar, podendo ainda conhecer o país inteiro e aproveitar a imensa oferta turística nacional.

Vantagens de morar na Espanha

Além do que já citamos, devemos lembrar que a Espanha conta com um excelente sistema de saúde pública e também de educação, tanto primária, secundária, quanto universitária. 

Além disso, em termos gerais o custo de vida não é tão alto como em outros países da Europa, como França, Alemanha ou Inglaterra, por exemplo. Aliás, a Espanha é um destino muito procurado pelos nacionais desses países. 

Além de muitos turistas, muitos vêm viver na Espanha depois da aposentadoria, ou mesmo só para realizar tratamentos de saúde. Então, a Espanha é conhecida por ser um país europeu barato, mas com muita qualidade de vida, porque os serviços públicos são bons e funcionam muito bem.

De fato, podemos perceber que a Espanha é um país com uma boa infra-estrutura e organização social e urbana. E, a possibilidade de adquirir a nacionalidade espanhola após dois anos de residência é uma grande vantagem.

Algumas curiosidades

Uma curiosidade é que a Espanha e Portugal já foram um único país, a União Ibérica, e há muita cultura comum entre esses dois Estados que compõe a Península Ibérica. De fato, ambos entraram juntos na Comunidades Econômica Europeia em 1986.

A Espanha já ocupou o território do Marrocos e mantêm até hoje o controle sobre duas Cidades Autônomas que estão na África, que são Ceuta e Melilla. Mas, o estreito de Gibraltar, ao sul do país, é de controle do Reino Unido.

Assim, na região da Andaluzia há oficialmente uma fronteira com um território inglês! Se você desejar dar um pulo em solo britânico, é só ir visitar Gibraltar, praticar um pouco seu inglês e gastar alguns pounds.

Outra curiosidade é a importância que se dá ao Dia de Reis, dia 06 de janeiro, que é feriado nacional. Todas as crianças aguardam ansiosamente pelos presentes trazidos pelos reis magos e há desfiles pelas cidades. 

Além disso, podemos citar que o hino da Espanha não possui letra, apesar de já terem sido propostas algumas versões. E, sobre a bandeira, esta traz os escudos de alguns reinos que se unificaram para formar o país: Castela (daí o idioma espanhol ser chamado de castellano), León, Aragón, Navarra e Granada.

Ainda podemos ver na bandeira as Colunas de Hércules, representando o Estreito de Gibraltar e que simbolizam os limites do mundo conhecido até então. Por fim, há os dizeres Plus Ultra, que significam “Mais Além”.

Se você vier morar na Espanha, ou mesmo conhecer o país a turismo, tenho certeza que vai se surpreender, como eu mesma me surpreendi.

Acompanhe aqui no nosso blog textos informativos sobre a Espanha e outros países da Europa. Nosso intuito é facilitar a sua vinda para cá, com informações úteis e auxiliando nesse processo. Conte conosco!

POSTS RELACIONADOS

Visitar

Herança árabe na Andaluzia

18/03/2022
Visitar

O que fazer na noite espanhola: dicas para todos os gostos

18/03/2022
Visitar

Os segredos de Madri

10/03/2022