O que fazer em Dresden na Alemanha, uma cidade com muita história

O que fazer em Dresden na Alemanha, uma cidade com muita história

10.02.2021

A capital do estado da Saxônia, que se reconstruiu das cinzas, depois de ter sido quase toda destruída na Segunda Guerra Mundial, merece ser visitada só pela quantidade de história que ela oferece. Venha descobrir aqui o que fazer em Dresden e ainda levar na bagagem muita riqueza cultural!

Como chegar em Dresden

Dresden é uma cidade que fica entre Berlim e Praga, capital da República Checa. Então, se você estiver visitando a capital alemã ou a capital checa, Dresden fica a duas horas de distância de cada uma delas.

Tanto a partir de uma capital, quanto de outra, você poderá chegar em Dresden de trem, carro ou ônibus, e de todas as formas sugeridas, de ônibus é a mais rápida e barata.  Dependendo da época do ano, as passagens podem custar menos de 10€!

Quanto tempo ficar em Dresden

Depois de ler nossas sugestões sobre o que fazer em Dresden, o tempo que você deverá ficar na cidade dependerá muito de quantos lugares você vai querer visitar, e quanto tempo você vai querer passar em cada atração.

Dresden é uma cidade pequena, então uma estadia de um ou dois dias é suficiente para você conhecer bem a cidade e poder se abastecer de muita cultura e história!

Se você estiver só de passagem, uma viagem bate e volta a partir de Berlim, por exemplo, também é possível!

O que fazer em Dresden

Chegando pela estação central ou pelo aeroporto, o primeiro ponto de parada deverá ser o centro antigo da cidade! 

Vamos começar nosso passeio!

1- Semperoper – Ópera de Dresden

Endereço: Theaterplatz 2 – 01067 Dresden

Ópera de Dresden

O edifício neo barroco, inaugurado em 1878, abriga a famosa ópera de Dresden, que é considerada um dos locais de artes cênicas mais respeitados do mundo!

Assim como grande parte da cidade, o edifício também foi destruído na guerra e foi reaberto em meados da década de 1980. 

No século XIX, o local teve estreias mundiais de óperas de Wagner e Richard Strauss, como Elektra, Salomé, Der Rosenkavalier. 

Assistir um espetáculo por lá é uma experiência e tanto, mas se você não conseguir, há visitas guiadas em inglês e alemão ao longo do dia em intervalos de 15 a 30 minutos.

Curiosidade: Na fachada, procure as estátuas de Goethe, Schiller, Shakespeare, Molière, Eurípides e Sófocles.

2- Frauenkirche

Endereço: Frauenkirche Dresden – 01067 Dresden

A Igreja luterana ressurgiu dos escombros, após ter sido totalmente destruída em 1.945, quando o exército americano bombardeou a cidade.

Reinaugurada em 2005, a igreja pode ser visitada, com tour guiado ou para subir em sua cúpula, que proporciona uma bela visão do Rio Elba que banha a cidade de Dresden.

Curiosidade: uma cruz dourada e orbe no topo da cúpula da Igreja foram forjadas em Londres como um gesto de reconciliação, enquanto a anterior, danificada, pode ser encontrada à direita do novo altar da igreja.

3- Dresdner Residenzschloss

Endereço: Taschenberg 2, 01067 Dresden

Com estilo rococó, o palácio renascentista já foi a residência dos membros do colégio eleitoral do Sacro Império Romano-Germânico e, em seguida, dos reis da Saxônia do século XVI ao século XIX.

Hoje o local abriga um conjunto de museus para as várias coleções estaduais. A atração mais visitada é o Grünes Gewölbe, que reúne as galerias para os tesouros reais.

Mas você também pode ver o Arsenal de Dresden (Rüstkammer), que reúne uma grande variedade de armaduras cerimoniais, armas e outros arsenais de guerra.

Para quem não se interessa muito por guerra, o Kupferstich-Kabinett ou Gabinete da Gravura, reúne uma coleção de 500 mil esboços, gravuras e desenhos de artistas como Albrecht Dürer, Goya, Michelangelo, Jan van Eyck, Rubens e Rembrandt. É muito curioso ver os “rabiscos” de artistas tão renomados!

E, por fim, ainda há uma outra parte bem curiosa, que é o Münzkabinett. ou Gabinete da Moeda, que possui uma coleção de moedas do estado composta por 300.000 peças desde a antiguidade até o presente, e de todas as partes do mundo.

4- Brühl’s Terrace e Brühlschen Garten

Endereço: Georg-Treu-Platz 1, 01067 Dresden 

Depois de ver muita arte e absorver muita cultura é bom tomar um ar e talvez fazer um piquenique no parque.

O Brühl’s Terrace, é terraço panorâmico majestoso de 500 metros, com vista para o Rio Elba, e ele se conecta com a catedral de Dresden por meio de uma escada da época que se tinha uma fortificação ao redor da cidade.

O nome do lugar é por conta do estadista Heinrich von Brühl, que construiu uma série de prédios luxuosos no local, antes da fortificação ser derrubada. De todos os prédios luxosos, sobrou apenas o Brühlschen Garten, que é um jardim que fica ao lado do terraço e merece uma pausa para apreciar a calma do parque!

5- Fürstenzug

Endereço: Augustusstraße 1, 01067 Dresden

Ainda no ritmo de passeio pela cidade de Dresden, vá andando sentido leste da Residenzschloss, até encontrar um mural monumental de porcelana de 101 metros de comprimento.

Fürstenzug

A obra foi inicialmente pintada na primeira metade da década de 1870, e esta imagem foi posteriormente substituída por porcelanato na década de 1900.

Não há aula de história melhor! A Fürstenzug registra todos os 35 governantes da dinastia governante saxônica da família Wettin.

6- Zwinger 

Endereço: Sophienstraße, 01067 Dresden

Construído com uma arquitetura barroca marcante, é considerado um dos edifícios mais elogiados da Alemanha! 

Ele surgiu como uma encomenda para servir como um espaço para luxuosas festividades da corte, no final do século XVI.

Uma das obras do complexo que chamam atenção e representam o luxo da construção é a fonte Nymphenbad, cercada por esculturas que são colocadas em nichos e coroando a balaustrada.

Zwinger

Hoje, além dos jardins, cuja visita é gratuita, o Zwinger hospeda vários museus,  como a Gemäldegalerie Alte Meister (Galeria dos mestres antigos e coleção de esculturas até 1800), a Mathematisch-Physikalischer Salon (Salão Matemático e Físico) e o Porzellansammlung (Coleção de porcelana).

7- Kunsthofpassage

Endereço: Görlitzer Str. 21-25, 01099 Dresden

Kunsthofpassage

Para descansar um pouco os olhos, após tanta beleza histórica, um dos dos pontos mais “descolados” de Dresden, sem dúvidas, é o Kunsthofpassage, que é uma passagem cercada por uma cadeia de pátios todos com designs extravagantes.

Especialmente o Hof der Elemente (Pátio dos Elementos),oferece uma experiência bem diferente, pois seus emaranhados de canos formam instrumentos musicais na fachada que, quando chove, a água cria sua própria música!

Já o Hof des Lichts (Pátio da Luz) oferece telas de projeção, além de espelhos metálicos que iluminam o pátio e projetam padrões artísticos nas paredes. 

Por lá ainda você encontrará outras galerias interativas, além de cafés e lojas únicas que, com certeza, deixarão você com vontade de voltar para Dresden!

8- Hofkirche – Catedral de Dresden

Endereço: Schloßstraße 24, 01067 Dresden

E para finalizar a visita por Dresden, um dos lugares que não poderia ficar de fora da lista sobre o que fazer em Dresden, é justamente a sua majestosa Catedral!

A sua torre de 90 metros de altura pode ser avistada de vários lugares da cidade e sua imponente arquitetura rendem ao edifício o título de catedral, mas nem sempre foi assim! A igreja foi considerada catedral somente na década de 1960, após ter sido “ressuscitada” após a Segunda Guerra!

Ao todo, 49 membros da linhagem Albertina da Família Wettin estão enterrados na cripta, incluindo Augusto I, Augusto III e todos os reis da Saxônia do século 19, bem como o coração de Augusto II, o Forte.

Melhor época para ir para Dresden

Agora que você já sabe o que fazer em Dresden, para você programar a sua viagem é importante saber que a cidade pode ser bem fria, cinza e escura durante o inverno, principalmente janeiro e fevereiro.

A melhor época para ir, para garantir jardins verdinhos e floridos nos passeios, é a partir de maio até setembro.

Gostou das nossas dicas? 
Se quiser saber mais sobre como é a vida em terras alemãs, ou se você tem interesse em morar ou estudar na Alemanha, não deixe de ler os outros conteúdos do Conexão Europa e se quiser ajuda no processo para a sua mudança, fale com a gente, que podemos te ajudar!

POSTS RELACIONADOS

Morar

Como trabalhar com turismo na Alemanha

22/12/2021
Visitar

As tradições de Natal na Alemanha

20/12/2021
Morar

Seguro viagem para Alemanha: entenda a importância de adquirir

21/11/2021